Mondo Pop

O pop de ontem, hoje, e amanhã...

Paul McCartney no Brasil de novo, oba!

Por Fabian Chacur

Parecia ser brincadeira a princípio, mas a notícia acabou sendo confirmada, como todos nós já sabemos a essa altura do campeonato. Paul McCartney voltará ao Brasil após 17 anos.

Em princípio, foram divulgados dois shows, um em Porto Alegre, no estádio Olímpico, no dia 7 de novembro, e o outro no dia 21 de novembro, no estádio do Morumbi.

No entanto, tudo leva a crer que teremos um segundo espetáculo em São Paulo, provavelmente no dia 22 do mesmo mês. Deve ser aquela coisa de sempre: “atendendo a pedidos, show extra em São Paulo!” É aguardar…

Como de praxe, a má notícia reside no preço dos ingressos, que vão de R$ 140 naqueles lugares nos quais você não consegue ver nem os jogos de futebol, que dirá um show, e milionários R$ 700 na tal de “pista vip” (e haja vip a esse preço, heim?).

Seja como for, a fera, a lenda, o mito, o meu grande ídolo marcará presença mais uma vez em nosso amado Brasil.

Acompanhado por uma super banda na qual se destacam o tecladista Wix Wickens (único remanescentes dos quatro shows anteriores do Macca no Brasil) e o super baterista Abraham Laboriel Junior, ele tem feito shows incendiários.

Como os músicos (exceto Wix) são pelo menos 20 anos mais novos do que ele, é como se o ex-beatle encontrasse na juventude dos novos parceiros ainda mais energia para brilhar como só ele.

O repertório dos shows da turnê deve ser semelhante ao do excepcional DVD/CD Good Evening New York City, com direito a clássicos dos Beatles e da carreira solo de Paul.

Só Deus sabe se terei a honra de ver novamente o meu mestre máximo. Mas como já tive a oportunidade de estar em três de seus shows, para ser mais preciso os dois no Rio de Janeiro em abril de 1990 e um em São Paulo em 1993, vou compartilhar com vocês algumas lembranças dos dois nos posts a seguir.

4 Comments

  1. Alexandre Damiano

    October 10, 2010 at 9:56 pm

    muito legal esse show.

    mas eu não consigo mais ir em shows.

    antes, um show custava 100 reais no máximo, não existia pista vip e quem chegasse antes colava na grade.

    agora show é pra bacana. pra mauricinho e patricinha. nego gastar 700 reais em um show ou mesmo 300 na pista lá longe…é pra burguês.

    fui em muitos shows na minha vida, mas agora já era.

    parte disso e culpa da não existência de receita na venda de discos.

    mas parte é pq as pessoas pagam. queria ter ido ao Bon Jovi, mas 350 reais é uma piada.
    acabaram com uma das minhas alegrias.
    abraços Fabian

  2. admin

    October 10, 2010 at 10:55 pm

    Com a sua e com a alegria de um montão de gente, Alexandre. Esses preços são realmente absurdos!!!! Enfim, mais uma dessas características da modernidade que somos obrigados a engolir… E viva as transmissões pela TV!!!! Grande abraço e valeu pela força de sempre!

  3. vladimir rizzetto

    October 11, 2010 at 2:32 am

    O Damiano foi preciso no seu comentário.
    Tanto a música, como o futebol, está virando entretenimento para abastados.
    Afinal de contas, o que está acontecendo? O que querem fazer com a música?
    Não fui em tantos shows assim em minha vida, mas, posso dizer que me diverti o suficiente. Vi Iron Maiden, Rainbow, Alice Cooper, Bruce Dickinson, Sepultura, Ian Gillan, entre outros.
    E, muito provavelmente, não irei ver o Paul…
    R$ 700,00??????????????? O que é isso?
    Dá-lhe pirataria!
    Eu ainda verei a indústria da música falir…

  4. A indústria da música já faliu, meu caro Vladimir. É uma pena….. Grande abraço e obrigado pela visita!!!!

Leave a Reply

Your email address will not be published.

*

© 2019 Mondo Pop

Theme by Anders NorenUp ↑