Mondo Pop

O pop de ontem, hoje, e amanhã...

Como reconciliar os irreconciliáveis? Como?

Por Fabian Chacur

A resenha específica sobre Do It Again, o documentário que mostra no que deu o projeto maluco do jornalista americano Geoff Edgers de reunir novamente os Kinks, você já leu.

Agora, é a vez de um pouco de filosofia de vida barata, levando-se em conta momentos desse filme maravilhoso.

Os Kinks não voltam por causa do relacionamento complicado entre os irmãos Ray e Dave Davies.

Em entrevista emocionada, Dave explica no documentário que tentou várias vezes se submeter novamente à “ditadura” do irmão mais velho, mas que, graças às recusas, desencanou.

Aí, em um momento chave do filme, ele solta uma frase bombástica:

“Sabe quando o Ray foi feliz? Durante uns três anos, o período em que ele viveu e eu ainda não havia nascido”.

Depois, quase às lágrimas, disse ao entrevistador Edgers que explicaria o porque a banda nunca voltaria, mas sem ser filmado.

Não é difícil entender. Todos nós temos as nossas diferenças com outras pessoas, quer sejam parentes, amigos, colegas de trabalho ou coisa que o valha.

Tente lembrar de quantas vezes você tentou resolver algumas dessas brigas, e não teve sucesso. Quantas e quantas…

Quando essas pessoas por acaso integram bandas musicais de sucesso, essa situação geramente piora de forma exponencial.

Sting comenta sobre o caso do The Police em sua reveladora entrevista em Do It Again.

Ele afirma que uma das razões que os fizeram voltar para uma última turnê foi a emoção que perceberam que tomava conta das pessoas quanto esse assunto entrava em cena.

A reação entusiástica do público os alimentou nessa direção.

No caso dos irmãos Davies, isso infelizmente não ocorre.

Quer saber? Em seus mais de 30 anos de carreira, eles produziram muita coisa boa. Vamos ouvir esse acervo magnífico, e deixá-los em paz.

No entanto, adoraria que, mesmo que nunca mais toquem um único acorde de dó maior juntos, eles ao menos pudessem colocar as diferenças para lá e se reconciliar. Isso sim, seria lindo.

Mas, como bem sei por experiências pessoais, nem sempre isso é possível. Então, já dizia o poeta: let it be! Live and let live!

Veja o clipe de Sunny Afternoon, dos Kinks:

Veja o clipe de Tired Of Waiting For You, dos Kinks:

2 Comments

  1. Marcelo Covoes

    May 14, 2011 at 2:32 am

    Eu sou um daqueles mega fãs do Kinks desde que me conheço por ser vivo musical . Sempre mantive trocentos discos deles , seja em vinil ou cd , os quais conheço quase milimetricamente . Quando uns amigos me perguntam o porque de ser tão fã deles , eu costumo brincar dizendo que é pelo fato de já ter entrado na cabeça do Ray Davies há muito tempo atrás . Além de ser um banda daquelas que traduz com perfeição todos aqueles ganchos , pegadas , e criatividade em termos de música pop , os temas abordados pelos Davies são muito legais e traduzem vários aspectos da vida cotidiana dos mais diversos tipos de personagens , vistos através de um olhar ao mesmo tempo irônico e divertido . Por essas e outras , God save The Kinks !

  2. admin

    May 17, 2011 at 1:32 am

    Acho que agora, finalmente, também mergulhei de cabeça no universo musical dos Kinks,embora tenha bem menos discos deles do que deveria. Mas logo farei aqui o One For The Road para a seção Discos Indiscutíveis, pois é sem dúvidas um dos melhores álbuns ao vivo do rock. Marcelo, não deixe de ver esse documentário, pois você certamente irá babar, é sensacional!!!!! Grande abraço e obrigado pela visita qualificada!!!!!

Leave a Reply

Your email address will not be published.

*

© 2020 Mondo Pop

Theme by Anders NorenUp ↑