Morre coautor de Sunshine On My Shoulders, sucesso de John Denver nos anos 1970/80

Por Fabian Chacur

Morreu nesta quarta-feira (25), embora só divulgado nesta sexta (27), o músico americano Richard Kniss, também conhecido como Dick Kniss. Ele tinha 74 anos, e em seu invejável currículo constava o fato de ser coautor de um dos grandes sucessos de John Denver, Sunshine On My Shoulders.

Kniss foi vítima de uma doença pulmonar. Ele atuou durante 45 anos  como músico de apoio do célebre trio folk Peter, Paul And Mary, e também trabalhou com músicos de jazz do porte de Herbie Hancock, Woody Herman e Donald Byrd, entre outros.

Nascido no dia 24 de abril de 1937, o baixista iniciou sua carreira ainda na década de 1950. Ele atuou ao lado de John Denver em gravações e shows de 1970 a 1978 e, embora tenha admitido ter aceito o convite para tocar com o músico por razões financeiras, logo se entrosou no time e ajudou o cantor a se tornar um dos grandes astros da música country/pop.

Sunshine On My Shoulders, composta por Kniss, Denver e Mike Taylor, faz parte do álbum Poems, Prayers And Promisses, lançado em 1971 e responsável por tornar John Denver, então apenas conhecido como compositor de sucessos para Peter, Paul And Mary, como um intérprete de sucesso, o que se consolidaria nos anos seguintes.

Essa belíssima canção tornou-se conhecida também pelo fato de integrar a trilha sonora do filme Um Dia de Sol (Sunshine, de 1973), que relata a história real de uma mãe que morreu aos 20 anos, vítima de câncer, e de sua luta para deixar lembranças para a filha, então ainda um bebê.

Reprisado na TV nos anos 80, Um Dia de Sol trouxe Sunshine On My Shoulders de volta às paradas de sucesso no Brasil, levando a então gravadora RCA a relançar, com sucesso, Poems, Prayers And Promisses por aqui.

Dick Kniss, que também compôs com Denver The Season Suite, foi um ativista pelos direitos civis nos Estados Unidos, e tocou em vários shows beneficentes em nome dessa causa, nos anos 60.

Ouça Sunshine On My Shoulders, com John Denver (e Richard Kniss, no baixo):

This entry was posted in Uncategorized and tagged , , , , , , , . Bookmark the permalink.

10 Responses to Morre coautor de Sunshine On My Shoulders, sucesso de John Denver nos anos 1970/80

  1. eu era apenas um garoto em 73 tinha 13 anos quando fui ao cinema e assisti o filme um dia de sol a s musicas fazem parte da minha vida daquele dia em diante sou fan de John Denver o filme é lição de vida…devemos viver o dia de hoje como se fosse o ultimo dos dias e adorar sunshine

  2. admin says:

    Caro João Carlos: esse filme é de fato uma lição de vida, e as músicas de John Denver foram utilizadas com rara sensibilidade. Confesso que Sunshine On My Shoulders me faz chorar praticamente toda a vez que a ouço, mas são lágrimas de emoção positiva, pois me trazem recordações de pessoas importantes que se foram de forma física, mas que viverão dentro do meu coração para sempre. Obrigado pela visita e volte sempre que quiser/puder. Ah, e pelo visto somos da mesma geração, pois eu tinha 12 anos em 1973! Class of 1960′s!!!! Grande abraço!!!

  3. Carlos Bittencourt says:

    A passagem de John Denver na terra é algo indescritível. As músicas, a simplicidade, o carisma e a mensagem de vida que ele deixou jamais se apagarão. Também sou dessa geração, e infelizmente não tive a honra de poder assistir a um show dele. Todos os dias ouço suas canções e tenho a mais absoluta certeza que eu, você e milhões de pessoas em todo o mundo também fazem o mesmo, e emocionados choram ao ouvi-lo. Porque suas músicas tem o poder de tocar a alma das pessoas. São letras que falam da vida, da amizade, do amor, da união, da bondade e do cuidado com a terra. Enfim, talvez por isso Deus o levou mais cedo, pois atualmente do jeito que as coisas estão, as boas pessoas sofrem demais. Que Deus o tenha em paz. E que Ele nos de a honra de encontrá-lo quando para lá formos. Parabéns pela matéria e por sua sinceridade ao expressar sua emoção em público.

  4. admin says:

    Caro Carlos:
    Belo depoimento sobre o John Denver, valeu! E muito obrigado pelo elogio. As músicas dele eram isso mesmo, simplicidade honesta e sincera, músicas vindas do fundo de sua alma e de seu coração. Grande abraço, obrigado pela visita e volte sempre!!!!

  5. ANTONIO PLINIO says:

    Se existe um CD que quase furei foi do John Denver. Sua música é paralisante, impossível não ouvir. Recomendo o filme A História de John Denver (Tírulo original: Take me Home).
    Assisti em TV à cabo em 2001 e, infelizmente, nunca encontrei em nenhuma programação, nem em locadora.

  6. admin says:

    Creio ter assistido esse filme também, Antonio, mas não inteiro, infelizmente. John Denver realmente deixou saudades. Sorte que os discos e vídeos deles estão por aí, permitindo-nos curtir suas belas e positivas canções; Obrigado pela visita e volte sempre!

  7. Eduardo says:

    UMA PENA! NÃO O CONHECIA, MAS DIVIDE COM JONH DENVER A IMPORTÂNCIA DE SE FAZER ALGO PARA QUE O SER HUMANO CRESÇA! QUANDO ESCUTOS AS MÚSICAS DE JOHN DENVER, APESAR DE TER 34 ANOS E AINDA DESCOBRIR SUAS MÚSCIAS, TAMBÉM CHORO, ASSIM COMO O ADMIN E O CARLOS TAMBÉM! O MEU CHORO É UM POUCO SOFRIDO, POIS VEJO NAS LETRAS QUE NÃO FAZEMOS O QUE PODEMOS PARA SERMOS FELIZES, E TAMBÉM PARA FAZER O OUTRO FELIZ, COISA QUE ESTAS MÚSICAS PASSAM EM VERDADEIRO SENTIMENTO A NÓS! QUE O AMOR DE DEUS NOS CUBRA DE UM AMOR RENOVADO PARA UM FUTURO DE MAIS DOAÇÃO PARA TODOS! ABRAÇOS!

  8. eu queria ver o filme novamente e muito bom e triste que nao vemos hoje em dia e uma liçao de vida

  9. Belo depoimento, Eduardo! Grande abraço e volte sempre que puder/quiser!

  10. admin says:

    Eu também gostaria de rever esse filme, Willians. Seria muito legal, pois a mensagem que ele divulga é das melhores. Grande abraço e volte sempre que puder/quiser!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>