Mondo Pop

O pop de ontem, hoje, e amanhã...

Capital Inicial estará em Álbuns Clássicos

Por Fabian Chacur

A partir de março, a Mix TV e a Mix FM darão início a uma série muito interessante. Trata-se de Projeto Mix Ao Vivo – Álbuns Clássicos, com transmissão por essas emissoras de TV e rádio.

Mensalmente, teremos alguns dos mais importantes grupos do rock brasileiro tocando, na íntegra, o repertório de trabalhos antológicos de suas respectivas discografias.

O Capital Inicial, por exemplo, irá participar com o repertório completo de seu autointitulado álbum de estreia, de 1986, que inclui hits como Música Urbana, Fátima e Psicopata.

Do mesmo ano é Selvagem?, dos Paralamas do Sucesso, trabalho que inclui petardos como Alagados, A Novidade e Melô do Marinheiro, entre outras.

E 1986 foi mesmo um ano sensacional para o rock brasileiro, pois Cabeça Dinossauro, dos Titãs, também chegou às lojas nessa época, repleto de clássicos como AAUU, Homem Primata, Polícia e O Quê.

Considerado por muita gente o melhor álbum do rock brasileiro de todos os tempos, o incandescente e energético Nós Vamos Invadir a Sua Praia, de 1985, representará o Ultraje a Rigor, com direito à faixa título, Inútil, Ciúme e Zoraide, só para citar algumas.

Completam a programação anunciada pelos organizadores dois petardos de grupos da geração anos 90: Cosmotron(2003), do Skank, e Lado B Lado A(1999), do O Rappa. Cada programa incluirá, além do show, entrevistas com os músicos e cenas dos bastidores das gravações.

Ouça Música Urbana, com o Capital Inicial:

2 Comments

  1. Legal!!! Anos 80/90 do rock nacional eh a minha praia!

  2. Essa série da Mix TV/Mix FM promete, Cláudio. E uma boa notícia para quem está fora do Brasil: após a exibição na TV, o material ficará disponível no site deles!!! A escolha inicial do elenco foi muito boa, assim como dos discos. Tomara que tenha mais coisas no futuro. Grande abraço e obrigado pela visita qualificada de sempre!!!

Leave a Reply

Your email address will not be published.

*

© 2020 Mondo Pop

Theme by Anders NorenUp ↑