Mondo Pop

O pop de ontem, hoje, e amanhã...

O genial Elton John faz 65 anos; e que gênio!

Por Fabian Chacur

O dia 25 de março é realmente muito especial para a história da música, especialmente o ocorrido no ano de 1947. Nele, nasceu na Inglaterra Reginald Kenneth Dwight, mais conhecido como Elton John.

Cantor, compositor e músico de primeiríssimo gabarito, Elton é um gênio, e não faltam argumentos para fundamentar tal afirmação.

Para começo de conversa, trata-se de um dos mais bem-preparados músicos no universo da música pop, com direito a formação erudita e tudo. Isso fica evidente para quem analisar seus discos com cuidado, pois as influências clássicas sempre se fazem presentes.

Toda essa bagagem foi ampliada quando o cara tomou contato com o rock and roll e o pop, e poucos compositores conseguiram misturar esses universos com tanta felicidade como ele.

Além de excelente tecladista e compositor, Elton é também um cantor excepcional, capaz de encarar rocks, funks, standards, country, soul e pop com rara personalidade e originalidade. Pastiche não é com ele!

Embora tenha vivido sua fase áurea entre 1970 e 1976, o mestre nunca deixou de nos oferecer obras legais nessas suas cinco décadas de carreira. Atrevo-me a dizer que ele tem, no mínimo, umas cem músicas excelentes, do tipo cinco estrelas, algo que poucos nomes por aí podem se gabar de ter.

Entre 1970 e 1976, período desse auge citado acima, ele lançou incríveis 12 álbuns, e me atrevo a dizer que rigorosamente todos são no mínimo bons ou ótimos. E olha que ele era pressionado a gravar toda hora e passou por uma idolatria por parte do público em todo o mundo.

Um bom exemplo: Captain Fantastic And The Dirt Brown Cowboy (1975) foi o primeiro álbum a estrear na parada americana direto no primeiro lugar. O segundo foi Rock Of The Westies (1976), do próprio Elton. Hoje, esse fato é banal, mas na época, ninguém havia conseguido tal façanha.

Outro: dá para imaginar que Skyline Pigeon, provavelmente seu maior hit no Brasil nos anos 70, só tenha feito sucesso por aqui? Mas é fato. A música saiu em uma versão com cravo no primeiro álbum do artista, em 1969 (Empty Sky).

Foi uma despretensiosa regravação, relegada ao lado B de compacto no exterior, que estourou por aqui, ao entrar na trilha sonora de uma novela global. E a música é linda! Ou seja, o cara tinha tantos hits potenciais que alguns até passavam batidos por aí…

A partir daí, alternou boas e más fases, mas nunca deixou de lotar todos os espaços onde tocou. Concordo que alguns de seus hits dos anos 80/90 são meio malas, tipo Nikita, Little Jeannie e Sacrifice, mas para cada uma dessas, ele tem no mínimo umas 20 irrepreensíveis.

E vale lembrar: ao vivo, Elton é simplesmente brilhante, conseguindo unir energia, carisma e um repertório sempre impecável. Nunca vou me esquecer do excepcional show que vi dele aqui em São Paulo em novembro de 1995, com mais de duas horas de duração e com uma música boa atrás da outra. Só sucessos!

Quando cheguei em casa, vi que ele poderia ter feito outro espetáculo, com a mesma duração e a mesma excelência em termos de set list, sem repetir uma única música e só se valendo de hits. Quantos artistas por aí poderiam fazer isso? Paul McCartney, Stevie Wonder e mais uma meia dúzia de outros.

Álbuns como Elton John (1970), Don’t Shoot Me I’m Only The Piano Player (1973), Goodbye Yellow Brick Road (1973), Captain Fantastic And The Dirt Brown Cowboy (1975) e Rock Of The Westies (1975) são apenas alguns de seus grandes álbuns, e merecem ser conferidos hoje, agora, já!

E o melhor: aos 65 anos, Sir Elton John continua na ativa, fazendo ótimos shows e lançando discos bacanas, como o que gravou ao lado de Leon Russell, por exemplo, The Union (2010). E vem mais coisas boas por aí, podem esperar.

Chega de papo! Ouça a seguir quatro das centenas de músicas desse cara que me proporciona tanto prazer desde que eu tinha meus 10 anos de idade. E parabéns, Tia Elton, você é demais!

Saturday Night’s Alright For Fighting:

Skyline Pigeon:

Rocket Man:

The Greatest Discovery:

8 Comments

  1. Lindo….Parabéns!!!
    Elton é gênio!

  2. vladimir rizzetto

    April 5, 2012 at 2:37 pm

    Salve Fabian!

    Elton John, esse realmente é gênio!
    E esses álbuns que você citou são realmente a nata. Música para ser ouvida daqui 100 anos.

    Abraço, baluarte!

  3. Concordo plenamente contigo, Vladimir. Grande abraço e obrigado pela visita qualificada de sempre!!!!

  4. Davi Messias Ribeiro

    April 6, 2012 at 1:22 am

    Boa sou fã dele desde minha adolescência, é música de qualidade feita por gênio, não musiquinha modinha chiclete que dali a pouco todo mundo esquece.

  5. admin

    April 8, 2012 at 3:53 am

    Concordo em gênero, número e grau contigo, Davi. Lançaram, inclusive, nos anos 70, um compacto duplo dele intitulado Genius+Music=Elton John. E é a mais pura verdade!!! Grande abraço, obrigado pela visita e volte sempre!

  6. Célio de Azevedo Júnior

    January 21, 2017 at 6:24 am

    Mito.

  7. Bota mito nisso! Grande abraço, Célio, obrigado pela visita, e volte sempre!

  8. Elton John é o artista com a carreira mais duradoura, com relação a lançamentos de músicas e sucessos. De 1970, com Your song, até 1991 (se não me engano) com The One, excluindo a música do Rei Leão, de 1994.

Leave a Reply

Your email address will not be published.

*

© 2018 Mondo Pop

Theme by Anders NorenUp ↑