Mondo Pop

O pop de ontem, hoje, e amanhã...

Ultraje turbina seu primeiro CD ao vivo

Por Fabian Chacur

Na noite desta sexta-feira (17), no Teatro da Mix, em São Paulo, o Ultraje a Rigor releu de forma turbinada seu histórico álbum de estreia, Nós Vamos Invadir a Sua Praia (1985). A performance foi registrada e será exibida na Mix TV e na Mix FM em setembro dentro da ótima série Álbuns Clássicos, na qual alguns dos melhores discos da história do rock brasileiro são tocados na íntegra pelos grupos que os gravaram originalmente.

Fazia tempo que eu não via o Ultraje em cena. A banda só mantém um integrante de sua formação original, o impagável cantor, compositor e guitarrista Roger Rocha Moreira, um dos grandes ícones do rock brasileiro. Em plena forma, ele parece dormir em formol, pois mantém o carisma e o bom humor dos anos 80. É o nosso Chuck Berry, sem a parte policial, felizmente.

A atual escalação do grupo é uma das melhores de sua história, se não for a melhor. No baixo, temos outro cara marcante na história do rock brazuca, o excelente baixista Mingau, do 365 e do Vega e que tocou com Deus e o mundo. Sempre bem, registre-se!

Na bateria, um verdadeiro dínamo que atende pelo nome de Bacalhau, outro que tem um currículo bacana que inclui Little Quail And The Mad Birds e Rumbora. Na guitarra, o brother Marcos Kleine, ex-Exhort e Vega, que divide solos e bases com Roger com total desenvoltura.

A música do Ultraje a Rigor exige energia, bom humor e personalidade, e o quarteto atual tirou de letra o desafio de tocar as 11 faixas do álbum que foi eleito em enquete promovida por uma revista musical há alguns anos como o melhor disco da história do rock brazuca.

Nós Vamos Invadir a Sua Praia parece coletânea, e de certa forma é mesmo, pois inclui músicas que Roger e seus colegas haviam escrito entre 1982 e 1984, e testado nos inúmeros shows que fizeram nos porões paulistanos da época, antes de entrar em estúdio e gravá-las.

Contando com o apoio do vocalista Ricardinho (do Beatles 4 Ever, onde faz com grande categoria o papel de Paul McCartney), o Ultraje 2012 tocou músicas como Eu Me Amo, Ciúme, Independente F.C., Marylou e Rebelde Sem Causa com arranjos bem próximos aos das gravações originais, acrescidos de um ou outro detalhe e de muita energia.

Jesse Go, que no álbum original era cantada pelo então baixista Maurício, ganhou uma ótima interpretação de Mingau, que me arrisco a qualificar como melhor do que a anterior. O programa de TV também incluirá Roger falando sobre o álbum e as canções, sempre com respostas irreverentes e reveladoras.

Por problemas técnicos de gravação, o grupo gravou novamente Ciúme, Marylou e Independente F.C., além de proporcionar ao público que lotou o teatro Chiclete e Pelado como faixas-bônus, pois as duas não integram Nós Vamos Invadir a Sua Praia.

O momento mais impressionante do show ficou com Ciúme, na qual Bacalhau deu um verdadeiro banho de energia e sendo o mais aplaudido da noite, após sua performance ensandecida. Longa vida, Ultraje!!!

Zoraide, com o Ultraje a Rigor, ao vivo no Agora é Tarde:

Nós Vamos Invadir a Sua Praia, clipe da época, com o Ultraje a Rigor:

2 Comments

  1. Muito boa a matéria. Porém, é Marcos Kleine e não Markos… muda aí.

    Vi o show pela internet, foi demais!!! Ultraje sempre será um ícone no rock nacional e esse CD é perfeito. Vida longa ao rock nacional!!! \m/

  2. admin

    August 19, 2012 at 3:40 am

    Cara Ana Carolina:
    Antes de tudo, muito obrigado pelo toque. A pressa é definitivamente a grande inimiga da perfeição. Imagina escrever nome de amigo errado….que vacilo!!! Agora, devidamente corrigido, graças a você. Quanto aos elogios, muito obrigado. O show realmente foi ótimo, e o Ultraje felizmente continua na ponta dos cascos!!! Grande abraço, tuuuuudo de bom, e volte sempre que puder/quiser!

Leave a Reply

Your email address will not be published.

*

© 2020 Mondo Pop

Theme by Anders NorenUp ↑