Mondo Pop

O pop de ontem, hoje, e amanhã...

Search results: "bacamarte"

Bacamarte encerra festival em Niterói ao lado de Jane Duboc

Bacamarte 03 [crédito Liza Bueno]-400x

Por Fabian Chacur

Iniciada em agosto, a 3ª edição do CaRIOca Prog Festival (leia mais sobre o evento aqui) terá seu encerramento em Niterói nesta sexta (25) às 20h no Teatro Municipal de Niterói (avenida XV de Novembro, nº 35- Centro- fone 0xx21-2620-1624), com ingressos a R$ 80,00 (meia) e R$ 160,00 (inteira). E que bela escolha para essa tarefa: a banda Bacamarte, que contará com a participação especial de Jane Duboc.

Criado em 1974, o grupo carioca que mantém de sua formação original Mario Neto (composições, guitarra e violão) e Marcus Moura (flauta e acordeon) tornou-se um ícone do rock progressivo brasileiro ao lançar o álbum Depois do Fim, gravado em 1979 mas lançado apenas em 1983, pela via independente.

Com marcante participação de Jane nos vocais de quatro faixas, o álbum logo ultrapassou fronteiras, tornando-se popular entre os fãs de prog rock na Alemanha, Itália, Rússia e principalmente Japão.

Este álbum voltou ao mercado nacional apenas em 2009, no formato CD e em luxuosa edição digipack pela gravadora Som Livre, depois de ter sido uma raridade disputada a tapa nos sebos da vida. O grupo lançou mais um álbum, Sete Cidades (1999), e a partir de 2012 voltou a fazer concorridos shows com mais regularidade, sempre com casa cheia.

A apresentação no encerramento do CaRIOca Prog Festival terá a participação especial de Jane Duboc, além da formação atual do grupo, que traz ao lado de Mario Neto e Marcus Moura os músicos Willian Murray (baixo), Robério Molinari (piano e teclados) e Alex Curi (bateria). No repertório, músicas dos dois álbuns da banda e também algumas inéditas.

Depois do Fim- Bacamarte (ouça em streaming):

CaRIOca Prog Festival leva rock progressivo ao Rio e a Niterói

Bacamarte 03[crédito Fred Padrão] -2-400x

Por Fabian Chacur

O rock progressivo surgiu no finalzinho dos anos 1960 e se desenvolveu durante a década de 1970, tornando-se uma das vertentes mais sofisticadas e criativas desse gênero musical. Após esse auge, perdeu espaço na mídia, mas continuou sendo cultuado por um público fiel, além de inspirar novas bandas. A prova é o CaRIOca Prog Festival, cuja terceira edição será iniciada neste sábado (31) às 21h com show da banda Kaizen, e encerrada no dia 25 de outubro, com o histórico Bacamarte (FOTO), tendo shows no Rio e em Niterói (veja a programação completa abaixo).

Realizada graças a uma parceria da Vértice Cultural com a BeProg e sem patrocínio, o CaRIOca Prog Festival prova vitalidade ao trazer um total de 12 bandas, mais do que o dobro das edições anteriores, incluindo formações do Rio de Janeiro, Niterói, São Paulo, Pará, Rondônia e Rio Grande do Sul. Os shows terão como palcos o Centro Cultural Justiça Federal (Cinelândia), Centro da Música Carioca (Tijuca), Solar de Botafogo e Theatro Municipal de Niterói.

O elenco traz maravilhas como o grupo Bacamarte, integrante histórico do rock progressivo brasileiro e carioca, com 45 anos de estrada e um álbum, Depois do Fim (gravado em 1979 e lançado em 1983) considerado um clássico do prog rock mundial. Em seu show, eles contarão com a participação especial da consagrada cantora Jane Duboc, que fez as vezes de vocalista da banda nesse trabalho relançado em 2009 pela Som Livre no formato CD.

O grupo paulista Dialeto trará a seu show um convidado mais do que especial. Trata-se do violonista britânico David Cross, que integrou o seminal grupo King Crimson, participando com destaque de álbuns venerados mundialmente como Lark’s Tongue In Aspic (1973), Starless And Bible Black (1974) e Red (1974). O baixista Jorge Pescara também mostrará a vertente progressiva de seu trabalho. E tem mais, muito mais.

PROGRAMAÇÃO – CaRIOca ProgFestival 2019

31/8 (sábado) – KAIZEN (Rio de Janeiro)

Lançamento do álbum Áquila

Local: Teatro Municipal de Niterói

Horário: 19h

Ingressos: R$ 100,00 (inteira) / R$50,00 (meia-entrada legal)

Av. XV de Novembro, 35 – Centro

Niterói – RJ

Tel. (21) 2620-1624

5/9 (quinta-feira) – TEMPUS FUGIT (Rio de Janeiro)

Lançamento do álbum remasterizado The Down After The Storm

Local: Centro da Música Carioca

Horário: 20h

Ingressos: R$40,00 (inteira) / R$20,00 (meia-entrada)

Rua Conde de Bonfim, 824 – Tijuca

Rio de Janeiro – RJ (21) 3238-3831

12/9 (quinta-feira) – SEQUAZ (Niterói – RJ)

Retorno ao Vivo

Local: Centro da Música Carioca

Horário: 20h

Ingressos: R$40,00 (inteira) / R$20,00 (meia-entrada)

Rua Conde de Bonfim, 824 – Tijuca

Rio de Janeiro – RJ (21) 3238-3831

19/9 (quinta-feira) – PROGNOISE (Rondônia)

Lançamento do álbum Solar

Local: Centro da Música Carioca (CMC)

Horário: 20h

Ingressos: R$40,00 (inteira) / R$20,00 (meia-entrada)

Rua Conde de Bonfim, 824 – Tijuca

Rio de Janeiro – RJ (21) 3238-3831

26/9 (quinta-feira) – ULTRANOVA (Pará)

Samsara

Local: Centro da Música Carioca (CMC)

Horário: 20h

Ingressos: R$40,00 (inteira) / R$20,00 (meia-entrada)

Rua Conde de Bonfim, 824 – Tijuca

Rio de Janeiro – RJ (21) 3238-3831

1º/10 (terça-feira) – PESCARA-KNIGHT PROG (Rio de Janeiro)

Cavaleiro sem Armadura

Local: Centro Cultural Justiça Federal (CCJF)

Horário: 19h

Ingressos: R$40,00 (inteira) / R$20,00 (meia entrada legal)

Rua Conde de Bonfim, 824 – Tijuca

Rio de Janeiro – RJ (21) 3238-3831

10/10 (quinta-feira) – DIALETO (São Paulo) com David Cross

De Blavatsky a Bartók

Local: Centro Cultural Solar de Botafogo

Horário: 21h

Ingressos: R$ 80,00 (inteira) / R$ 40,00 (meia entrada legal)

Rua General Polidoro, 80 – Botafogo

Rio de Janeiro – RJ (21) 2543-5411

12/10 (sábado) – ARCPELAGO (Rio de Janeiro)

Show Interseções

Local: Centro da Música Carioca (CMC)

Horário: 17h

Ingressos: R$40,00 (inteira) / R$20,00 (meia-entrada)

Rua Conde de Bonfim, 824 – Tijuca

Rio de Janeiro – RJ (21) 3238-3831

12/10 (sábado) – CARAVELA ESCARLATE (Rio de Janeiro)

Local: Centro da Música Carioca (CMC)

Horário: 20h

Ingressos: R$40,00 (inteira) / R$20,00 (meia-entrada)

Rua Conde de Bonfim, 824 – Tijuca

Rio de Janeiro – RJ (21) 3238-3831

*Para quem assistir aos dois shows, os ingressos passam a ser R$ 60,00/ R$ 30,00 (meia-entrada).

18/10 (sexta-feira) – APOCALYPSE (Rio Grande do Sul)

The 35th Anniversary Concert

Local: Centro Cultural Solar de Botafogo

Horário: 21h

Ingressos: R$ 80,00 (inteira) / R$ 40,00 (meia entrada legal)

Rua General Polidoro, 80 – Botafogo

Rio de Janeiro – RJ (21) 2543-5411

19/10 (sábado) – APOCALYPSE (Rio Grande do Sul)

The 35th Anniversary Concert

Local: Centro Cultural Solar de Botafogo

Horário: 21h

Ingressos: R$ 80,00 (inteira) / R$ 40,00 (meia entrada legal)

Rua General Polidoro, 80 – Botafogo

Rio de Janeiro – RJ (21) 2543-5411

22/10 (terça-feira) – FLEESH (Rio de Janeiro)

Lançamento do álbum Across the Sea

Local: Centro Cultural Justiça Federal (CCJF)

Horário: 19h

Ingressos: R$ 40,00 (inteira) / R$ 20,00 (meia entrada legal)

Av. Rio Branco, 241 – Centro

Tel. (21) 3261-2550

25/10 (sexta-feira) – BACAMARTE (Rio de Janeiro)

45 Anos

Local: Teatro Municipal de Niterói

Horário: 20h

Ingressos: R$ 160,00 (inteira) / R$ 80,00 (meia-entrada legal)

Av. XV de Novembro, 35 – Centro

Niterói – RJ

Tel. (21) 2620-1624

Depois do Fim- Bacamarte (ouça o álbum em streaming):

Jane Duboc interpreta hits em show no Sesc Pompeia (SP)

jane duboc 2-400x

Por Fabian Chacur

A carreira de Jane Duboc equivale a uma belíssima viagem pelo mundo da música. Esta incrível cantora paraense está há mais de 40 anos na estrada, período durante o qual se consolidou como uma artista do mais alto gabarito. Menos reconhecida do que deveria pela mídia brasileira, ela dá uma geral em seus hits e momentos mais estelares no show Uma Vida Para a Música, que será apresentado em São Paulo nesta sexta (20) às 21h no Sesc Pompeia (rua Clélia, nª 93- Pompeia- fone 0xx11-3871-7700), com ingressos custando de R$ 9,00 a R$ 30,00 (mais detalhes aqui).

No repertório dessa apresentação, teremos canções que estiveram nas paradas de sucesso nos anos 1980 e 1990. Entre elas, estão escaladas Chama da Paixão, Sonhos, Manuel o Aldaz, Besame, Só nós Dois, Todo Azul do Mar e Partituras. São músicas que frequentaram programas de TV e trilhas de novelas, em uma época que material de qualidade também conseguia essa façanha, hoje não tão simples.

Nascida em Belém (PA) em 16 de novembro de 1950, Jane Duboc morou por seis anos nos EUA quando ainda era adolescente. Nesse período, estudou orquestração, canto lírico, flauta e arte dramática na Faculdade de Música da Universidade da Georgia. Por lá, casou com o músico Jay Anthony Vaquer, que tocaria com Raul Seixas. Juntos, tiveram o filho Jay Vaquer, hoje um dos nomes mais promissores da nova geração.

Ao voltar ao Brasil em 1977, depois de trabalhar como cantora, musicista e professora nos EUA, ela participou de shows de Egberto Gismonti, integrou pequenos grupos musicais e gravou jingles, entre outras ocupações. Em 1980, lançou Languidez, seu primeiro álbum solo, que contou com participações especiais de Toninho Horta, Djavan e Sivuca, além de divulgação com clipe no Fantástico. Em 1982, obteve como intérprete o terceiro lugar no MPB Shell, promovido pela Rede Globo, com a canção Doce Mistério (Tentação).

Versátil, ela participou em 1983 do hoje clássico álbum O Grande Circo Místico, de Chico Buarque e Edu Lobo, cantando Valsa dos Clowns, e como vocalista do álbum Depois do Fim, do grupo de rock progressivo carioca Bacamarte. Bastante conhecida e respeitada entre os colegas, ela ainda não havia obtido um grande sucesso comercial. Isso viria logo a seguir, e de forma bastante significativa.

Em 1987, Jane lançou seu primeiro álbum pela gravadora Continental, e nele incluiu as duas canções que invadiram as paradas de sucesso de todo o país logo a seguir: as românticas Chama da Paixão e Sonhos, que a levaram a participar de programas populares de TV. A partir daí, até meados dos anos 1990, teve presença constante em trilhas de novelas.

Mesmo sem tanta divulgação na grande mídia, a carreira de Jane nos últimos 25 anos é repleta de momentos importantes. Em 1992, por exemplo, lançou o belo Movie Melodies, com releituras personalizadas de grandes temas de filmes. Em 1994, gravou em parceria com o consagrado músico de jazz americano Gerry Mulligan o álbum Paraíso, lançado no exterior pelo prestigiado selo Telarc Jazz Records.

Em alguns momentos, ela dedicou álbuns inteiros a repertório de compositores que admira. Ela fez isso com as obras de Flávio Venturini (Partituras, 1995), Egberto Gismonti (Canção da Espera, 2008) e o filho Jay Vaquer (Sweet Face Of Music, 2010). De 2000 a 2011, foi sócia da gravadora Jam Music, que durante sua existência lançou álbuns dela e de artistas como Angela Ro Ro, Beth Carvalho, Alaíde Costa, Oswaldo Montenegro, Celso Viáfora e Cristina Buarque, entre outros.

Seu mais recente trabalho é o CD Duetos, no qual conta com as participações especiais de Bianca e Egberto Gismonti, Oswaldo Montenegro, Celso Fonseca, Fábio Jr., Toquinho, Roupa Nova e Roberto Menescal. Ah, quer mais uma, e das boas, para finalizar? Jane participou em 6 de outubro de 1993, no Olympia, em São Paulo, de um show do astro do rock Peter Gabriel, cantando com ele Blood Of Eden. E acreditem: faltou muita coisa feita por ela nesse post. Muita mesmo!

Besame– Jane Duboc:

© 2020 Mondo Pop

Theme by Anders NorenUp ↑