Mondo Pop

O pop de ontem, hoje, e amanhã...

Tag: abril 2016

Isabella Taviani e Carpenters se combinam em CD e shows

FOTO DARYAN DORNELLES-400x

Por Fabian Chacur

Carpenters Avenue é o primeiro CD da carreira de Isabella Taviani na qual ela deixa seu lado compositora de lado e se dedica somente a repertório alheio. No caso, as canções dos Carpenters. Ela mostra esse repertório em shows no dia 30 de abril (sábado) às 22h em São Paulo no Tom Brasil (rua Bragança Paulista, nº 1.281- Chácara Santo Antônio- fone 4003-1212), com ingressos de R$ 120,00 a R$ 240,00, e no dia 6 de maio (sexta-feira) às 22h30 no Vivo Rio (av. Infante Dom Henrique, nº 85- Parque do Flamengo- fone 0xx21- 2531-1227), com ingressos de R$ 120,00 a R$ 200,00.

Isabella é fã do trabalho dos irmãos Karen (1950-1983- vocal) e Richard Carpenter (piano e arranjos) desde seus tempos de criança. Admite forte influência da voz doce e melódica de Karen no desenvolvimento de seu trabalho próprio. Gravar Carpenters Avenue é a realização de um sonho antigo. O repertório traz 14 músicas extraídas do repertório gravado pela dupla, entre grandes hits e alguns lados B.

Em (They Long To Be) Close To You, temos a participação da estrela americana Dionne Warwick, que além de grande estrela da canção era amiga e confidente de Karen. Isabella, por sinal, participará dos shows que Dionne fará no Brasil nos dias 28 (quinta-feira) em São Paulo e 29 (sexta-feira) no Rio interpretando com ela esta canção iluminada.

Na faixa Sometimes, marca presença Monica Mancini, filha do saudoso e lendário músico, maestro e compositor de trilhas de filmes Henry Mancini. Aliás, a introdução dessa gravação é uma passagem de piano tocada pelo próprio Henry Mancini há mais de 40 anos e resgatada especialmente para este projeto. Requinte luxuoso perde.

Além das duas canções citadas, estão no CD We’ve Only Just Begun, Only Yesterday, Superstar, For All We Know, Please Mr. Postman e Rainy Days And Mondays, entre outras. Com gravações feitas nos EUA e no Brasil, tivemos a participação de músicos como Leland Sklar (baixista que já tocou com James Taylor e Phil Collins), Marcos Suzano (percussão) e Larry Goldings (teclados). Destaque para a capa, que segue a tipologia de letras usadas nos discos do grupo.

(They Long To Be) Close To You– Isabella Taviani e Dionne Warwick:

Please Mr. Postman– Isabella Taviani:

Saiba mais sobre Carpenters Avenue:

Wander Wildner mostra novo álbum em show em São Paulo

Wander Wildner

Por Fabian Chacur

Indo do punk ao brega e passando por muita coisa no meio disso, Wander Wildner é uma das figuras mais interessantes do rock brasileiro. Na estrada desde os anos 1980, quando era vocalista dos Replicantes, ele volta com um novo álbum, WANCLUB- Música Para Dançar Volume 59, com sua banda Wander Wildner y sus Comancheros. Ele lança o trabalho em São Paulo com show neste sábado (23) às 21h30 na comedoria do Sesc Belenzinho (rua Padre Adelino, nº1.000- Belenzinho- fone 0xx11-2076-9700), com ingressos custando de R$ 6,00 a R$ 20,00.

Com distribuição pela Deck, WANCLUB- Música Para Dançar Volume 59 conta com 20 músicas na versão digital e 14 no formato físico. O repertório saiu de uma escolha do público através do esquema de financiamento coletivo (crowdfunding), e reúne releituras bastante repaginadas de músicas de todas as fases dos mais de 30 anos de carreira deste cantor, compositor e músico gaúcho.

Dos Replicantes, temos Astronauta. Bebendo Vinho, que muita gente conheceu na releitura do Ira!, também está aqui, assim como Eu Não Consigo Ser Alegre o Tempo Todo e Um Lugar do Caralho, esta última do saudoso Júpiter Maça e gravada anteriormente por Wildner em 1996. O set list também traz uma inédita Colonos em Chamas, uma das que só pode ser encontrada na versão digital do trabalho.

A afiadíssima banda que acompanha Wildner, a Los Comancheros, traz como destaque o lendário guitarrista e violonista Jimi Joe (Atahualpa Y Os Panquis), também conhecido por sua extensa atuação como jornalista na área musical (Bizz, Estadão etc). Completam o time Gustavo Chaise (baixo), Arthur de Faria (gaita, piano e glockenspiel), Luke Faro (bateria) e Andrio Maquenzi (guitarra).

Eu Não Consigo Ser Alegre o Tempo Inteiro:

Ouça as músicas de WANCLUB Música Para Dançar Volume 59 em streaming:

Humberto Gessinger retorna com o seu novo single digital

humberto gessinger single digital capa-400x

Por Fabian Chacur

A carreira solo de Humberto Gessinger, iniciada com o álbum InSULar(2013) e prosseguida com o DVD InSULar Ao Vivo (2014) acaba de produzir um novo fruto. Trata-se de um single digital que traz as músicas Pra Ficar Legal (parceria de Gessinger com Paulo Galvão) e Faz Parte (assinada apenas pelo roqueiro gaúcho). O lançamento ficou a cargo do selo Deck.

As músicas foram gravadas no estúdio Soma, com produção a cargo do próprio cantor, compositor e músico gaúcho. Ele as define de forma bem direta. “Essas duas canções dão o tom exato do momento que vivo na estrada, acompanhado por uma galera bacana. Com muitos quilômetros rodados e a nítida impressão de que o melhor ainda está por vir”.

O eterno líder dos Engenheiros no Hawaii se incumbiu de vocal, baixo, teclados, harmônica, guitarra e voz, ladeado por Rafael Bisogno (bateria) e Nando Peters (guitarra). Pra Ficar Legal tem uma pegada pop rock deliciosa que surpreende ao fugir um pouco do padrão sonoro do artista, enquanto Faz Parte desenvolve de forma competente seu bom estilo habitual que tantos fãs conquistou nas últimas décadas.

Pra Ficar Legal– Humberto Gessinger:

Faz Parte– Humberto Gessinger:

Roberta Spindel canta os hits do genial Gonzaguinha no Rio

=_UTF-8_Q_Roberta_Spindel_e_Marcus_Brandao=5Fcredito=5FDivulga=C3=A7=C3=A3o=2Ejpg_=-400x

Por Fabian Chacur

A cantora Roberta Spindel, em parceria com o cantor, ator e produtor Marcus Brandão, estrela o show Começaria Tudo Outra Vez- Um Tributo ao Cantor Gonzaguinha, que tem como objetivo homenagear um dos maiores nomes da história da MPB que nos deixou há 25 anos, em um triste 29 de abril de 1991. O espetáculo será realizado no Rio nos dias 22 e 29, duas sextas-feiras, sempre às 21h, no Paris Show- Casa de Arte e Cultura Julieta de Serpa (Praia do Flamengo, nº 340- Flamengo-RJ- fone 0xx21-2551-1278), com ingressos custando R$ 80,00.

No repertório, alguns dos momentos mais impactantes da carreira de Gonzaguinha, como De Volta Ao Começo, Redescobrir, Explode Coração, Grito de Alerta, O Homem Chegou e Eu Apenas Queria Que Você Soubesse, entre outras maravilhas. No acompanhamento, uma banda integrada por Guilherme Menezes (guitarra e direção musical), Gabriel Gravina (piano), Victor Brun (piano), Bruno Marques (flauta), Ares D’Athayde (bateria) e Carlos Henrique de Souza (baixo).

Roberta ficou conhecida a partir de 2008 ao participar dos musicais Cazuza- Jogado a seus Pés, A Feliz Árvore de Natal e Por Uma Noite- Um Sonho Nos Bastidores da Broadway. Em 2011, lançou seu primeiro CD solo, Dentro do Meu Olhar, com produção de Max Pierre, repertório com músicas de Caetano Veloso, Djavan, Milton Nascimento e Gilberto Gil e a participação especial de Caetano em Como Dois e Dois.

Duas de suas gravações foram incluídas em trilhas de novelas globais, Esquinas (Morde & Assopra) e Se Eu Quiser Falar Com Deus (Amor Eterno Amor), enquanto Unwritten entrou na trilha de Bicho do Mato, da Record. Ela lançou recentemente Fina Flor, sua primeira música autoral, com produção a cargo do experiente Nilo Romero, que trabalhou com Cazuza. O segundo álbum já está a caminho.

Esquinas– Roberta Spindel:

Se Eu Quiser Falar Com Deus– Roberta Spindel:

Fina Flor (ao vivo, voz e violão)- Roberta Spindel:

Igor Prado Band toca em SP e se prepara para a premiação

igor prado band 2-400x

Por Fabian Chacur

Que tal ser brasileiro e concorrer a um importante prêmio de blues na pátria desse estilo musical? Pois é exatamente isso o que está acontecendo com a Igor Prado Band, que no dia 5 de maio irá disputar um dos troféus, na categoria Best New Artist, na 37ª edição do Blues Music Awards, um dos prêmios mais badalados do blues. Enquanto isso, a banda faz um aquecimento com curta temporada no bar do Terraço Itália (avenida Ipiranga, nº 344- República- SP- fone 0xx11-2189-2929) que terá início nesta terça-feira (12) às 20h30, com couvert artístico a R$45,00.

Há 16 anos na estrada, a banda é liderada por Igor Prado (guitarra e vocal), que tem a seu lado o irmão Yuri Prado (bateria), Rodrigo Mantovani (baixos elétrico e acústico) e Denílson Martins (saxofone). Eles também estarão no bar do Terraço Itália nos dias 19 e 26, e darão uma geral no material registrado em seis CDs, sendo que a ênfase certamente será no repertório do mais recente, Way Down South.

Lançado em 2015 no exterior pelo importante selo Delta Groove, foi exatamente Way Down South, creditado a Igor Prado and The Delta Groove All Stars devido a diversas participações especiais, que proporcionou ao grupo concorrer ao Blues Music Awards.

O álbum está disponível em formato físico nas lojas da Livraria Cultura e também em termos digitais no Itunes e na Amazon. Marcam presença no disco feras do blues como Sugaray Rayford, Kim Wilson (do grupo Fabulous Thunderbirds), Mud Morganfield (filho do lendário Muddy Waters), Mitch Kashmar e diversos outros.

Teaser do álbum Way Down South:

Shake & Fingerpop– Igor Prado and The Delta Groove All Stars:

She’s Got It– Igor Prado Band & Mud Morganfield:

Dona Cislene e Kapitu são as atrações do evento RNR (RJ)

dona cislene banda de rock-400x

Por Fabian Chacur

O evento Rio Novo Rock (RNR) existe há um ano e meio e já apresentou os trabalhos de 43 bandas da nova geração, além de 21 DJs, com um público de mais de 10 mil pessoas até o momento. Antes restrito aos artistas do Rio, recentemente as portas foram abertas para talentos de outros estados. Nesta quinta (7), teremos os grupos Dona Cislene (Brasília) e Kapitu (Niterói). Os shows serão a partir das 20h no Imperator- Centro Cultural João Nogueira (rua Dias da Cruz, nº 170-Meyer-RJ- fone 0xx21-2597-3897), com ingressos a R$ 20,00 e R$ 40,00.

Na ativa desde 2010, a banda Dona Cislene (FOTO) é integrada por Bruno Alpino (vocal), Guilherme do Bem (guitarra), Pedro Piauí (baixo) e Paulo Sampaio (bateria). Com um rock and roll vigoroso com elementos pop no meio, eles lançaram em 2014 Um Brinde Aos Loucos, com 12 faixas, entre as quais Ego, Má Influência e Good Vibe. Em 2015, foi a vez do ótimo single A Ilha, com participações de Dinho Ouro Preto (Capital Inicial) e Digão (Raimundos) e divulgado por um clipe impactante.

Uma mistura ardida de rock, blues e r&b norteia a sonoridade da banda Kapitu, oriunda de Niterói (RJ) e composta por Yuri Corbal (guitarra e vocal), Jahba (guitarra), Irlan Guimarães (baixo) e Rafael Marcolino. Com oito anos de carreira, lançaram os álbuns Utopia (2013) e Vermelho (2015), e participaram com a música Pra Nunca Te Deixar do badalado projeto Converse Rubber Tracks. Também estão escalados para a nova edição do RNR o DJ Rocco e o VJ Miguel Bandeira.

Ilha– Dona Cislene (clipe):

Apenas Diferente– Kapitu (clipe):

Tuia lança o CD Reverso Folk com convidados em São Paulo

tuia cartaz show bourbon street 400x

Por Fabian Chacur

Tuia Lencioni volta com boas novidades para seus fãs. O cantor, compositor e músico paulista está lançando um novo CD solo, Reverso Folk, que marca sua entrada na Sony Music. Como forma de mostrar o novo repertório, ele chega a São Paulo para show nesta terça-feira (5) às 21h30 no Bourbon Street (rua dos Chanés, nº 127- Moema- fone 0xx11-5095-6100), com ingressos a R$ 50,00 e convidados mais do que especiais a seu lado.

Entre outros, estarão presentes na apresentação deste talentoso nome do folk-pop, ou folk rural, ou rock rural, ou como você preferir (boa música é uma dessas alternativas) Zé Geraldo, um dos pilares desse estilo, Guarabyra, do mitológico trio Sá, Rodrix & Guarabyra, Tavito, do eterno hit Rua Ramalhete e tantas outras referências bacanas, e Landau, dessa nova geração do rock rural tupiniquim, estão nesse time.

A carreira de Tuia teve início como integrante do grupo Dotô Jeka, que durou dez anos e conseguiu boa repercussão com seu som bem concatenado e uma releitura precisa de Romaria, de Renato Teixeira. Depois, partiu para a carreira solo. Tuia ao Vivo (2010-CD e DVD) o colocou no cenário do rock rural, seguido pelo ótimo CD de estúdio Jardim Invisível (2013- leia mais sobre o álbum aqui).

Reverso Folk, que está disponível em CD e também no formato digital, é o início solo de Tuia em uma gravadora multinacional, e tem como primeira faixa de trabalho a deliciosa A Cor do Dia. O repertório também traz Ainda a Mosca (com Zé Geraldo), Vermelho Coração (com Tavito) e Flor (com Guarabyra). A produção foi feita entre São José dos Campos (SP), onde o artista mantém atualmente sua base, e São Paulo.

A Cor do Dia (clipe)- Tuia:

© 2019 Mondo Pop

Theme by Anders NorenUp ↑