Mondo Pop

O pop de ontem, hoje, e amanhã...

Tag: agosto 2016 (page 1 of 2)

Amelinha mostra nova fase e hits com três shows em SP

amelinha 2016-400x

Por Fabian Chacur

Após 12 anos longe do mercado fonográfico, Amelinha lançou em 2014 o CD Janelas do Brasil, seguido em 2015 por um DVD de mesmo nome gravado ao vivo no Teatro Fecap, em São Paulo. Ela volta à capital paulista para divulgar esses trabalhos com shows de sexta a domingo (26 a 28/8), sempre às 19h15, na Caixa Cultural (praça da Sé, nº 111-Centro- fone 0xx11-3321-4400), com ingressos gratuitos que podem ser retirados a partir das 9h do dia de cada show (um par por pessoa).

O repertório do espetáculo mescla grandes sucessos dos 40 anos de carreira da cantora cearense, entre os quais Frevo Mulher, Foi Deus Quem Fez Você, Mulher Nova Bonita e Carinhosa Faz o Homem Gemer Sem Sentir Dor e Romance da Lua Lua com as canções mais recentes Felicidade (Marcelo Jeneci e Chico Cesar) e O Silêncio (Zeca Baleiro). Ao seu lado, os violonistas Julinho Braw e Cesar Rebechi, que dão ao show uma aura acústica e bastante elegante e contagiante.

Amelinha iniciou sua carreira na década de 1970, e seu primeiro trabalho profissional foi em uma turnê com Toquinho e Vinícius de Moraes. Em 1976, lançou o primeiro LP, Flor da Terra, mas o sucesso veio mesmo em 1979 com a empolgante Frevo Mulher. A partir daí, a cantora emplacou vários hits, com voz potente e repertório repleto de canções bacanas, como Galos Noites e Quintais (Belchior) e tantas outras.

Frevo Mulher (ao vivo)- Amelinha:

Foi Deus Quem Fez Você (ao vivo)- Amelinha:

Galos, Noites e Quintais (ao vivo)- Amelinha:

Canto Cego lança seu 1º CD e faz um show no Imperator-RJ

Canto Cego - flores - Por Daniel Seabra-400x

Por Fabian Chacur

Na estrada desde 2010, a banda Canto Cego está lançando seu primeiro álbum, Valente. O CD, com direito a capa digipack, encarte luxuoso e produção do experiente Felipe Rodarte, será apresentado ao público carioca com um show nesta quinta-feira (18) às 20h30 no Imperator (rua Dias da Cruz, nº 170- Meier- fone 0xx21-2597-8512), com ingressos a R$ 5,00 (meia) e R$ 10,00 (inteira). Boa chance para se conferir ao vivo um bom expoente da nova safra roqueira do Brasil.

Integram o grupo carioca Roberta Dittz (vocal),Rodrigo Solidade (guitarras, violão e vocais de apoio), Magrão Kovoc (baixo e vocais de apoio) e Ruth Rosa (bateria e vocais de apoio). O seu som é um rock vibrante, com direito a boas passagens de guitarra, vocais expressivos, boas letras e o carisma da cantora Roberta Dittz, que também assina a maior parte das letras. A música O Dono da Ordem é uma parceria de Dittz com Marcelo Yuka (ex-O Rappa), que por sinal assina sozinho outra faixa do álbum, Eu Não Sei Dizer.

Além de um bom repertório autoral que inclui faixas como Nuvem Negra e Vão, o quarteto nos proporciona em seu CD uma bela e original releitura de Zé do Caroço, um dos grandes clássicos da consagrada sambista Lecy Brandão. O Canto Cego tem fãs ilustres como o baixista, compositor, produtor e ex-integrante do Barão Vermelho Dé Palmeira. Os integrantes do time também atuam em áreas como poesia, artes plásticas, grafite e produção cultural.

Nuvem Negra (clipe)- Canto Cego:

Vão (clipe)- Canto Cego:

André Frateschi e Heroes com o melhor de Bowie em Sampa

andre frateschi-400x

Por Fabian Chacur

Aos 7 anos de idade, André Frateschi ouviu pela primeira vez o antológico álbum Alladin Sane (1973), de David Bowie. Nascia uma paixão que iria gerar, em 2005, o surgimento da banda Heroes, com a qual o cantor, compositor e ator já fez inúmeros e concorridos shows com o repertório do saudoso astro britânico. Ele se apresenta em São Paulo nesta sexta (12) e sábado (13), às 21h, no Teatro Morumbi Shopping (avenida Roque Petroni Junior, nº 2.800- estacionamento do piso G1- fone 0xx11-5183-2800), com ingressos a R$ 25,00 (meia) e R$ 50,00 (inteira).

Pode se dizer que Frateschi realmente incorporou o personagem que representa em seus shows. Acompanhado por ótimos músicos, ele não só canta com muita garra e categoria as sofisticadas músicas do Camaleão do Rock, como também possui uma performance cênica que torna suas apresentações temáticas ainda melhores. Fica claro para todos que ele realmente ama as canções que interpreta, fugindo de cair na armadilha de um projeto caça-níqueis ou coisa que o valha.

A Heroes tem em seu repertório mais de 80 canções de David Bowie ensaiadas, o que possibilita a eles fazer shows bastante distintos uns dos outros. Para essas apresentações em São Paulo, estão previstas algumas canções que priorizam o piano, como All You Pretty Things e Changes, hits como Ziggy Stardust, Let’s Dance, China Girl, Space Oddity e Starman e também Lazarus, esta lançada no início de 2016 no álbum Blackstar, lançado dois dias antes da morte do genial astro britânico.

Além do trabalho com as músicas de David Bowie, Frateschi também ficou conhecido ao participar da turnê de aniversário de 30 anos do primeiro álbum da Legião Urbana ao lado de Dado Villa-Lobos e Marcelo Bonfá como o vocalista principal. Ele lançou em 2014 seu primeiro álbum autoral, Maximalista, que conta com a participação especialíssima de Mike Garson, pianista que fez inúmeras gravações e shows com David Bowie, incluindo o demencial solo em Alladin Sane.

Under Pressure (ao vivo)- André Frateschi e Miranda Kassin:

Life On Mars (ao vivo)- André Frateschi:

Cracked Actor (ao vivo)- André Frateschi:

Nação Zumbi faz show em SP para celebrar Afrociberdelia

nacao zumbi foto tom cabral-400x

Por Fabian Chacur

Afrociberdelia faz parte da lista dos melhores e mais importantes álbuns da história do rock brasileiro. Com este trabalho, Chico Science & Nação Zumbi se firmaram no cenário rocker tupiniquim. Para celebrar os 20 anos desse lançamento, a Nação Zumbi tocará nesta sexta (12) em São Paulo na Áudio (avenida Francisco Matarazzo, nº 694- Água Branca- fone 0xx11-3862-8279), com ingressos a R$ 60,00. O show terá a abertura do cantor e compositor Siba e discotecagem do DJ Dolores.

Segundo CD dos músicos pernambucanos, Afrociberdelia consolidou a original fusão de rock, música eletrônica, maracatu e outros elementos musicais brasileiros feita pelo grupo. Emplacou hits como Maracatu Atômico (cover de Jorge Mautner), Manguetown e Macô (com participação de Gilberto Gil) e conquistou belos espaços para eles na MTV e no resto da mídia. Pena que Chico morreria em um acidente de carro em fevereiro de 1997. A banda, no entanto, seguiu adiante.

Integrada por Jorge Du Peixe (vocal), Lucio Maia (guitarra), Dengue (baixo), Pupilo (bateria), Toca Ogan (percussão) e Da Lua e Tom Rocha (alfaias), a Nação Zumbi soube superar a perda de seu líder e se manteve no primeiro escalão do nosso rock. Na Áudio, ele tocarão não só os hits de Afrociberdelia mas também outras faixas do álbum não tão conhecidas, mas tão boas quanto, entre as quais Samba do Lado e O Encontro de Isaac Asimov Com Santos Dumont no Céu.

Macô– Chico Science & Nação Zumbi:

Maracatu Atômico– Chico Science & Nação Zumbi:

Manguetown– Chico Science & Nação Zumbi:

Hananza mostra seu 1º CD em show no Solar do Botafogo-RJ

hananza cantora-400x

Por Fabian Chacur

Hananza está lançando seu primeiro CD, Bem-vindo Ao Mundo Daqui. Formada em filosofia, ela não demorou a descobrir o caminho da música, por onde trafega desde então. Vocalista do bloco do carnaval carioca Empolga às 9, ela agora mostra sua faceta solo. O show que apresentará o álbum ao público carioca será realizado neste sábado (6) às 21h no Solar do Botafogo (rua General Polidoro, nº 180- Botafogo-RJ- fone 0xx21-2543-5411), com ingressos de R$ 20,00 a R$ 40,00.

Bem-vindo ao Mundo Daqui é um álbum que traz 10 faixas, sendo oito delas de autoria da própria cantora (sozinha ou com vários parceiros) e duas alheias, sendo uma delas Nuvem Negra, de Djavan. Aliás, essa não é a única conexão com o genial astro alagoano no álbum. Max Viana, filho do autor de Meu Bem Querer, marca presença na ótima Aval.

Com uma voz doce e encorpada, Hananza se mostra à vontade em uma sonoridade que mescla soul e pop com pitadas de jazz e MPB. O CD esbanja uma classe refinada, com direito a melodias acessíveis, letras bem sacadas e acompanhamento instrumental preciso. A produção é de Marcus Kenyatta, que também se incumbiu das guitarras.

O show no Solar do Botafogo terá acompanhando a cantora uma banda formada por Affonso Velasquez (baixo), Marcus Kenyatta (guitarra), Jonathan Ferr (teclados),Jr Trakinas (saxofone), Ygor Helbourn (bateria) e os vocalistas de apoio Di Candido, Rick e Well. A cantora e compositora já fez shows pela Inglaterra, França, Suécia e Estônia.

Meninice (clipe)- Hananza:

Ser Sensível (clipe)- Hananza:

Onde Mora o Amor (lyric video)- Hananza:

Mundo Livre SA lança DVD e CD com show em São Paulo

Mundo Livre S.A. - credito Felipe Martins .1-400x

Por Fabian Chacur

Para alguns críticos e fãs do rock brasileiro, o Mangue Beat foi o último movimento relevante desse estilo musical no Brasil. Capitaneando essa vertente sonora ao lado de Chico Science & Nação Zumbi, o grupo pernambucano Mundo Livre SA está lançando um pacote DVD+CD intitulado Mangue Bit Ao Vivo. Eles mostram o repertório desse trabalho com show nesta sexta-feira (5) em São Paulo no Sesc Pinheiros (rua Paes Leme, nº 195- Pinheiros-fone 0xx11-9400), com ingressos de R$ 12,00 a R$ 40,00.

Na estrada há mais de 20 anos, o Mundo Livre SA contará no show em São Paulo com Fred Zeroquatro (vocal), Xef Tony (bateria) e Pedro Santana (baixo), acompanhados por Leo D. (teclados e samples), Pedro Santana (percussão), Nilsinho Amarante (trompete) e Fabinho Costa (trombone). Se não conseguiram tanto sucesso quanto a Nação Zumbi, eles certamente conquistaram seguidores fiéis, fãs de seu som balançado e fruto da fusão de vários estilos musicais.

Gravado ao vivo no Sesc Belenzinho, em São Paulo, nos dias 10 e 11 de abril de 2015, Mangue Bit Ao Vivo traz uma faixa inédita, a quase samba-rock Loló Luiza, além de sucessos como Melô das Musas, Inocência, Ela é Indie, O Mistério do Samba, Pastilhas Coloridas e Computadores Fazem Arte. A embalagem do DVD/CD é luxuosa, no melhor estilo digipack e com direito a capa tripla e encarte com oito páginas.

Loló Luiza– Mundo Livre SA:

Ela é Indie– Mundo Livre SA:

Inocência– Mundo Livre SA:

Evento Quanta Gente no Gibi celebra o Iron Maiden em SP

GIBIRON-400x

Por Fabian Chacur

O Iron Maiden é um dos grupos de rock mais populares no Brasil. A banda inglesa nos visitou inúmeras vezes a partir de 1985, sempre com casa cheia. Nada mais natural do que receber homenagens bacanas por aqui. E uma delas, bastante original, por sinal, ocorre nesta quinta-feira (4) em São Paulo. Trata-se do evento Quanta Gente no Gibi, que ocorre a partir das 19h no Gibi Cultura Geek (Rua Major Maragliano, nº 364- Vila Mariana- saiba mais aqui ). A entrada é grátis, e você só paga o que consumir.

Após uma bem-sucedida primeira edição dedicada ao saudoso Lemmy, chegou a vez da banda do vocalista Bruce Dickinson ser o tema. Com realização da Quanta Academia de Arte em parceria com o bar Gibi Cultura Geek, teremos obras dos artistas Anderson Nascimento, Ronaldo Barata, Bräo, Tainan Rocha, Bruno Del Rey, Thiago Ossostortos, Alexander Santos, Pedro Ghion e Kleverson Mariano, cada uma delas ilustrando suas canções favoritas da Donzela de Ferro.

Como diria aquele infomercial da TV, não é só isso! Também rola um “drink & draw”, com comidas, cervejas e drinques temáticos e a oportunidade de o visitante desenhar ao lado dos professores e alunos da Quanta. Lógico que a trilha sonora só poderia ser dos criadores de clássicos como Run To The Hills, e o playlist ficará por conta de um especialista, Ricardo Batalha, redator-chefe da revista Roadie Crew.

Aliás, quem participar do evento concorrerá a brindes especiais fornecidos pela publicação, que também apoia o evento. De quebra, ainda ocorrerá live painting a cargo de Thiago Ossostortos. Como diz o lema da festa, “venha beber, conversar e desenhar, não necessariamente nesta ordem”. Que tal aprender a desenhar o “número da besta”?

Run To The Hills– Iron Maiden:

Can I Play With Madness– Iron Maiden:

Cross-Eyed Mary– Iron Maiden:

Helga e Bullet Bane tocam no projeto rocker Rio Novo Rock

helga bx credito Pery Andrade-400x

Por Fabian Chacur

Com quase dois anos de existência, o projeto carioca Rio Novo Rock já teve 26 edições, com direito a 51 bandas, 25 DJs e público ultrapassando as 12 mil pessoas. Realizado no Rio sempre na primeira quinta-feira de cada mês, o RNR apresentará nesta quinta (4) as bandas Bullet Bane (SP) e Helga (RJ-FOTO). O evento terá início às 20h e será realizado no Imperator- Centro Cultural João Nogueira (rua Dias da Cruz, nº 170- Meier-RJ- fone 0xx21-2597-3897), com ingressos a R$ 10,00 (meia) e R$ 20,00 (inteira).

Na estrada desde 2009, a banda paulista Bullet Bane é integrada por Victor (vocal), Danilo Souza (guitarra), Fernando Ueara (guitarra), Rafael (baixo) e Renan (bateria). Seu hardcore melódico já abriu show das badaladas bandas internacionais Millencolin e NOFX, e gerou os álbuns New World Broadcast (2011) e Impavid Colossus (2015). Eles também fizeram uma bem-sucedida turnê pela Argentina, registrada em vídeo.

Embora há pouco na estrada, a Helga conta com músicos experientes da cena carioca, ex-integrantes de Rodox, Luxuria e Jason. O time traz Vital (vocal), Pedro Nogueira (guitarra), Eric Kendi (baixo) e Daniel Machline (bateria), e faz um rock ardido com influências de stoner, grunge, hard e heavy. No currículo, os trabalhos Helga (2014) e Ninguém Sai Ileso de Ninguém (2016) e abertura de shows de Paramore e Kings Of Leon.

Além do rock ao vivo, o evento também trará a discotecagem da DJ Eliza Schinner, que também é conhecida como baixista do grupo Nove Zero Nove, que já participou do RNR, e do VJ Mad.

crédito da foto publicada neste post: Pery Andrade

Solid Ground– Bullet Bane:

Bon Vivant– Helga:

Pato Fu lança um novo disco e faz shows em São Paulo e RJ

pato fu 2016-400x

Por Fabian Chacur

O Pato Fu acaba de lançar Não Pare Pra Pensar, e mostra o repertório do novo álbum no Rio e em São Paulo. Na Cidade Maravilhosa, a apresentação é nesta terça (2) às 21h no Teatro Bradesco RJ (avenida das Américas, nº 3.900-loja 160 do Shopping VillageMall- Barra da Tijuca-RJ- call center 4003-1212), enquanto na Terra da Garoa o show é nesta quarta-feira (3) no Teatro Bradesco SP (rua Palestra Itália, nº 500- 3º piso-Bourbon Shopping SP- call center 4003-1212). Os ingressos para ambos os shows custam de R$ 25,00 a R$ 140,00.

Não Pare Pra Pensar é o primeiro trabalho de inéditas do grupo oriundo de Belo Horizonte (MG) desde Daqui Pro Futuro (2007), e o primeiro em qualquer formato desde Música de Brinquedo Ao Vivo (2011). A banda define esta sua nova incursão no meio discográfico como mais dançante, festiva, vigorosa e roqueira do que seus trabalhos mais recentes. Ritchie participa da faixa Pra Qualquer Bicho, e John Ulhôa canta duas faixas (Ninguém Mexe Com o Diabo e You Have To Outgrow Rock ‘N’ Roll), algo raro em discos deles.

Além de John (guitarra, programações, teclados, violão e voz) e Fernanda Takai (vocal), o Pato Fu também conta com Ricardo Koctus (baixo e vocal), Lulu Camargo (teclados e arranjos orquestrais) e Glauco Mendes (bateria), este último estreando no time. Outra justificativa para o repertório mais dançante do novo CD é o fato de Fernanda reservar o repertório mais introspectivo para sua bem-sucedida carreira solo, que ela desenvolve paralelamente ao grupo.

Não Pare Pra Pensar (ao vivo)- Patu Fu:

Eu Era Feliz– Pato Fu:

You Have To Outgrow Rock ‘N’ Roll– Pato Fu:

Wagner Felipe canta músicas de Amor Para Todos em SP

Wagner-Felipe-e-Banda-A---foto-Sergio-Mareiro-400x

Por Fabian Chacur

O cantor, compositor e músico Wagner Felipe lançou recentemente seu primeiro CD solo, Amor Para Todos. Trata-se de um trabalho dos mais consistentes, nos quais ele se vale de um tema básico, todas as formas de amor, com uma sonoridade que abrange várias tendências da nossa música popular. Ele mostra esse repertório em São Paulo com um show nesta quarta-feira (3) às 20h no CEU Navegantes- Prof. José Everardo Rodrigues Cosme (rua Maria Moassab Barbour, s/nº- Cantinho do Céu- fones 0xx11-5976-5527 e 5976-5531), com entrada gratuita.

Wagner será acompanhado pela Banda A, formada por Mauricio Dias (cavaco e violão), João Cruz (baixo e teclados), Rubens Candido (guitarra, vocais e gaita) e Luiz Roma (bateria). Teremos várias participações especiais: MC Lauro Pirata, o baterista Naná Aragão, os cantores Tiago Ferreira e Samuel de Abreu e o grafiteiro e poeta Jerry Batista. O repertório trará músicas do CD Amor Para todos e também canções alheias com a mesma temática das do disco. Saiba mais sobre Wagner Felipe e Amor Para Todos aqui.

Corrente do Bem– Wagner Felipe:

Older posts

© 2019 Mondo Pop

Theme by Anders NorenUp ↑