Mondo Pop

O pop de ontem, hoje, e amanhã...

Tag: álbum digital

Biquini Cavadão mostra em SP suas releituras de Herbert Vianna

biquini cavadao 400x

Por Fabian Chacur

Em 2017, o Biquini Cavadão lançou As Voltas Que o Mundo Dá, um dos melhores álbuns de seus 35 anos de carreira (leia resenha aqui). Após esse ótimo trabalho de canções inéditas, o quarteto carioca volta com um projeto restrito às plataformas digitais. Trata-se de Ilustre Guerreiro, que traz a releitura de oito composições de Herbert Vianna. Eles mostram esse projeto em São Paulo com um show único neste sábado (1º-12) às 21h no Teatro Bradesco (avenida Palestra Itália, nº 500- Loja 263- 3º piso- Bourbon Shopping- fone 0xx11-3670-4100), com ingressos de R$ 60,00 a R$ 200,00.

A homenagem ao cantor, guitarrista e líder dos Paralamas do Sucesso não ocorre por acaso. Herbert foi quem sugeriu à banda, em 1983, batizar-se de Biquini Cavadão, além de ter tocado guitarra no primeiro single deles, o hit Tédio. Desde então, a amizade entre eles se manteve firme, forte e sólida. O vocalista Bruno Gouveia explica os critérios usados para a seleção do repertório:

“Nossa busca foi por canções que pudessem ser traduzidas por nós. Certamente, grandes hits ficaram de fora e não nos prendemos a uma cronologia. Antes de gravar, chegamos a ficar horas no estúdio buscando entender a responsabilidade deste tributo. Os arranjos originais sempre foram perfeitos. Portanto, buscamos passear por novas searas, encontrar novas ideias para cada canção”.

O título do álbum virtual vem do significado do nome Herbert, que tem origem alemã e pode ser traduzido como “ilustre guerreiro”. Muito adequado, por sinal. Com produção do consagrado Liminha, o álbum traz Como Se Não Te Amasse Tanto Assim, Só Pra Te Mostrar, Ska, Vital e Sua Moto, Aonde Quer Que Eu Vá, Cuide Bem do Seu Amor, Mensagem de Amor e O Amor Não Sabe Esperar.

Além das canções do trabalho digital, a banda formada por Bruno, Carlos Coelho (guitarra), Miguel Flores da Cunha (teclados) e Álvaro Birita (bateria), mais músicos de apoio, mostrará alguns de seus sucessos nessas quase quatro décadas de estrada, entre os quais Vento Ventania, Timidez, Janaína e Zé Ninguém, com aquela mistura de rock, reggae, pop e música brasileira que os tornou uma das bandas mais bem-sucedidas do rock oitentista em todo o Brasil.

Onde Quer Que Eu Vá (clipe)- Biquini Cavadão:

O trio Stereo Bago Team (SP) realizará o seu 1º show no Rio

image1-400x stereobago

Por Fabian Chacur

Nós Vamos Invadir a Sua Praia, dizia a célebre música do Ultraje a Rigor nos anos 1980. Agora, é a vez de um outro grupo paulistano realizar o mesmo projeto, que na prática significa começar a divulgar o seu trabalho na Cidade Maravilhosa. Trata-se do Stereo Bago Team, que toca no Rio no dia 26 (domingo), a partir das 17h, no Bar Caiçara (rua Dr. Sebastião de Aquino, nº 170- Ilha da Gigóia- Barra da Tijuca- Rio de Janeiro- fone 0xx21-2484-7983), com ingressos a R$ 20,00.

Com sete anos de estrada, o Stereo Bago Team conta com Yanick Melo (vocal e composições), Luciano Rocha (percussionista) e Fabinho Teixeira (guitarra). Eles lançaram no dia 10 de fevereiro pela via digital seu primeiro álbum, intitulado Aí Tem. A faixa-título conta com a participação especial do consagrado rapper Rappin Hood, e é a releitura de uma gravação feita há 30 anos pela banda paulistana Placa Luminosa.

O resgate faz todo o sentido se levarmos em conta que Yanick é filho do baixista daquela banda, Ari Nascimento, e também sobrinho do guitarrista deles, Ribah Nascimento. Para quem não se lembra, esse grupo fez muito sucesso nos anos 1980 com seu soul pop que gerou hits como Mais Uma Vez (Just To See Her) e Nosso Amor é Lindo, além de acompanhar em uma turnê o cantor Ney Matogrosso. Os dois músicos volta e meia participam dos shows do Stereo Bag Team.

Outro destaque do trabalho de estreia do trio paulista é a faixa Biotipo, que traz como convidado o vocalista Zeider Pires, da banda Planta & Raiz, uma das mais bem-sucedidas do reggae nacional. Vale lembrar que o Stereo Bago Team faz uma mistura de reggae, rock, dub, hip hop e maracatu, com elementos pop aqui e ali. Uma fórmula musical que tem tudo para conquistar um bom espaço na praia musical do Rio, que costuma curtir e muito esse tipo de som.

Biotipo– Stereo Bago Team e Zeider:

© 2019 Mondo Pop

Theme by Anders NorenUp ↑