Mondo Pop

O pop de ontem, hoje, e amanhã...

Tag: aline calixto

Thiago Delegado lança o clipe para divulgar seu novo álbum

thiago delegado-400x

Por Fabian Chacur

Conheci Thiago Delegado em 2011, quando vi um show da excelente cantora carioca radicada em Belo Horizonte Aline Calixto, no qual ele era o violonista e diretor musical. Deu para sentir que o cara não era apenas mais um músico, mas sim alguém muito talentoso e com espaço para avançar bastante no cenário musical. E isso ocorreu. Ele acaba de lançar o videoclipe para divulgar Sambete Preguiçoso, faixa que integrará seu quarto álbum solo, Sambetes Vol.1, que está saindo do forno. Belíssima amostra.

Sambete é o apelido que se criou para um estilo musical desenvolvido nos anos 1950 e 1960, predominantemente instrumental, com levada dançante e influências de jazz e samba, além de ter sido incorporado à mistura que gerou a bossa nova. Thiago fez uma versão moderna e bastante vintage deste gênero, tendo a seu lado os ótimos músicos Christiano Caldas (teclados, Hammond entre eles), Aloizio Horta (baixo) e André Limão Queiróz (bateria).

O clipe é descontraído e divertido, mostrando várias pessoas em situações cotidianas nas quais preferem dar um tempo nas atividades que faziam para dar vasão à preguiça. Já disponível nas plataformas digitais, a faixa é uma das oito presentes em Sambetes Vol.1, que será lançado em breve nos formatos CD, vinil e digital. Pela amostra, deve ser delicioso de se ouvir. A expectativa é das maiores.

Nascido em Caratinga (MG), mesma cidade do genial Ziraldo, Thiago tem no currículo os álbuns Serra do Curral (2010), Thiago Delegado Trio: Ao Vivo no Museu de Arte da Pampulha (2012) e Viamundo (2015), todos lançados pela via independente. Ele é compositor, arranjador, diretor musical e um dos grandes nomes da nova geração em um instrumento vital para o samba e chorinho, o violão de sete cordas.

Além da carreira individual, o artista mineiro já teve a oportunidade de atuar com outros músicos e cantores do primeiro escalão. Já tocaram ao vivo e/ou gravaram com ele nomes do gabarito de Leila Pinheiro (turnê em 2014 e 2015), Wagner Tiso, João Donato, Martinho da Vila, Vander Lee, Toninho Horta, Roberto Menescal, Hamilton de Holanda, Aline Calixto, Arlindo Cruz, Dona Ivone Lara e Yamandu Costa.

Não satisfeito, ele também é o anfitrião dos projetos Delegas Samba Clube e Delegascia. Este último é uma jam session semanal sediada em Belo Horizonte e que está sendo realizada há 10 anos e já ganhou até um registro em DVD. Ele também apresenta o programa A Hora do Improviso na Rádio Inconfidência FM e Rede Minas. O show de lançamento do novo trabalho em Belo Horizonte será no próximo dia 26 (quinta-feira) no Teatro Bradesco (saiba mais aqui).

Sambete Preguiçoso (clipe)- Thiago Delegado

Aline Calixto lança seu segundo CD em SP

Por Fabian Chacur

Aline Calixto, uma das grandes revelações da MPB dos últimos anos, volta a São Paulo para show de divulgação de seu segundo CD, Flor Morena, lançado pela Warner e já comentado aqui em Mondo Pop.

Esta bela cantora carioca criada em Minas Gerais teve grande destaque com seu trabalho de estreia, que a credenciou como expressiva intérprete das várias vertentes do samba.

Flor Morena equivale a um desenvolvimento lógico em relação ao disco anterior, trazendo muito samba de roda, bossa nova, elementos de música latina e muito mais.

Ela será acompanhada por uma banda composta por Thiago Delegado (violão 7 cordas), Rudney Carvalho (cavaco), Aloisio Horta (baixo), Rodrigo Carioca (bateria), Peterson de Jesus (congas e efeitos), Robson Batata (surdo e efeitos) e Ricardo Acácio (pandeiro e efeitos).

O repertório mostrará canções de Flor Morena e do trabalho de estreia, apresentados em um clima quente e descontraído no qual a presença do excelente músico Thiago Delegado, destaque na gravação do novo CD e ao lado de Aline há bastante tempo, é garantia de grande interação artística.

O show rola nesta terça (12/7) às 22h no Tom Jazz (avenida Angélica, 2.331 – Higienópolis), com ingressos a R$ 25,00 . Informações pelo fone 4003-1212 ou pelo site www.tomjazz.com.br.

Aline Calixto é samba chique, popular e vigoroso

Por Fabian Chacur

Aline Calixto é uma carioca radicada há muitos anos em Minas Gerais que estreou em disco há dois anos.

Estreia promissora, que nos apresentou uma cantora de 28 anos esbanjando maturidade, categoria e um jogo de cintura impressionantes.

A bela moça de cabelos encaracolados volta à cena com Flor Morena, pela Warner mais uma vez, e confirma todas as expectativas positivas criadas pelo trabalho anterior.

O espírito dos discos é semelhante, investindo em uma mistura de composições de autores famosos com jovens também promissores, e de músicos conhecidos com outros que aparecem de forma vigorosa em sua juventude.

As diferenças são sutis, mas existem e merecem ser exaltadas.

A produção, desta vez a cargo do experiente e talentoso baixista Arthur Maia (o anterior foi pilotado por Leandro Sapucahy), apostou em arranjos delicados, ênfase na bela voz de Aline e uma concentração em torno da variação instrumental de faixa para faixa.

Flor Morena não cai na mesmice em momento algum, investindo em várias vertentes de samba e trazendo, também, elementos de música latina, bossa nova e da melhor MPB no tempero.

Um dos grandes trunfos de Aline é ter uma voz cujo timbre não nos remete de imediato a alguma outra colega consagrada, o que não é pouco no universo atual em que a gente parece ouvir Marisas, Gals, Calcanhotos e Zélias covers a cada momento.

Outra virtude é a moça cantar cada palavra e cada letra deixando claro saber o sentido de tudo o que interpreta, passando ao ouvinte muita emoção e convicção sem apelar para gritaria ou excessos técnicistas dispensáveis.

O repertório é bom como um todo, mas posso destacar Gemada Carioca (feita sob encomenda para ela por Martinho da Vila), Cabila, Ecumenismo, Conversa Fiada e Coração Vulgar. Vale ouvir da faixa 1 à 14, sem interrupções, para sorver cada acorde, cada frase melódica, cada batuque.

Entre os músicos, merece ser destacado o excelente violonista Thiago Delegado, que acompanha a intérprete desde o começo de sua carreira.

Chegando aos 30 anos de idade, Aline Calixto mostra uma rara capacidade de ser ao mesmo tempo sofisticada e popular, simples e elaborada, emocionante e contida, inteligente e acessível.

Se toda cantora que se metesse a cantar “samba meu” tivesse o alto nível de qualidade de Flor Morena, seria lindo!

© 2019 Mondo Pop

Theme by Anders NorenUp ↑