Mondo Pop

O pop de ontem, hoje, e amanhã...

Tag: andy summers

Andy Summers toca em SP na companhia de Rodrigo Santos

andy summers e rodrigo santos-400x

Por Fabian Chacur

Uma dupla de integrantes de bandas famosas é a atração desta quarta-feira (19) às 21h30 em São Paulo no Bourbon Street (rua dos Chanés, 127- Moema- fone 0xx11-5095-6100), com ingressos de R$ 75,00 a R$ 110,00. São eles Andy Summers, do The Police, e Rodrigo Santos, do Barão Vermelho e também conhecido por sua atuação com o Kid Abelha. Tipo da reunião bem interessante.

O guitarrista britânico vem se notabilizando por suas constantes passagens pelo Brasil nos últimos anos, sempre para trabalhos com músicos brasileiros ou radicados por aqui, como Roberto Menescal, Fernanda Takai e Victor Biglione. Vale lembrar que, além de duas visitas ao país com o The Police (1982 e 2007), ele inaugurou a segunda encarnação do extinto Projeto SP em 1987 ao lado de Stanley Clarke, Stewart Copeland e Debra Holland.

Por sua vez, o baixista e cantor Rodrigo Santos possui um currículo dos mais invejáveis. Além de tocar há mais de 20 anos no atualmente em férias (permanentes?) Barão Vermelho, participou de shows e gravações constantes com o Kid Abelha e também atuou ao lado de Lobão e João Penca & Os Miquinhos Amestrados, tendo uma produtiva carreira solo.

O repertório do show será uma mescla de músicas dos grupos que tornaram os dois músicos famosos. Maravilhas do naipe de Roxanne, Every Little Thing She Does Is Magic, Synchronicity II, So Lonely, Message in a Bottle, Maior Abandonado, Pro Dia Nascer Feliz e Por Você. O show também inclui outro integrante do Barão Vermelho, o guitarrista Fernando Magalhães, e o experiente baterista Kadu Menezes.

Message In a Bottle (live)- Rodrigo Santos e Andy Summers:

Synchronicity II (live)-Rodrigo Santos e Andy Summers:

Every Little Thing She Does Is Magic– Rodrigo Santos e Andy Summers:

Andy Summers tocará em SP com baixista Rodrigo Santos

rodrigosantosandysummers-400x

Por Fabian Chacur

Andy Summers tem feito boas parcerias no Brasil. Em nosso país, ele já gravou com Roberto Menescal, Fernanda Takai (do grupo Pato Fu) e o argentino radicado por aqui Victor Biglione. Agora, ele fará shows ao lado de Rodrigo Santos, baixista do Barão Vermelho. Em São Paulo, a dupla tocará no dia 18 de novembro (terça-feira) às 21h30 no Bourbon Street (rua dos Chanés, 127- Moema- fone 5095-6100), com ingressos custando de R$ 75,00 a R$ 110,00 (www.ingressorapido.com.br).

Tudo começou em 2013, quando Summers, conhecido mundialmente por seu trabalho com o The Police, deu uma canja no show que Rodrigo fazia no Rio com o seu grupo Os Lenhadores. A empatia entre eles foi tão boa que ficou no ar a possibilidade de uma colaboração mais efetiva, o que está ocorrendo agora. Desta vez, o guitarrista virá para tocar o velho e bom rock and roll.

Além do músico britânico na guitarra e de Rodrigo Santos no baixo e vocal principal, estarão em cena o guitarrista Fernando Magalhães, também do Barão Vermelho, e o baterista Kadu Menezes, que tocou com Rodrigo no Kid Abelha. A principal curiosidade do show fica por conta da inclusão de uma composição inédita feita pelos dois novos parceiros, intitulada Me Dê Um Dia a Mais.

O repertório mesclará músicas do The Police como Every Little Thing She Does Is Magic, Message In a Bottle, Synchronicity e So Lonely com clássicos do Barão Vermelho do naipe de Maior Abandonado, Pro Dia Nascer Feliz, Por Você e Exagerado, entre outras. Um show que tem tudo para ser bastante interessante e pra cima.

Message in a Bottle– Rodrigo Santos & Os Lenhadores e Andy Summers (ao vivo):

Fernanda Takai e Andy Summers lançarão CD

Por Fabian Chacur

Já está sendo finalizado o álbum que reunirá Fernanda Takai e Andy Summers. Se tudo correr como se espera, Fundamental, o CD, chegará ao mercado em julho, em lançamento do selo DeckDisc que chegará às lojas brasileiras e também no Japão, EUA e em diversos países europeus.

O álbum do ex-guitarrista do The Police e da cantora do Pato Fu trará 11 músicas, sendo seis delas em inglês e cinco com letras em português assinadas por Fernanda, seu marido John Ulhôa (também do Pato Fu) e Zélia Duncan.

Fundamental, Chuva no Oceano (Teardrops In The Sea), Sorte no Amor (Music In Darkness), Pra Não Esquecer (I Remember), No Mesmo Lugar (Here I Am Again) são algumas das faixas incluídas nesse trabalho, que irá além do clima bossa nova.

Além de Fernanda nos vocais e Summers no violão e guitarra, o álbum conta com as participações do percussionista brasileiro Marcos Suzano e do baixista americano Abraham Laboriel Senior, que além de músico experiente e presença constante nas gravações dos grandes nomes da música de lá é também pai do baterista Abraham Laboriel Jr, há quase 10 anos na banda de apoio de Paul McCartney.

As gravações tiveram como local o estúdio de Andy Summers, localizado em Venice Beach, espécie de bairro da cidade de Los Angeles. A foto que ilustra este post mostra a dupla no local, considerado um dos mais belos do litoral daquela região.

Veja Fernanda Takai e Andy Summers conversando nos bastidores de um show:

Andy Summers e Fernanda Takai gravarão CD

Por Fabian Chacur

De um lado, a cantora do Pato Fu, que iniciou carreira solo paralela com um belo tributo a Nara Leão. Do outro, o ex-guitarrista do The Police, uma das bandas mais bem-sucedidas da história do rock. O resultado dessa parceria será um álbum em dupla, previsto para sair ainda no primeiro semestre. A foto da dupla foi feita por Bruno Descaves.

Fernanda Takai, a intérprete, recebeu o convite de Andy Summers, o guitarrista, meses após os dois terem se conhecido através de Roberto Menescal, um dos papas da bossa nova e parceiro do músico britânico no DVD United Kingdom Of Ipanema.

A estrelinha mineira participou do DVD, e desde então ficou no ar o clima para que uma colaboração entre ela e Summers rolasse. A sempre simpática Fernanda explica:

“Dois anos depois de conhecê-lo, fiquei sabendo que Andy tinha composto várias canções pensando na minha voz. Ele é profundamente influenciado pela bossa nova e queria fazer um álbum que refletisse isso. Pensei que faria apenas uma participação especial, mas ele me convidou para ajudar na seleção do repertório e para cantar em todas as faixas”.

O álbum será gravado em breve na cidade de Santa Monica, California, no estúdio do próprio Andy, e contará com as participações do brasileiro Marcos Suzano na percussão e do baixista Abraham Laboriel. Este último é o pai de Abraham Laboriel Jr., atual baterista da banda de Paul McCartney.

Ainda sem título definido, o trabalho sairá no Brasil através da gravadora Deck, e deve chegar às lojas do Japão, Estados Unidos e de alguns países europeus.

Veja dois vídeos curtos sobre a parceria Takai/Summers:

DVD registra The Police ao vivo em 1980

Por Fabian Chacur

Em 11 de janeiro de 1980, o The Police que tocou na cidade alemã de Hamburgo ainda era uma banda em ascensão no mundo do rock. E é esse momento que temos registrado no DVD Live In Hamburgo, 1980, lançado no Brasil pelo selo NFK a preços populares. Eu paguei R$ 15 no meu, nas lojas Americanas.

Naquela época, Sting (vocal e baixo), Andy Summers (guitarra e vocais) e Stewart Copeland (bateria e vocais) tinham dois discos em seu currículo, os ótimos Outlandos D’Amour (1978) e Regatta De Blanc (1979).

O trio britânico fazia muitos shows onde fosse possível, e isso lhes deu um entrosamento absurdo. Esta performance deles foi registrada para o programa da tevê alemão Rock Palast, que a exibiu naquele ano.

O repertório inclui sete faixas de Outlandos…, cinco de Regatta… e duas lançadas em singles (Fall Out e Visions Of The Night). Como o lugar era pequeno, os músicos são registrados bem de perto, o que dá especialmente aos closes uma qualidade bem legal de imagem. O áudio é ótimo.

O desempenho do The Police ao vivo sempre foi eletrizante, e Live In Hamburg 1980 é um belo documento desses anos iniciais do grupo. O tesão com que eles tocam é contagiante, com direito a improvisos que não se perdem em excessos ou autoindulgência.

Entre outras, eles arrasam em clássicos perenes de seu repertório como So Lonely, Walking On The Moon, Message In a Bottle, Roxanne e Can’t Stand Losing You.

Embora não creditada no encarte do DVD, Can’t Stand Losing You é tocada em esquema de pot-pourry com a eletrizante Regatta De Blanc inserida no seu miolo. Aliás, um dos poucos problemas do DVD fica por conta das legendas.

Da faixa 2 à 12, as legendas feitas no Brasil (que incluem The Police e o nome da canção em seguida) estão sempre uma canção adiantada, conflitando com as legendas originais, que por sua vez erram o nome de uma música.

Afora esse pequeno incômodo, The Police Live In Hamburg 1980 é um vídeo sensacional de uma das melhores bandas de rock de todos os tempos.

Confissão: uma de minhas grandes frustrações foi não tê-los visto no Brasil em suas duas visitas por aqui, em 1982 e 2007, ambas apenas no Rio.

Vi Sting solo três vezes (1987, 1988 e 1994) e um show (em 1987) do Animal Logic, grupo integrado por Copeland, Summers, o genial baixista Stanley Clarke e a cantora Debra Holland. Fazer o que? Tirar a diferença curtindo seus DVDs, incluindo este aqui.

© 2019 Mondo Pop

Theme by Anders NorenUp ↑