Mondo Pop

O pop de ontem, hoje, e amanhã...

Tag: ao vivo bar

Tuia Lencioni e Landau fazem show conjunto no bar Ao Vivo

Tuia e landau-400x

Por Fabian Chacur

Tuia Lencioni e Landau, dois dos grandes nomes do chamado rock rural brasileiro na atualidade, unem forças em show que será realizado nesta quinta-feira (28) às 22h no bar Ao Vivo (rua Inhambu, 229- Moema), com couvert artístico a R$20,00. Site: www.baraovivo.com.br . O título do evento não dá margem a dúvidas: Na Trilha do Rock Rural.

Landau, que se autodenomina o “roqueiro da roça”, é um cantor e compositor com 15 anos de estrada, que ele comemora com o lançamento de seu sétimo CD, Casca Grossa, gravado em São Paulo e masterizado em Nashville (EUA). O álbum inclui faixas próprias como Pé Na Estrada e Todas As Gostosas do Mundo e uma releitura de Eu Sou Terrível, hit de Roberto Carlos da era Jovem Guarda.

Conhecido inicialmente como integrante do grupo Dotô Jéka, que nos anos 1990 lançou dois CDs de ótima repercussão, Tuia Lencioni começou a ter ótimo resultado como artista solo ao lançar o CD/DVD Tuia Ao Vivo. Com o segundo CD solo, Jardim Invisível, conseguiu ampliar seus horizontes em termos de público e crítica. Ele prepara um novo álbum, previsto para sair em agosto, e mostrará músicas dele, como Vermelho Coração e Jabuticaba.

Para quem por ventura não conhece, o rock rural é aquela interessante mistura do rock de Beatles, Creedence Clearwater Revival e Led Zeppelin com os sons rurais de feras do naipe de Tião Carreiro, Renato Teixeira, Zé Geraldo, Sá, Rodrix & Guarabira e Zé Ramalho, entre outros. Os violões e violas se encontram com as guitarras, em parceria saborosa.

Ouça o CD Casca Grossa, de Landau, em streaming:

Pé Na Estrada (clipe)- Landau:

Flor– Tuia e Guarabira:

Vida Que Vai– Tuia:

Tuia lança novo CD no Ao Vivo Music (SP)

Por Fabian Chacur

Se você curte belas canções de cunho acústico com influências de folk, pop, rock, country, Clube da Esquina, Sá, Rodrix & Guarabira e outras influências bacanas, pode ouvir sem susto Jardim Invisível, novo CD solo do Tuia. Ele vai mostrar músicas desse novo trabalho em show que rola nesta terça (24) em São Paulo no Ao Vivo Music (rua Inhambu, 229-Moema), com couvert artístico a R$ 20. Mais informações em www.aovivomusic.com.br .

Tuia é cantor, compositor e músicos dos bons, nascido no interior de São Paulo. Ele integrou durante uma década a banda Dotô Jeka, que lançou em 1996 um elogiado álbum, Tia Marieta, pela Virgin Records. O grupo misturava rock com a música rural brasileira, e fez uma bela regravação de Romaria, de Renato Teixeira, com a participação do próprio.

No show do Ao Vivo, Tuia contará com as participações especiais de Bezão, do grupo Rossa Nova, e de Ricardo Vignini, conhecido por suas atuações nos grupos Moda de Viola e Matuto Moderno. Mondo Pop fez entrevista recente com o Tuia, que você pode ler aqui. Atualmente, ele está radicado em São José dos Campos (SP), de onde administra sua carreira. Olho nesse cidadão! E o CD provavelmente estará a venda por lá.

Veja o clipe de O Céu, com Tuia:

Priscilla Pach mostra forte potencial em show

Por Fabian Chacur

Priscilla Pach lançou Blue, seu álbum de estreia, em show realizado na noite desta terça-feira (27) no Ao Vivo Bar, em noite fria que, no entanto, se mostrou bastante quente no palco do barzinho situado no bairro paulistano de Moema. Com apenas 17 anos, a cantora mostra que seu potencial aponta rumo a um futuro brilhante, se souber direcionar seus esforços.

Com uma bela voz, a intérprete mostra maturidade surpreendente para alguém ainda na fase inicial da carreira. Sabe usar seu potencial, não cai em exageros ou exibicionismos tolos e interpreta não só com a garganta e os pulmões, mas com o corpo todo. Além de tudo, domina com desenvoltura o idioma o qual se propôs a usar em suas canções, o inglês.

Acompanhada por um quarteto competente no qual se destacam o sólido e vigoroso baterista Maurício Hoffman e o talentoso tecladista Ciro de Almeida (Bruno Grandeza no violão e guitarra e André Henrique no baixo completam o time com eficiência), Priscilla se mostra à vontade em cena, só precisando aprimorar melhor suas conversas com a plateia.

Outro ponto importante a ser registrado é o fato de ela cantar basicamente músicas de sua autoria. Blue é um trabalho interessante e promissor, mas fica óbvio que a compositora ainda está abaixo da cantora. Quando as duas se aproximam mais, em canções como Get Over You, Walking On Fire, The Girl In The Red Dress e Waste Of Feeling, a coisa cresce muito.

Esse domínio da cantora sobre a compositora atualmente se torna mais claro nos três momentos em que Priscilla se dedicou a material alheio no show, dando um banho de energia e estilo em I Love Rock And Roll (hit com Joan Jett), Man! I Feel Like a Woman (Shania Twain) e Rehab (Amy Winehouse). Incluir mais material alheio nos shows parece uma boa ideia.

Lógico que a compositora tem tudo para progredir com o decorrer dos anos, e apostar em composições autorais é sempre uma ideia interessante para uma cantora, pois lhe permite possuir controle mais próximo de seu repertório. Outra possibilidade seria a busca de parcerias como forma de encorpar essa obra própria e dar um rumo ainda mais consistente a ela.

Seja como for, é difícil encontrar no mercado atual alguém como Priscilla. Bonita, talentosa, com domínio de palco e carismática, seu futuro aparenta ser promissor, especialmente se ela continuar fazendo o que parece fazer, ou seja, estudar, ouvir outras pessoas experientes, saber tirar o joio do trigo e se aperfeiçoar dia a dia. Fiquemos de olho nela daqui pra frente.

foto: Kollen Naka (Divulgação)

Veja o clipe de Get Over You, com Priscilla Pach:

© 2020 Mondo Pop

Theme by Anders NorenUp ↑