Mondo Pop

O pop de ontem, hoje, e amanhã...

Tag: baixistas

Liminha entrevista craques do pop nacional no Canal Arte 1

IMG_7325-400x

Por Fabian Chacur

Liminha é um dos nomes mais importantes da história da música brasileira. Como produtor, músico e compositor, tornou-se figurinha fácil entre os grandes lançamentos pop nacionais nos últimos 40 anos. Ele estreia nesta sexta (29) às 20h30 no Canal Arte 1 o programa Nas Nuvens- A Fábrica de Hitmakers, no qual entrevista grandes nomes do pop brazuca nas dependências do seminal estúdio Nas Nuvens, criado por ele em 1984 em sociedade com o parceiro Gilberto Gil.

Com direção a cargo de Ricardo Nauenberg e produção da Indústria Imaginaria, a atração estreia com Lulu Santos e tem previstos seis episódios. Os outros terão como protagonistas Bi Ribeiro e João Barone (dos Paralamas do Sucesso), Toni Bellotto (dos Titãs-FOTO), Fernanda Abreu, Paula Toller (do Kid Abelha) e Sérgio Mendes. A pauta é um papo entre o apresentador e seus convidados, esmiuçando alguns de seus maiores hits no melhor estilo Classic Albums. Saiba mais aqui.

Liminha começou a se tornar conhecido no cenário musical brasileiro a partir de 1969, quando entrou nos Mutantes, banda na qual se manteve até 1973. Em 1977, iniciou a carreira como produtor, assinando trabalhos de muito sucesso de artistas como Gilberto Gil, Frenéticas, Banda Black Rio, Lulu Santos, Paralamas do Sucesso, Kid Abelha, Titãs e inúmeros outros. Aos 66 anos de idade, continua na ativa, sempre envolvido com projetos bacanas como esse.

Liminha e Amigos ao vivo:

Morre Louis Johnson, um dos melhores baixistas do mundo

louis johnson-400x

Por Fabian Chacur

Morreu nesta quinta-feira (21) de causas ainda não divulgadas o baixista, cantor e compositor americano Louis Johnson. Ele havia completado 60 anos de idade em abril. Trata-se de um ex-integrante da banda funk The Brothers Johnson, e um dos mais influentes músicos da história da música pop, com um currículo enorme como uma lista telefônica.

E que currículo. Em sua carreira, Louis participou de discos de sucesso e importância artística. Tipo Off The Wall e Thriller, de Michael Jackson, Give Me The Night, de George Benson, e Rise, de Herb Alpert, só para citar alguns fundamentais. Cria do maestro e produtor Quincy Jones, ele também gravou com artistas distintos entre si como Sergio Mendes, Bjork, The Carpenters, Stanley Clarke, Paul McCartney e John Mellencamp, entre um caminhão de outros.

Mas ele também teve sucesso por via própria, como integrante do duo The Brothers Johnson, incumbindo-se dos vocais e baixo e tendo a seu lado o irmão George Johnson na guitarra e vocais. Eles começaram atuando como banda de apoio de astros como Bobby Womack, The Supremes e Billy Preston, até que atraíram as atenções de Quincy Jones.

O primeiro álbum do duo, Lookin’ Out For #1 (1976) chegou ao top 10 americano e emplacou o single I’ll Be Good To You. Até 1980, lançaram outros três álbuns de sucesso e empolgaram os fãs da funk music com balaços do naipe de Ain’t We Funky Now, Strawberry Letter 23, Ride O Rocket e Stomp, sendo esta última seu maior hit, lançada em 1980. A seu lado, só músicos do primeiríssimo time.

O som dos Brothers Johnson conseguia unir grande sofisticação musical a um balanço irresistível e pesado, dividido entre funks sacudidos, baladas certeiras e até um tema instrumental aqui e ali. O estilo de Louis de tocar, valendo-se de um recurso técnico desenvolvido por ele e chamado slap bass (apelidado de estilingada no Brasil) se mostrou muito influente e lhe valeu o apelido de Thunder Thumbs.

Após uma primeira separação em 1982, os irmãos Louis e George gravaram mais dois álbuns, mas sem o mesmo sucesso, e se dedicaram à carreira como badalados músicos de estúdio. A participação de Louis em I Keep Forgettin’ (Every Time You Near), de Michael McDonald, por exemplo, foi sampleada e usada por vários rappers em seus trabalhos.

Ain’t We Funkin’ Now – The Brothers Johnson:

Ride O Rocket– The Brothers Johnson:

Stomp– The Brothers Johnson:

Strawberry Letter 23– The Brothers Johnson:

I keep Forgettin’– Michael McDonald (1983):

© 2019 Mondo Pop

Theme by Anders NorenUp ↑