Mondo Pop

O pop de ontem, hoje, e amanhã...

Tag: charlie brown jr.

Universal Music Brasil inaugura canal de venda direta ao público

rita lee caixa de cds-400x

Por Fabian Chacur

Com o verdadeiro colapso ocorrido nesta década no mercado musical, especialmente no relativo à comercialização de produtos físicos como CDs, DVDs e LPs de vinil, tornou-se cada vez mais difícil encontrar lojas dedicadas a este tipo de produto no Brasil. Como forma de atender aos fãs de música que não se contentam com as plataformas digitais e desejam algo mais, a Universal Music Brasil lançou nesta quarta (26) sua plataforma de venda direta ao consumidor (entre aqui ).

A loja virtual disponibiliza não só produtos de áudio e vídeo, mas também itens relacionados como camisetas, moletons, canecas, almofadas, quadros e pôsteres, entre outros. O número de produtos disponíveis ainda é relativamente pequeno, mas já bastante significativo para um projeto em sua fase inicial, e investe em artistas dos mais diversos segmentos musicais.

Nessa primeira etapa de seu lançamento, a plataforma traz produtos licenciados dos seguintes artistas: Charlie Brown Jr., Zeca Pagodinho, The Rolling Stones e Guns N´ Roses, uma área dedicada à venda de vinil, CDs e DVDs exclusivos, além da loja oficial da badalada turnê de retorno da dupla Sandy & Junior.

“Acreditamos muito que o “físico” não acabou, apenas se transformou. Com o lançamento dessa nova plataforma inovadora, reafirmamos o nosso compromisso com os nossos artistas, apresentando produtos de alta qualidade e colecionáveis para os seus fãs”, explica Paulo Lima, o atual presidente da gravadora Universal Music no Brasil.

Os preços são bem variados, podendo ser considerados um pouco salgados em relação aos discos de vinil, mas mesmo assim não distantes do que se encontra no atual cenário brasileiro. O positivo é o fato de que esses valores podem ser parcelados em até 6x. Os preços mais atrativos são os dos CDs e DVDs, especialmente as caixas retrospectivas de artistas como Rita Lee, Os Paralamas do Sucesso, Sandy & Junior e Ney Matogrosso.

“Com a nova plataforma, a Universal aumenta a oferta de serviços prestados aos artistas e os aproximam ainda mais do seu público, com produtos exclusivos e atendimento diferenciado. E isso é só o começo”, garante Alfridsman Muzzy, CFO e responsável pelo projeto. A plataforma também oferece seus produtos com preços de atacado para que pequenos empresários possam revendê-los.

Fica a torcida para que esse ótimo projeto não esbarre nos problemas de iniciativas anteriores do setor discográfico, que sempre pecavam em relação a atendimento, eficiência na entrega dos produtos e nos preços ao consumidor final. E também para que não seja rapidamente abandonado, que aceite sugestões do público interessado e ofereça cada vez mais produtos.

EMI relançará CDs do Charlie Brown Jr

Por Fabian Chacur

Como seria de se esperar, começam a ser anunciados lançamentos/relançamento de trabalhos envolvendo Alexandre Magno Abrão, o Chorão, vocalista e líder do grupo santista Charlie Brown Jr. que foi encontrado morto em seu apartamento em São Paulo no dia 6 de março. Ele tinha apenas 42 anos de idade.

Um desses trabalhos será um álbum inédito que o grupo já havia finalizado, pela gravadora Radar Records, e cuja música Meu Mundo Novo está tocando em algumas rádios. A informação partiu do baixista Champignon e do guitarrista Marcão, que garantem serem todas as letras das músicas do novo CD de autoria do cantor.

Enquanto isso, a gravadora EMI promete recolocar no mercado os dois primeiros álbuns da banda de Chorão e sua turma, respectivamente Transpiração Contínua Prolongada (1997), com os hits O Coro Vai Comê e Proibida Para Mim, e Preço Curto Prazo Longo (1999), no qual se destacam Zóio de Lula e Te Levar.

Durante sua carreira, Chorão destacou-se por sua irreverência, forte ligação com o mundo do skate (do qual fez parte antes de se dedicar à música), polêmicas por diversas razões e uma mistura de punk, hard rock e harcore que influenciou e muito as bandas do chamado emocore que viria logo a seguir. Para o bem ou para o mal, bandas como NX Zero, Fresno e Restart não existiriam se não fosse o Charlie Brown Jr.

Com forte presença de palco e voz bastante peculiar e identificável, Chorão falava sobre temas com quem a garotada roqueira se identificava, sempre se valendo de muita gíria e alguns palavrões nas letras. Um reconhecimento importante partiu do emepebista Zeca Baleiro, que regravou a música Proibida Para Mim, rara versão de sucesso alheio que o grupo santista estourou em todo o país.

© 2020 Mondo Pop

Theme by Anders NorenUp ↑