Mondo Pop

O pop de ontem, hoje, e amanhã...

Tag: clash club

Sick Jacken, do Psycho Realm, é atração de show em Sampa

psycho realm divulgacao-400x

Por Fabian Chacur

O rapper Sick Jacken, que ficou conhecido como integrante do grupo Psycho Realm, bem badalado na cena do hip hop dos anos 1990, será a principal atração de um evento criado pela produtora Positive Foundation que será realizado neste domingo (9) a partir das 18h no Clash Club (rua Barra Funda, nº 969-Santa Cecília-SP- fone 0xx11-3661-1500), com ingressos de R$ 60,00 a R$ 180,00.

Jack Gonzalez, o Sick Jacken, iniciou sua carreira em 1989 ao criar o grupo Psycho Realm em Los Angeles com o irmão Big Duke (Jack Gonzalez). Sua primeira gravação, a música Scandalous, integrou a trilha sonora do filme Mi Vida Loca (1994). Logo a seguir, o badalado rapper B Real, integrante do grupo de hip hop latino Cypress Hill, viu um show deles e curtiu tanto que pensou até mesmo em entrar no duo.

Em 1997, saiu o primeiro CD do grupo, lançado pela Sony Music, gravadora na qual, no entanto, a banda ficou por pouco tempo. Em 1999, quando preparavam o segundo álbum, que sairia por seu próprio selo, o Silk Symphonies, o grupo passa por uma tragédia: Big Duke sofre um disparo de arma de fogo e fica com o corpo paralisado do pescoço para baixo. A partir daí, a banda passa a lançar trabalhos eventuais apenas como Psycho Realm Presents, pois Jacken se recusa a usar o nome do grupo sem que o irmão possa contribuir.

Além de trabalhar com outra banda de hip hop, a Street Platoon, Sick Jacken também passa a investir em uma carreira solo, que rendeu seu mais recente trabalho em 2016, o álbum Psychodelic. Ele já esteve duas vezes no Brasil. Antes de sua performance, estarão no palco os brasileiros Nego Jam, Lobão SKT, Crespo, Flow MC, Denis De Sampa, Afro X e o DJ Dagoma SP.

Psychodelic- Sick Jacken (álbum em streaming):

A Flock Of Seagulls tocará em São Paulo no dia 9/7 (sábado)

a flock of seaguls mike score-400x

Por Fabian Chacur

A Flock Of Seaguls, uma das primeiras bandas da chamada “segunda invasão britânica” a se dar bem no mercado musical americano e mundial nos anos 1980, finalmente irá se apresentar no Brasil. O show está marcado para o próximo sábado (9) às 19h no Clash Club (rua Barra Funda, nº960- Barra Funda- fone 0xx11-3661-1500), com ingressos custando de R$ 65,00 a R$ 130,00.

Criada em Liverpool em 1979 e batizada com frase extraída da música Toiler On The Sea, do The Stranglers, A Flock Of Seagulls tem como líder e único integrante a se manter no time até hoje o cantor, compositor e tecladista Mike Score (foto). O grupo estourou em termos mundiais com o seu quarto single, I Ran (So Far Away), que atingiu o nono lugar na parada americana e se tornou um sucesso mundial rapidamente.

O estouro do grupo teve como base I Ran e também o álbum A Flock Of Seagulls (1982), que chegou ao décimo lugar nos EUA. Os clipes de seus hits ressaltavam um visual exótico e divulgavam bem suas canções pegajosas, pontuadas por sintetizadores, boas melodias e pique dançante. D.N.A., faixa desse mesmo álbum, valeu a eles um troféu Grammy na categoria Best Rock Performance.

Até 1986, o grupo continuaria nas paradas de sucesso, lançando os álbuns Listen (1983), The Story of a Young Heart (1984) e Dream Come True (1986). Este último trabalho marcou a mudança do time para os EUA, mais precisamente para a cidade fortemente musical da Filadélfia, decisão tomada pelo fato de o grupo fazer muito mais sucesso na terra de Ronald Reagan do que em seu país.

Após uma breve separação, a banda voltou à ativa em 1988 e continua até hoje tocando nos quatro cantos do planeta. A formação atual inclui, além de Score, o guitarrista Joe Rodriguez (no time desde 1998), o baixista Pando (entrou em 2004) e o baterista Michael Brahm (no grupo desde 2004). Eles lançaram mais um álbum, The Light At The End Of The World (1995) e participaram do CD tributo a Madonna The World’s Greatest 80’s Tribute To Madonna com a música This Used To Be a Playground. Outros hits de seu repertório: Wishing (If I Had a Photograph Of You), Transfer Affection e The More You Live, The More You Love.

I Ran (So Far Away)– A Flock Of Seagulls:

The More You Live, The More You Love– A Flock Of Seagulls:

Wishing (If I Had a Photograph of You)– A Flock of Seagulls:

Paradise Lost fará show no Clash Club (SP)

Por Fabian Chacur

A banda britânica Paradise volta ao Brasil para show único no dia 12 de abril (sábado) às 19h em São Paulo no Clash Club (rua Barra Funda, 969- Barra Funda- 0xx11-3661-1500 e www.ingressosparashows.com.br), com ingressos custando de R$ 110 a R$ 200. A apresentação faz parte da turnê comemorativa de 25 anos de carreira do ótimo quinteto, intitulada Tragic Illusion Tour.

Criada em 1988 em Hallifax, na Inglaterra, a banda mantém de sua formação original Nick Holmes (vocal), Greg MackIntosh (guitarra), Aaron Aedy (guitarra) e Steve Edmondson (baixo), sendo que Adrian Erlandsson (bateria) integra o time desde 2009. No início, tinham influências de Black Sabbath, Kreator e Celtic Frost, entre outros times do metal, com uma pegada bastante pesada e agressiva.

A partir de seu segundo álbum, Gothic (1991), o quinteto ampliou seus horizontes musicais e incorporou elementos de rock gótico (Sisters Of Mercy), eletrônico (Depeche Mode) e até pitadas de música erudita, sem barreiras. Seu álbum Draconian Times (1995) é considerado um dos melhores desse estilo mais lento e compassado de metal, também conhecido como doom metal e com fãs fieis nos quatro cantos do mundo.

Além de um repertório próprio muito bom, que inclui músicas como Enchantment, Tragic Idol, One Second e Say Just Words, o grupo britânico também é craque em reler canções alheias com categoria, vide o que fizeram com How Soon Is Now?, dos Smiths, e Walk Away, do Sisters Of Mercy (incluída como faixa-bônus da versão brasileira do álbum Draconian Times, lançado na época pela Roadrunner/Sum Records).

Say Just Words (videoclipe), com o Paradise Lost:

Walk Away, com o Paradise Lost:

How Soon Is Now?, com o Paradise Lost:

Ratos de Porão tocam no Clash Club

Por Fabian Chacur

João Gordo se tornou tão conhecido como apresentador de TV que muita gente se esquece de o quanto ele é bom como cantor de punk rock. Uma boa oportunidade de se reavaliar esse talento roqueiro será neste sábado (14) a partir das 19h no Clash Club, quando os lendários Ratos de Porão irão se apresentar ao vivo. A abertura ficará a cargo das bandas Andralls e Executer.

Com mais de 30 anos de estradas, o Ratos de Porão mantém dois integrantes de sua formação clássica, o vocalista João Gordo e o guitarrista Jão, com o time sendo atualmente completado por Juninho (baixo) e Boca (bateria). Do início no punk rock básico, o grupo aos poucos passou a investir no crossover com o heavy metal e o hardcore, gerando uma sonoridade agressiva e personalizada que os consolidou no cenário do rock brasileiro.

O repertório do show de João Gordo e sua turma dará uma geral em seus principais hits underground, entre os quais Crucificados Pelo Sistema, Beber Até Morrer e Aids Pop Repressão, entre muitos outros. Tomara que o quarteto volte a se apresentar ao vivo com mais frequência, o que os fãs do rock brasileiro certamente agradecerão.

O Clash Club fica na rua Barra Funda, 969- Barra Funda, com ingressos a R$ 30 (antecipado) e R$ 40 (na porta, no dia do show). Informações: (0xx11) 3661-1500 e www.clashclub.com.br .

Veja Beber Até Morrer, ao vivo, nos anos 80:

© 2020 Mondo Pop

Theme by Anders NorenUp ↑