Mondo Pop

O pop de ontem, hoje, e amanhã...

Tag: madonna

Madonna lançará Rebel Heart Tour em diversos formatos

madonna-400x

Por Fabian Chacur

Madonna não lança um álbum à altura de seu passado de glórias desde Music (2000). A partir daí, seus trabalhos dedicados a faixas inéditas primam pela irregularidade. Os shows, no entanto, mantiveram-na no primeiro escalão do pop mundial, graças a muito profissionalismo, criatividade e ousadia. No dia 15 de setembro, ela lança Rebel Heart Tour, registro de sua mais recente tour mundial que ressalta esse clima de “rainha dos shows grandiosos”.

Este novo trabalho de Madonna chegará ao público nos formatos DVD, Blu-ray com bônus, CD simples e CD duplo, além das respectivas versões digitais para cada versão. A direção do filme ficou a cargo de Danny B. Tull e Nathan Rissman, enquanto a arte de capa foi feita por Aldo Diaz. Vale lembrar que uma versão prévia esteve na tela do canal americano por assinatura Showtime em dezembro de 2016.

O repertório traz 22 músicas que cobrem os mais de 30 anos de carreira da cantora e compositora americana, com direito a Material Girl, Candy Shop, Illuminati, Music, Who’s That Girl e Holiday, trazendo novos arranjos, efeitos visuais espetaculares e coreografias de tirar o fôlego. Aquele tipo de espetáculo padrão “Broadway Plus” que a artista sabe fazer como poucos, e com recursos técnicos de cair o queixo.

A mais recente turnê mundial da Material Girl teve início em 9 de setembro de 2015 em Montreal, Canadá, passou por 55 cidades de quatro continentes e durou sete meses. Foram 82 apresentações, mais uma adicional e especial, intitulada Tears Of a Clown e realizada em Melbourne, Austrália. Exatos 1.045.479 pagantes proporcionaram uma arrecadação de 169.8 milhões de dólares. Garota material mesmo!

Trailer Rebel Heart Tour- Madonna:

Madonna fará shows no Brasil em dezembro

Por Fabian Chacur

Todos já sabiam, mas agora é oficial: Madonna voltará ao Brasil em breve. A cantora se apresentará por aqui para divulgar seu mais recente álbum, MDNA, além de dar uma geral em seus maiores sucessos.

Por enquanto, foram confirmadas três datas: 1/12 no Rio, no Parque dos Atletas, com ingressos de R$ 200 a R$ 850, 4/12, em São Paulo, no estádio do Morumbi, com ingressos de R$ 170 a R$ 850, e em Porto Alegre, no Estádio Olímpico, com ingressos de R$ 120 a R$ 800.

Os shows da eterna Material Girl integram a turnê mundial que será iniciada no dia 29 de maio em Tel Aviv, Israel, com previsão de 90 shows ao redor do mundo.

A primeira passagem de Madonna pelo Brasil ocorreu em 1993 durante a turnê que divulgava o álbum Erotica, um dos melhores de sua carreira. O tour foi denominado Girlie Show, e equivalia a um show repleto de elementos inspirados em cabaré.

A venda dos ingressos para os espetáculos em São Paulo e Porto Alegre serão iniciadas no dia 25 de abril, enquanto os do Rio começarão a ser comercializados a partir do dia 4 de maio. Mais informações serão postadas em breve no site www.ticketsforfun.com.br .

Madonna estreia na ponta da parada dos EUA

Por Fabian Chacur

Se havia alguém duvidando da capacidade de Madonna em obter grandes vendagens no lançamento de seu novo álbum, MDNA, elas se dissiparam. Após estrear na parada britânica na liderança, seu décimo-segundo trabalho a obter tal façanha por lá, a estrela pop repete a façanha, desta vez no mercado americano, conforme informa o site da revista americana Billboard.

MDNA iniciou sua trajetória nos EUA com 359 mil cópias comercializadas em sua semana inicial, o que lhe valeu o primeiro posto no país natal da Material Girl. A título de comparação, Hard Candy (2008), seu mais recente trabalho de estúdio, teve 280 mil cópias vendidas em seus sete primeiros dias de comercialização.

É a melhor performance de Madonna no período de lançamento em termos de vendas de um novo trabalho desde Music (2000), que no mesmo período vendeu 420 mil cópias. O CD é seu oitavo trabalho a atingir o primeiro lugar nos EUA, o que a deixa a apenas um posto abaixo de Barbra Streisand, a mulher que mais discos conseguiu colocar no topo da parada ianque.

Uma boa estratégia ajudou bastante esses belos números iniciais de vendas de MDNA. Uma promoção ofereceu aos fãs americanos a chance de adquirir, com preços reduzidos, pacote incluido ingressos para o show da nova turnê de Madonna e o álbum. Artistas como Tom Petty e o grupo Bon Jovi também se valeram dessa estratégia recentemente, com bons resultados em termos comerciais.

Coube a Lionel Richie o segundo lugar nesta semana, também a primeira de seu novo álbum, Tuskegee, que vendeu 199 mil cópias. É o melhor posto que o ex-cantor dos Commodores obtém desde 1986, quando Dancing On The Ceiling ocupou por duas semanas o primeiro lugar nos EUA.

O disco, no qual Richie relê seus sucessos em duetos com grandes astros, equivale também a seu melhor desempenho em uma primeira semana nas paradas desde que a Soundscan começou a medir as vendas no mercado americano, em 1991.

Coming Home (2006) equivalia à sua melhor performance até então, com 75 mil cópias vendidas e o sexto posto na semana inicial. Você lerá em breve resenha deste álbum em Mondo Pop.

E mesmo perdendo a liderança há quase um mês, o álbum 21, de Adele, continua entre os tops, ocupando a terceira posição nos EUA esta semana, com 121 mil cópias vendidas. Curiosamente, nesta mesma semana de abril, só que em 2011, o álbum havia vendido 88 mil cópias, ou seja, bem menos do que agora. Impressionante.

Título do novo CD de Madonna gera polêmica

Por Fabian Chacur

Nem bem divulgou o nome de seu 12º álbum de estúdio, o primeiro em quatro anos, Madonna vê surgir uma nova polêmica, a enésima em seus mais de 30 anos de carreira.

Em entrevista concedida a Graham Norton à rádio britânica BBC 1, a cantora e compositora disse que o novo trabalho terá como título MDNA, com lançamento previsto para o dia 12 de março.

Embora seja apenas uma abreviação do nome da estrela pop, a organização antidrogas Cannabis Skunk Sense condenou o fato de o título ser semelhante ao da droga MDMA, também conhecida por ecstasy.

“Foi uma escolha infeliz”, afirmou ao tabloide britânico The Sun a porta-voz dessa organização, Lucy Dawe.

A versão na íntegra do primeiro single a ser extraído de MDNA, Gimme All Your Luvin’, será lançada oficialmente no fim do mês, e conta com as participações das estrelinhas pop Nick Minaj e Mia.

No dia 5 de fevereiro, Madonna será a atração do show do intervalo da edição 2012 do Super Bowl, a maior competição esportiva dos EUA, e a que consegue os maiores índices de audiência na TV.

Madonna assina com a Interscope Records e promete lançar um novo álbum em 2012

Por Fabian Chacur

Madonna está de gravadora nova. A estrela pop, segundo o jornal americano The New York Post, assinou com a Interscope Records, selo que faz parte do conglomerado fonográfico Universal Music.

O acordo começa a vigorar em 2012, quando deve ser lançado o primeiro de uma série de três álbuns previstos. Para gravar cada um deles, a moça faturará “apenas” um milhão de dólares.

O primeiro single, Give Me All Your Love, com participações de Nicki Minaj e Mia, será lançado de forma oficial e em sua versão final em fevereiro ou março, segundo a mesma fonte.

Uma versão alternativa da canção circulou na internet em novembro, fato que deixou a cantora bastante brava.

Madonna permaneceu durante 25 anos na Warner Music, cujo contrato com ela terminou em 2008 com o álbum Hard Candy. Durante parte dessa associação, a Warner distribuía o selo da cantora, a Maverick Records, que posteriormente foi adquirida pela multinacional.

Quando o assunto é shows e performances ao vivo, quem cuida de seus destinos é a megaprodutora Live Nation, em contrato assinado em 2007 que deve durar ao menos dez anos.

Madonna também será a atração em 2012 do intervalo do Super Bowl, mais importante e popular evento esportivo do calendário americano, que já teve participação de Michael Jackson e The Who, entre outros.

Veja o clipe de Papa Don’t Preach (1986), de Madonna:

O eterno fascínio de Don’t Cry For Me Argentina

Por Fabian Chacur

Em 1976, portanto há longos 35 anos, chegava ao mercado um álbum que, na verdade, equivaleu a uma espécie de início de uma lenda.

No auge das óperas rock, Evita, escrita pelo músico e compositor Andrew Lloyd Webber com letras a cargo de Tim Rice, surgiu inicialmente como disco, adaptando para o universo musical a história de Evita Perón, a mulher mais famosa e de destino mais trágico do ditador argentino Juan Domingo Perón.

O sucesso do álbum acabou sendo seguido pelo do musical, projeto inicial que se viabilizou primeiro na Inglaterra, em 1978, chegando aos Estados Unidos no ano seguinte.

O grande sucesso das primeiras montagens gerou inúmeras outras ao redor do mundo e ajudou a tornar Evita um dos musicais mais bem-sucedidos de todos os tempos.

A nova versão brasileira estreia neste sábado (26) no Teatro Alfa, em São Paulo, com ingressos de R$ 40 a R$ 185 (informações: (0xx11) 5693-4000).

Julie Covington

Caberá a Paula Capovilla tentar um desempenho à altura da outra Evita brasileira, a cantora Claudya, que ganhou elogios até no exterior.

Madonna estrelou a controvertida versão cinematográfica da história, em parceria com Antonio Banderas.

Mas Evita, na verdade, tem uma grande estrela, que é a canção Don’t Cry For Me Argentina, seu momento mágico.

Essa música ganhou as paradas de sucesso em 1977, quando a interpretação da cantora e atriz inglesa Julie Covington atingiu o primeiro lugar na parada britânica.

Desde então, muita gente regravou essa balada de forte teor sentimental, inclusive Madonna, mas a versão original continua sendo considerada imbatível.

Ouça Don’t Cry For Me Argentina, com Julie Covington:

© 2019 Mondo Pop

Theme by Anders NorenUp ↑