Mondo Pop

O pop de ontem, hoje, e amanhã...

Tag: marcelo d2

Mix Ao Vivo chega ao Jabaquara

Por Fabian Chacur

Em vias de completar 50 anos de existência, o bairro paulistano do Jabaquara terá boa oportunidade para comemorar essa efeméride. Será no dia 23 de fevereiro, quando ocorrerá por lá a partir do meio-dia Mix Ao Vivo, projeto criado pelo Grupo Mix de rádio e TV em 2013. A programação inclui shows com Marcelo D2, CPM 22, Planta & Raiz e Onze:20, sendo a entrada gratuita.

O palco para os shows será instalado entre as avenidas Ugo Beolchi e Diederichsen, e os organizadores tem a expectativa de que em torno de 40 mil pessoas marquem presença por lá. O bairro, situado na Zona Sul de São Paulo, é bastante grande, e de suas raízes populares hoje inclui também um significativo contingente de pessoas da chamada classe média, que moram especialmente em prédios e conjuntos habitacionais.

Mix Ao Vivo conseguiu se viabilizar graças aos esforços do Grupo Mix de rádio e TV e da ação de apoiadores, possibilitando assim levar shows ao vivo gratuitos de grandes nomes da música pop brasileira. O rap de D2, o reggae raiz do Planta & Raiz e o rock hardcore melódico do CPM 22 dão uma boa amostra da amplitude da programação, além da revelação Onze:20, de Minas.

Você Diz Que o Amor Não Dói– Marcelo D2:

Morre Marku Ribas, fera da black music

Por Fabian Chacur

Para minha imensa tristeza, sou obrigado a divulgar que morreu neste sábado (6) em Belo Horizonte, vítima de um câncer de pulmão, o genial cantor, compositor e músico mineiro Marku Ribas. Ele não resistiu às consequências dessa terrível doença, que o atormentava há uns dois anos, e estava internado no hospital Lifecenter, na capital mineira, desde a última quarta-feira (3). Descanse em paz, fera!

Nascido no dia 19 de maio de 1947 na cidade de Pirapora, no interior de Minas Gerais, Marku Ribas iniciou sua carreira nos anos 60, e pode ser considerado um dos pioneiros da black music brasileira, além de um dos primeiros músicos daqui a investir com qualidade artística no reggae jamaicano, e mesmo a usar dreadlocks. Ele morou durante alguns anos no exterior.

Samba rock, samba funk, soul, jazz, samba, reggae, o cara não impunha limites a seu talento artístico em termos musicais. Entre outras músicas maravilhosas, tem em seu currículo a fantástica Zamba Ben, que Marcelo D2 plagiou para fazer sua Maldição do Samba, sem dar crédito a Marku. Rolou até processo na Justiça por causa disso.

Marku tocou com grandes nomes da música, entre os quais Chico Buarque, Nara Leão, Tim Maia, Emílio Santiago (que também se foi há pouco) e até mesmo os Rolling Stones. Embora não tenha sido creditado e nem tenha ganho por isso, o mestre gravou percussão na faixa Back To Zero, do álbum Dirty Work (1986). Ele também viveu o papel do baterista da banda de Mick Jagger no clipe da música Just Another Night (1984), gravado no Brasil.

O talento de Marku Ribas ia além da música. Ele trabalhou como ator em diversos filmes no Brasil e no exterior, entre eles o delicioso Chega de Saudade, na qual faz o papel de um cantor de banda de bailes ao lado de Elza Soares. Generoso, sempre foi aberto a parcerias com jovens talentos, como a feita com o rapper mineiro Flávio Renegado na insana Mil Grau.

Uma das melhores entrevistas que fiz na minha carreira como jornalista da área musical foi com essa figuraça, em 2009. Inicialmente arredio, ele aos poucos foi abrindo o peito e me contando momentos maravilhosos de sua sensacional trajetória. Dê-me a honra de ler essa entrevista aqui, e você não se arrependerá.

Ouça Zamba Ben, com Marku Ribas:

Veja o clipe de Just Another Night, com Mick Jagger:

© 2019 Mondo Pop

Theme by Anders NorenUp ↑