Mondo Pop

O pop de ontem, hoje, e amanhã...

Tag: música francesa

Fábio Jorge canta clássicos da MPB vertidos para o francês

Fábio Jorge - Foto Marco Máximo 2019 (6) VT-400x

Por Fabian Chacur

Fábio Jorge é fruto do amor entre um brasileiro e uma francesa. Essa fusão, típica da bela miscigenação que marca o povo brasileiro, se apresenta plena na trajetória musical deste cantor e compositor paulistano formado em Letras e nascido em 1970. Em seus 15 anos de carreira, ele investe em canções do songbook francês, sempre com um toque brasileiro na mistura. Em seu quarto CD, Connexions, a simbiose se mostra perfeita, com o artista interpretando clássicos da música popular brasileira com letras vertidas para a língua popularizada em termos musicais por mestres do porte de Charles Aznavour e Édith Piaf.

Das 14 faixas, 13 foram versionadas pelo próprio Fábio. A seleção de repertório tem na abrangência sua marca, pois traz desde pérolas da bossa nova até hits dos anos 2000. São canções popularizadas por artistas como Elis Regina, Tom Jobim, Dalto, Alcione, Milton Nascimento, Djavan e Marisa Monte, entre outros. Uma interessante amostra do nosso cancioneiro popular, e sem cair em preconceitos, incluindo canções da seara mais popular, muito bem pinçadas, por sinal.

Os arranjos instrumentais são precisos, primando pelo bom gosto e pela delicadeza, assinados por Alexandre Vianna, João Henrique Baracho, Rovilson Pascoal e Daniel Bondaczuk (os de cordas). Com inteligência, souberam captar o estilo da música francesa tradicional e adaptá-lo para um repertório brasileiro, trazendo características de cada um desses universos sem despencar em caricatura ou diluição barata para turista ver (e ouvir). Aqui, é tudo a vera.

O destaque fica por conta das interpretações de Fábio Jorge, que possui voz de timbre aveludado e extremamente boa de se ouvir que ele conduz com categoria típica de quem fez a lição de casa. Aqui aparece provavelmente a maior influência que ele traz de sua origem francesa: aquela desenvoltura elegante típica de intérpretes como Charles Aznavour, a capacidade de cantar como se estivesse batendo um papo agradável com pessoas queridas.

Entre outras, vale destacar L’Eternité (Pessoa, hit com o autor, Dalto, e também com Marina Lima), Les Bateaux Sur La Mer (Arrastão, de Edu Lobo e Vinícius de Moraes e estouro com Elis Regina) e Mon Énorme Folie (Estranha Loucura, de Michael Sullivan e Paulo Massadas e hit com Alcione).

De quebra, o intérprete convidou três ótimas cantoras para dividirem canções com ele. Respectivamente, Márcia em Notres Printemps (Primavera, de Carlos Lyra e Vinícius de Moraes), Diva Maria em Dans Ma Rue (Pela Rua, de Dolores Duran) e Edith Veiga em J’Ai Le Mal De Toi (Briguei com Você, da própria Edith em parceria com Dora Lopes. As três cantam suas partes em português, ressaltando a parceria Brasil-França que está no DNA deste excelente Connexions.

L’Eternité (Pessoa) (clipe)- Fábio Jorge:

Duo Dona Flor toca ao vivo no Teatro Central das Artes (SP)

dona flor-400x

Por Fabian Chacur

O duo Dona Flor está na estrada há mais de cinco anos. Atualmente radicado em Paris, eles estão no Brasil para gravar o seu primeiro álbum. Aproveitando a deixa, fazem um show nesta terça-feira (4/8) às 21h no Teatro Central das Artes Sub 3 (rua Apinajés, 1.081- Sumaré-São Paulo-fone 0xx11 3865-4165), com couvert artístico a R$ 20,00. Mais informações no site do local, o www.centraldasartes.com.br .

Integram o Dona Flor a cantora Alessandra Cintra e o violonista Adilson Franzin. No show, eles contarão com as participações especiais de Carrapicho Rangel (bandolim) e Gustavo Bali (pandeiro). No repertório, composições próprias e também releituras de obras alheias oriundas dos repertórios brasileiro e francês, em interpretações próprias e bem estilosas.

Azul– Dona Flor:

Rosa Morena– Dona Flor:

Aurélie & Verioca mostra sua MPB à francesa em São Paulo

02 Aurelie & Verioca - Foto Jean Pierre Gingold-400x

Por Fabian Chacur

O duo francês Aurélie & Verioca começou no dia 25 de abril uma turnê pelo Brasil que irá se encerrar no dia 29 de maio. Sua programação inclui três apresentações na cidade de São Paulo, com início nesta quarta-feira (13) no Mercado Municipal Paulistano. Os outros shows serão nesta quinta-feira (14) no Centro Cultural São Paulo e neste domingo (17) no Teatro Décio de Almeida Prado, todos gratuitos.

A cantora e compositora Aurélie Tyszblat e a violonista, compositora e cantora Verioca Lherm desenvolvem seu trabalho como dupla desde 2009. A marca registrada fica pela forte influência da música brasileira, com ênfase em samba, bossa nova, baião e MPB, com direito a uma mistura de letras em francês e em português, idioma no qual elas esbanjam ótima pronúncia.

Sua primeira turnê pelo Brasil ocorreu em 2012 como forma de divulgar por aqui o CD Além Des Nuages, que conta com as participações de Guinga, Philippe Baden Powell, Paula Santoro, Marcelo Pretto, Osman Lins, Aline Gonçalves e do grupo Casuarina. A identificação dos músicos brasileiros com o duo francês foi imediata, gerando parcerias bacanas.

Pas à Pas (passo a passo, em francês) é o novo CD de Aurélie & Verioca, e está sendo devidamente lançado por aqui durante esta turnê. Delicioso, delicado e repleto de boas canções autorais e também algumas releituras, conta com as participações de Joyce Moreno, Swami Jr., Zé Luiz Nascimento e do grupo Flor de Abacate, entre outros.

As gravações do álbum, que inclui 12 faixas, foram feitas em estúdios na França (Paris e Bretanha) e Brasil (Rio de Janeiro, Belo Horizonte e São Paulo). As letras das canções se dividem entre francês e português, sempre com uma ênfase em poesia de qualidade e imagens bacanas compatíveis com as belas melodias e vocalizações que desenvolvem.

O show desta quarta será diferente dos demais. Integrando o projeto Delícias Musicais, do Sesc Carmo, incluirá músicas adicionais com temática alimentícia, como Vatapá (Dorival Caymmi) e Doce de Coco (Jacob do Bandolim), sendo que entre uma canção e outra a dupla revelará curiosidades, diferenças e semelhanças entre as culinárias francesa e brasileira.

As outras apresentações terão como base o repertório do novo CD e também de Além Des Nuages. No Centro Cultura São Paulo, a cantora Fabiana Cozza marcará presença, enquanto que no Teatro Décio de Almeida Prado outro nome ilustre da MPB estará em cena em participação especial, o cantor, compositor e violonista Eduardo Gudin.

Aurélie & Verioca em São Paulo

13/5 (quarta-feira-13h)– dentro do projeto Delícias Musicais. Mercado Municipal Paulistano (rua da Cantareira, 306- fone 0xx11-3313-3365) em realização do Sesc Carmo. Grátis.

14/5 (quinta-feira-20h30)– com participação especial de Fabiana Cozza- Centro Cultural São Paulo (rua Vergueiro, 1.000- Paraíso- fone 3397-4002). Grátis.

17/5(domingo- 19h)– com participação especial de Eduardo Gudin- Teatro Décio de Almeida Prado (rua Cojuba, 45-B- Itaim Bibi- fone 0xx11-3079-3438). Grátis.

Pas a Pas- Aurélie & Verioca (clipe):

Um Dia- Aurélie & Verioca:

Alcione interpreta standards da música francesa em show

alcione-400x

Por Fabian Chacur

Alcione se consagrou de tal forma cantando samba e música romântica que muita gente pode até não ter ideia da versatilidade dessa grande artista. Uma boa oportunidade de se conferir tal talento irá ocorrer nos dias 7 e 8 de abril às 21h no Teatro de Câmara da Cidade das Artes (avenida das Américas, 5.300- Barra da Tijuca-RJ- fone 0xx21-4003-1212), quando ela fará shows que integram o projeto Inusitado, criado e com curadoria do consagrado midas da MPB André Midani.

Midani, que das décadas de 1950 a 1990 teve atuação decisiva no comando de gravadoras para o desenvolvimento do melhor da música brasileira feita naquela época, concebeu esse projeto como forma de mostrar lados incomuns de grandes nomes da música. Alcione inicia a terceira temporada do projeto, que já contou com Ney Matogrosso, Erasmo Carlos e Paula Toller.

E qual será o tema do show da Marrom? Um repertório composto exclusivamente por standards da música francesa, interpretadas naquela língua. Algo que Midani relembra ter visto a cantora maranhense fazer ao conferir apresentações dela na noite carioca em 1969, quando de quebra ela ainda tocava (e bem) pistão.

O set list incluirá clássicos dos repertórios de Charles Aznavour, Edith Piaf, Yves Montand e Michel Legrand, com direito a maravilhas sonoras do naipe de Ne Me Quittes Pas, Ton Nom, Non Je Ne Regrette Rien, Je T’Aime e L’Ate 42, entre elas. O acompanhamento, que terá teor intimista e delicado, ficará a cargo de alguns dos integrantes da Banda do Sol, que acompanha Alcione em suas turnês.

Para quem está fora do Rio e não puder ver esses shows, um consolo. O Canal Bis irá gravar os espetáculos, para posterior exibição em sua grade de programação e também lançamento nos formatos CD e DVD. O lançamento está previsto para ocorrer em 2016, em parceria do selo Biscoito Fino com o selo da cantora, o Marrom Music.

Ne Me Quittes Pas (ao vivo)- Alcione:

© 2019 Mondo Pop

Theme by Anders NorenUp ↑