Mondo Pop

O pop de ontem, hoje, e amanhã...

Tag: rock brasil (page 1 of 3)

Banda Versalle lança um clipe gravado na incrível Rondônia

versalle cena clipe pedro margherito-400x

Por Fabian Chacur

Não são muitos os que podem afirmar que já foram a Rondônia, ou que conhecem alguma coisa daquele estado situado no norte do Brasil. Uma boa oportunidade para se conferir algumas belas cenas registradas por lá é o clipe de A Saudade é Algo Que Eu Não Quero, recém-lançado pela banda Versalle. A música foi lançada no álbum Distante Em Algum Lugar, lançado em 2015 pelo selo Slap, da Som Livre.

As locações não foram escolhidas por acaso. A banda Versalle foi criada em 2009 precisamente em Porto Velho, capital daquele estado. Fazem parte do quarteto Criston Lucas (vocal), Rômulo Pacifico (guitarra), Miguel Pacheco (baixo) e Igor Jodir (bateria).

“A música traz uma letra melancólica e nostálgica que fala sobre a partida de alguém em busca do sonho maior. O sentimento de saudade, apesar de ser algo não quisto, é real e deve ser vivido. É um pequeno poema musicado muito significativo para a banda”, explica Criston.

A Versalle se tornou conhecida nacionalmente ao ser uma das finalistas do reality show musical SuperStar, da Rede Globo. Desde então, participaram do Lollapalooza 2016 e lançaram, além do álbum Distante Em Algum Lugar, o EP Apenas (2016). Seu rock melódico traz bem assimiladas influências de The Smiths, Legião Urbana, Interpol, Artic Monkey e Mutantes, entre outras.

A Saudade é Algo Que Eu Não Quero (clipe)-Versalle:

Amsterdan e Stereophant são as atrações do Rio Novo Rock

amsterdan banda carioca-400x

Por Fabian Chacur

O projeto Rio Novo Rock, que há três anos abre mensalmente no Rio de Janeiro espaço para as bandas do novo rock feito no Rio e em outros estados, marca presença este mês nesta quinta-feira (7), um belo feriado, por sinal. Estarão em cena as bandas Amsterdan (FOTO) e Stereophant, além da DJ Suirá e do VJ Miguel Bandeira. A festa roqueira rola a partir das 20h em seu palco habitual, o Imperator- Centro Cultural João Nogueira (rua Dias da Cruz, nº 170- Meier- fone 0xx21-2597-3897), com ingressos de pista a R$ 10,00 (meia) e R$ 20,00 (inteira).

Nesta edição da mais consistente vitrine do novo rock nacional, teremos duas representantes locais. Com um ano de atividade, a banda Amsterdan conta com Rafael Reis (vocal), Adison Filho (guitarra), Fernando Fully (guitarra), Mateus Muniz (baixo e vocais), Caio Firmo (sintetizador) e Guga Peçanha (bateria). Seu primeiro álbum, 1766, traz faixas como Natural, Labirinto e Foi-se o Tempo, e conta histórias que todos nós vivemos diariamente, na definição de seus integrantes.

O Stereophant possui dois álbuns: Correndo de Encontro a Tudo (2013, relançado este ano em versão remixada e remasterizada) e o novo Mar de Espelhos. Integram o time Alexandre Rozemberg (vocal), Vinícius Tibuna (guitarra), Thiago Santos (guitarra), Fabrício Abramov (baixo) e Bernardo Leão (bateria). No mais recente trabalho, contam uma história dividida em três blocos de cinco canções cada.

Homem ao Mar (clipe)- Stereophant:

Banda goiana Sã lança clipe e mostra seu heavy filosófico

sã banda de rock-400x

Por Fabian Chacur

Um heavy metal fortemente influenciado por sonoridades setentistas e com letras com elementos filosóficos e bem-humorados. Esta é uma definição possível do som feito pela Sã, banda goiana que acaba de lançar o seu primeiro videoclipe. A música em questão é Translação, que traz influências claras de Black Sabbath e Grand Funk Railroad em meio a um clima visual sombrio, nervoso e ameaçador bem convincente.

Integram esse trio oriundo de Goiânia o cantor e guitarrista Danilo Xidan, conhecido por sua atuação com as bandas Goldfish Memories e Soothing, e os irmãos Alexandre (baixo) e Bruno Sardelari (bateria), que também atuam no grupo Veementes. A produção de Translação ficou a cargo de Braz Torres, que toca guitarras adicionais. Também participou da gravação Rodrigo Andrade, tocando meia-lua e bongô.

A letra da canção do Sã reflete com profundidade sobre o que é viver, e é finalizada pelos versos “a vida, a vida é só uma viagem, a vida é uma viagem só”, incentivando o ouvinte a aproveitar melhor sua estada no planeta e também visualizando um possível sumiço do ser humano da face do planeta. Um papo cabeça muito interessante.

Translação (clipe)- Sã:

Leo Jaime celebra os anos 80 em apresentação única no RJ

LEO FOTO 2 1 mega-400x

Por Fabian Chacur

Embora goiano, foi no Rio de Janeiro que Leo Jaime viu sua carreira artística tomar vulto e conquistar o país. Vivíamos os anos 1980, era em que o rock se consolidou de vez no Brasil e invadiu as paradas de sucesso daqui, graças a uma produção local bastante fértil e diversificada. É isso o que o cantor, compositor e músico celebra em show único que rola nesta sexta (18) às 21h30 no Teatro Bradesco Rio (avenida das Américas, nº 3.900- loja 160- Shopping VillageMall- fone 0xx21- 3431-0100), com ingressos de R$ 80,00 a R$ 140,00.

O espetáculo é intitulado Leo “Guanabara” Jaime, apelido pelo qual o autor de hits como Nada Mudou e As Sete Vampiras era conhecido no início de sua trajetória carioca. De uma forma descontraída e divertida, suas marcas registradas, Leo contará histórias das músicas que irá cantar e também sobre os bastidores da sua geração roqueira. No repertório, releituras de canções da Legião Urbana, Cazuza, Rolling Stones, Raimundos, Leoni e The Cure, entre outros.

De seu próprio set list habitual, não ficarão de fora Sonia, Fórmula do Amor, Rock Estrela e Nada Mudou, além de alguma surpresa. Preciso Dizer Que Te Amo, que fez sucesso na década de 1980 com Marina Lima e que voltou às paradas de sucesso com o próprio Leo em 1995 também deve fazer parte do show. Leo resume tudo com esta frase: “esse é um show de rock. Se não gostar, não precisa nem ir”. Fica dado o recado!

Preciso Dizer Que Te Amo (ao vivo)- Leo Jaime:

Blitz lançará seu novo DVD e também fará turnê pelos EUA

blitz foto credito JUBA 2-400x

Por Fabian Chacur

Embora nunca tenha saído de cena nos últimos anos, a Blitz retomou com força total a carreira nos últimos meses. Lançou Aventuras 2, CD que celebra os 35 anos de sua estreia em disco com convidados especiais e bons elogios por parte de público e crítica. E as novidades não param de pintar. Em outubro, o grupo carioca lançará um novo DVD, gravado ao vivo em abril no Circo Voador, local cuja importância é impar na sua história de muito sucesso.

O grupo liderado pelo trio Evandro Mesquita (vocal e violão), Billy Forghieri (teclados) e Juba (bateria), integrantes de sua formação clássica, também anuncia que fará em fevereiro de 2018 uma turnê pelos EUA. E de quebra, preparam-se para show no Rock in Rio no dia 16 de setembro com participações especiais de Alice Caymmi e Davi Moraes. Será o seu retorno ao evento após 32 anos, eles que foram uma das atrações da histórica edição inicial do evento, em janeiro de 1985.

Em entrevistas, Evandro Mesquita sempre ironiza de forma simpática a previsão de alguns jornalistas apressados, que, com o estouro da banda em 1982 com Você Não Soube Me Amar, previam que seria o sucesso de um único verão. E, desde então, 30 e tantos verões se passaram, e os caras continuam aí, firmes e fortes, com sua mistura de bom-humor, rock and roll e ritmos tropicais, pondo para dançar e se divertir gerações de brasileiros. Quem ri por último…

Noku Pardal– Blitz e Alice Caymmi:

Primavera nos Dentes lançará seu primeiro álbum em breve

PRIMAVERA NOS DENTES - CREDITO- KAIO CAIAZZO 2-400x

Por Fabian Chacur

Charles Gavin, ex-baterista dos Titãs e apresentador do programa do Canal Brasil O Som do Vinil, voltará em breve ao mundo do disco com um novo projeto. Trata-se do Primavera Nos Dentes, cujo objetivo é a releitura de músicas dos Secos & Molhados. O trabalho sairá via gravadora Deck a partir do fim deste mês, nos formatos vinil e digital.

Além de Gavin, o time conta com o lendário guitarrista Paulo Rafael (Alceu Valença e Ave Sangria), Duda Brack (vocal), Pedro Coelho (baixo, de Cassia Eller- O Musical e Dona Joana) e Felipe Ventura (violino e guitarra, de Xôo e Cícero). Foram aproximadamente um ano e meio de ensaios e gravações de demos. A ideia era começar pelos shows, mas o produtor Rafael Ramos (Pitty, Titãs, Vanguart) ouviu uma das demos, gostou e os convidou para gravar.

“A sonoridade e os arranjos se distanciaram bastante dos originais, diria que cada versão que fizemos tem a assinatura de cada um de nós. Também foi surpreendente constatar o fato de que a poesia das letras permanece extremamente atual e assertiva após décadas, deliciosamente doce e ácida, ingênua e politizada ao mesmo tempo, conectando-se com pessoas de qualquer geração e qualquer lugar”, comenta Charles Gavin. Primavera nos Dentes é uma das faixas do álbum de estreia dos Secos & Molhados, lançado em 1973.

Primavera nos Dentes– Secos e Molhados:

Banda Neuttra lança primeiro álbum com um show no Rio

neutra banda de rock-400x

Por Fabian Chacur

A banda Neuttra mostra o repertório de seu álbum de estreia, autointitulado, com um show único no Rio de Janeiro nesta quinta-feira (3) a partir das 20h30 no Bar do Elias (rua Olegário Maciel, nº 162- Barra da Tijuca- RJ- fone 0xx21-3435-4977), com ingressos a R$ 15,00 (R$ 7,00 na lista amiga, e-mail cenna3assessoria@gmail.com).

Oriunda da Baixada Fluminense, a Neuttra traz em sua formação Gabriel Martins (vocal e guitarra), Rodrigo Correia (baixo) e Anderson Oliveira (bateria). No início, eles faziam covers de diversas bandas, mas logo perceberam que investir em repertório próprio seria o melhor caminho, e assim o fizeram. Como influências, citam Twenty One Pilots, Scalene, NX Zero, Foo Fighters e Stone Sour.

Após a divulgação do clipe de Me Leva, Amor, a banda nos trouxe seu primeiro álbum, com direito a uma mistura de rock e pop com letras falando sobre amores, desamores, as madrugadas e tudo o que se associe a esse universo. Um dos lemas da banda é “uma guitarra na mão e uma ideia na cabeça”. Entre outras, temos no álbum Lembranças, Então Vai, Terra do Nunca, Te Encontrar e Segredos.

Me Leva, Amor– Neuttra (clipe):

Banda PAD lança um primeiro single pela Universal Music

pad banda 400x

Por Fabian Chacur

Tem banda nova no cenário rock brasileiro. E com um bom pedigree. Trata-se da PAD. Criada em novembro de 2016, ela acaba de lançar seu primeiro single pela Universal Music, no formato digital e com direito a um lyric vídeo. Not So Vain tem título em inglês, mas a letra é em português, mesmo. Trata-se de uma amostra do primeiro álbum do sexteto, que está previsto para chegar ao mercado musical brasileiro ainda em 2017.

Not So Vain é um hard rock com levada swingada, e funciona como um interessante cartão de visitas para o time, que é composto por músicos bem experientes: Fábio Noogh (vocal, da banda cover The Soundtrackers), Marcos Kleine (guitarra, do Ultraje a Rigor), Thiago Biasoli (baterista, do Carranca Trio), Willian Bill de Oliveira (baixo- produtor do Dr. Sin e integrante do Trinta E3), Leandro Pit (guitarra- Os Travessos, Sensação e Intuição) e Rodrigo Simão (teclados).

A banda fez sua primeira apresentação em fevereiro deste ano, na Campus Party Brasil, em São Paulo. O seu nome surgiu de forma bem-humorada como uma espécie de trocadilho com “pé de galinha”, citação do nome Chickenfoot, superbanda americana liderada pelo vocalista e guitarrista Sammy Haggar, ex-Van Halen. Eles definem a letra do seu single de estreia como “Viver o momento intensamente e deixar o passado para trás. Não se apegar ao futuro”.

Not So Vain- PAD:

Venus Café faz uma maratona de quatro shows em Sampa

venus cafe 400x

Por Fabian Chacur

A banda carioca Venus Café nunca se apresentou em São Paulo. Até agora. Neste fim de semana, eles não só quebrarão esse ineditismo como também serão protagonistas de uma verdadeira maratona. Serão quatro apresentações em um prazo de aproximadamente 24 horas, que englobarão três shows em São Paulo propriamente dita e um último em Santo André, situado na Grande São Paulo. Haja fôlego para o quarteto dar conta do recado!

Tudo começa nesta sexta (23) às 19h no Golden Line Tattoo, um estúdio de tatuagem situado no bairro da Penha em cuja garagem são realizados shows de rock. No sábado (24), serão três performances, uma às 15h no evento Voz do Underground, em Pinheiros, outro às 19h no Ocupa Ouvidor 63, no centro, e finalizando a blitzkrieg roqueira a partir das 23 no Jailhouse Rock Pub, situado na cidade de Santo André.

Na estrada há seis anos e com influências de Thin Lizzy, Queen, AC/DC, Beatles, The Darkness e John Fogerty, entre outros, o grupo conta com Dangerous Dan (vocal), Captain Love (baixo), Frankie Goes (guitarra) e Jules Brasa (bateria). Eles definem seu som assim: “Rock classudo, palhaçadas ultrajantes, trejeitos afetados: pra quê ter um bolo sem cobertura se ele pode vir cheio de glacê, cerejas e enfeites?”

Eles tem no repertório músicas autorais como a vibrante Rock ‘N’ Roll Tupiniquim, e conseguiram há pouco ser um dos vencedores da etapa carioca do concurso Original’s Studio, promovido pela grife de jeans Levi’s. Eles também participaram do álbum-tributo indie O Mundo Ainda Não Está Pronto, homenagem ao Pato Fu, no qual releram Me Explica, com direito a elogios dos integrantes da banda mineira.

Serviço:

Golden Line Tattoo

Bandas: Venus Café + outras atrações

Data: 23 de junho (6a)

Horário: 19h

Endereço: Av. Amador Bueno da Veiga nº 725 – Penha, São Paulo

Telefone: (11) 2307-1276

Entrada Franca

Voz do Underground

Bandas: Venus Café, Demorock PRS, Cronos N.T, Garçom Flamejante, Guerrilha

Data: 24 de junho (sáb)

Horário: 14 às 20h

Endereço: Praça Eugene Boudin – Pinheiros, São Paulo – próx Av. Eusébio Matoso x Nações Unidas

Evento no Facebook: https://www.facebook.com/events/125933411316029/

Entrada Franca

Centro Cultural Ouvidor 63

Bandas: Venus Café + outras atrações

Data: 24 de junho (sáb)

Horário: 18:00-0:00

Endereço: Rua do Ouvidor, 63 – Sé, São Paulo

Página no Facebook: https://www.facebook.com/ocupaouvidor63revitalizacao/

Entrada Franca

Jailhouse Rock Pub

Bandas: Venus Café, Sentimento Carpete e Livro Ata

Data: 24 de junho (sáb)

Horário: Das 22h às 3h

Endereço: Rua das Monções 684, Santo André

Telefone: (11) 2786-3281

Página no Facebook: https://www.facebook.com/jailhousepub2/

Couvert: R$4,00

Rock ‘N’ Roll Tupiniquim– Venus Café:

Belchior nos deixa fina poesia, brilho e belíssimas canções

belchior-400x

Por Fabian Chacur

Há mais de dez anos, Belchior estranhamente sumiu do cenário artístico, deixando seus fãs órfãos e só aparecendo nas manchetes devido a notícias sensacionalistas e bizarras. Pois ele infelizmente ocupa de novo os holofotes por uma razão triste. Aliás, a mais triste de todas. Ele foi encontrado morto na noite deste sábado (29) na casa onde morava há um ano, na cidade de Santa Cruz do Sul (RS). Ele tinha 70 anos, e seu corpo deve encontrar sua moradia final em Sobral (CE), onde nasceu em 26 de outubro de 1946.

Muito triste essa saída de cena. Cenas de um próximo capítulo nada desejado por seus inúmeros fãs. Minha ligação com Belchior é muito forte desde sempre. Vi dois shows dele ao vivo, um em 1980, em um colégio na região da Avenida Paulista, e outro em 1984, no Tuca, ambos muito legais. Fui conhece-lo pessoalmente lá pelos idos de 1985, por uma razão corriqueira: trabalhava na agência da Receita Federal da Vila Mariana, em São Paulo, e entreguei a ele uma restituição de imposto de renda que ele não havia recebido na sua devida época.

Não muito tempo depois, iria reencontrá-lo, só que desta vez como jornalista e crítico musical, por volta de 1987. Entre esse ano e o final dos anos 1990, foram vários papos, sempre deliciosos, nos quais criei um vínculo de amizade não só com ele, mas também com um de seus produtores, o Paulo Roberto Magrão, uma das figuras mais atenciosas e gente fina que já tive a chance de conhecer em minha trajetória como jornalista especializado em música.

Bel (como o chamávamos) vai fazer muita falta, independente de estar há muito tempo sem lançar novos trabalhos. Com uma obra consistente, ele nos deixa como legado canções maravilhosas, repletas de idealismo, poesia, inteligência e ironia, com aquela inspiração contida apenas em gênios. E ele era um deles. Não consigo escrever mais nada, perdoem-me. Leiam a homenagem que fiz quando ele completou 70 anos em outubro de 2016 aqui , e a resenha da caixa Três Tons de Belchior, seu mais recente lançamento, aqui . Descanse em paz, amigo. Apenas um rapaz latino americano? O cacete!

Alucinação– Belchior (ouça o álbum em streaming):

Older posts

© 2017 Mondo Pop

Theme by Anders NorenUp ↑