Mondo Pop

O pop de ontem, hoje, e amanhã...

Tag: rock latino

Fito Paes faz turnê no Brasil e divulga o seu novo trabalho

fito paes 2018-400x

Por Fabian Chacur

Fito Paez, um dos maiores nomes do rock latino, voltará ao Brasil em dezembro para três shows, nos quais cantará seus sucessos e divulgará por aqui seu mais recente álbum, La Ciudad Liberada (2017- ouça aqui ). O início será no dia 2/12 (domingo) às 21h em Porto Alegre, no Auditório Araújo Vianna (av. Osvaldo Aranha, nº 685- fone 0xx51-3268-6664), com ingressos de R$ 55,00 a R$ 280,00. Em São Paulo será em 3/12(segunda-feira) às 21h no Teatro Bradesco (av. Palestra Itália, nº 500-3º piso- Bourbon Shopping SP-fone 0xx11-3670-4100), com ingressos de R$ 80,00 a R$ 280,00.

No Rio, será dia 5/12 (quarta-feira) às 21 no Teatro Bradesco Rio (av. das Américas, nº 3.900- loja 160-Shopping Village Mall- Barra da Tijuca- fone 0xx21-3431-0100), com ingressos de R$ 110,00 a R$ 280,00.

Com 55 anos e oriundo de Rosário, Argentina, Fito é cantor, compositor, músico, cineasta, roteirista e escritor. Ele lançou seu primeiro trabalho solo, Del 63 (1984), quando ainda integrava a banda de apoio de um de seu ídolos, o ícone do rock portenho Charly Garcia. Em 1986, passou a se dedicar apenas à trajetória individual, fazendo uma irrequieta e inteligente fusão de rock, pop, jazz, soul e latinidades mil.

Em 1992, seu álbum El Amor Después Del Amor se tornou o mais bem-sucedido da história do rock argentino. Hits como Dar Es Dar, Mariposa Technicolor, Y Dale Alegria A Mi Corazón e Ciudad de Pobres Corazones o impulsionaram a fazer shows pela América Latina e outros países, sempre com ótima repercussão por parte do público. Seu CD Abre (1996) foi produzido pelo lendário Phil Ramone (que trabalhou com Paul McCartney, Billy Joel, Frank Sinatra, George Michael etc)

A ligação de Fito Paes com o Brasil vem desde os anos 1980, quando participou do filme Rock Estrela (1986) e gravou com Caetano Veloso. Desde então, gravou com Paralamas do Sucesso (é de sua autoria a música Trac Trac, grande hit do trio), Chico Buarque, Rita Lee e Titãs, além de ter lançado em 2015 o elogiado álbum Loucura Total, gravado em dupla com Paulinho Moska.

La Ciudad Liberada (clipe)- Fito Paez:

Carlos Santana faz 70 anos às vésperas de lançar novo CD

Carlos-Santana-400x

Por Fabian Chacur

Nesta quinta-feira (20), um dos grandes magos da guitarra elétrica completa 70 anos de idade. É o mestre mexicano Carlos Santana. O roqueiro latino celebra a data às vésperas de lançar um novo e histórico trabalho. No próximo dia 28, chegará às lojas físicas e virtuais do mundo todo Power Of Peace, álbum gravado por ele em parceria com sua mulher, a baterista Cindy Blackman Santana, e o seminal grupo (hoje um duo) The Isley Brothers.

Gravado em 2016 durante aproximadamente quatro dias, Power Of Peace traz como protagonistas Santana e sua guitarra mágica, sua talentosa esposa na bateria, percussão e vocais, o sublime Ronald Isley nos vocais e o incrível Ernie Isley na guitarra, além de outros músicos de apoio. Também fazem participações especiais nos vocais as esposas dos irmãos, Kandy Johnson (de Ronald) e Tracy (de Ernie). O clima foi de muita paz e emotividade.

O repertório é composto por 13 faixas, sendo uma inédita (I Remember, de Cindy) e 12 releituras de clássicos dos repertórios de Stevie Wonder (Higher Ground), Billie Holiday (God Bless The Child), Muddy Waters (I Just Want To Make Love To You), Marvin Gaye (Mercy Mercy Me-The Ecology) Burt Bacharach (What The World Needs Now), Curtis Mayfield (Gypsy Woman) e dos grupos Swamp Dogg (Total Destruction Of Your Mind) e Chambers Brothers (Are You Ready e Love Peace Happiness). Veja um rápido making of do álbum aqui.

Santana se tornou conhecido mundialmente ao montar o grupo que batizou com seu sobrenome na segunda metade dos anos 60. Sua participação no Festival de Woodstock foi o cartão de visitas para o planeta música, com uma apresentação de Soul Sacrifice que seria eternizada no filme e na respectiva trilha sonora que registrou esse evento marcante para a história do rock. Seus três primeiros álbuns são grandes momentos do rock latino, reverenciados e copiados até hoje por inúmeros músicos. Leia sobre o álbum Santana 3 (1971) aqui.

Após a separação da formação clássica de sua banda original, que voltou a gravar junta em 2016 (leia mais sobre esse retorno aqui), Santana gravou com outras formações de sua banda e com parceiros diversos, além de se envolver com filosofias orientais e ser sempre um defensor ativo e sincero da paz e de causas humanitárias.

Em 1999, quando muitos o encaravam como um nome ligado ao passado, lançou o espetacular álbum Supernatural, o mais vendido de sua carreira, que o trouxe com tudo de volta ao topo das paradas de sucesso mundiais, de onde não mais saiu, para a nossa felicidade.

Sou fã desse cara desde que ouvi em 1971 um compacto duplo contendo as músicas Batuka (para mim, a melhor instrumental da história do rock), Everything’s Coming Our Way e Guajira, todas incluídas no seminal Santana 3. Sou fã dele desde então, e consegui seu autógrafo em 1991, durante o Rock in Rio 2, no qual ele fez dois ótimos shows. Gênio e também ídolo do meu saudoso irmão Victor.

Total Destruction Of Your Mind– Santana+Isley Brothers:

© 2019 Mondo Pop

Theme by Anders NorenUp ↑