Mondo Pop

O pop de ontem, hoje, e amanhã...

Tag: sp

Leoni e Leo Jaime mostram os hits e novas no Rio e em SP

leo jaime e leoni Carolina_Warchavsky-400x

Por Fabian Chacur

Dois dos maiores hitmakers do pop-rock brasileiro se reúnem novamente em um show cujo título é uma evidente brincadeira com o nome de uma célebre dupla sertaneja: Leoni & Leonardo. O espetáculo será realizado neste sábado (7) às 21h no Rio, no Teatro Bradesco Rio (avenida das Américas, nº 3,900- loja 160- Shopping VillageMall- fone 0xx21-3431-0100), e no dia 13 (sexta-feira) em São Paulo no Teatro Bradesco (rua Palestra Itália, nº 500- 3º piso- Bourbon Shopping São Paulo- fone 0xx11-3670-4100), ambos com ingressos custando de R$ 50,00 a R$ 160,00.

Os dois artistas são amigos desde o início da década de 1980, e em 1998 fizeram um show, Fotografia, no qual dividiam o palco. Desta vez, além de Leoni nos vocais e baixo e Leo Jaime nos vocais e guitarra, também estarão em cena os experientes Ricardo Palmeira (guitarra), João Pompeo (teclados) e Alexandre Fonseca (bateria).

Composto por algo em torno de 30 músicas, o set list da apresentação trará parcerias deles, entre as quais Fotografia, Solange e A Fórmula do Amor, e também hits das suas respectivas carreiras, entre os quais Garotos II, Nada Mudou, Exagerado, Rock Estrela, Como Eu Quero, Pintura Íntima, Mensagem de Amor, Só Pro Meu Prazer e outras.

A maior novidade divulgada de forma antecipada é uma nova composição feita por eles, A Fórmula do Amor II, revisitando o tema do hit sob uma perspectiva mais madura, embora sem perder o bom humor. Outras surpresas poderão ocorrer durante a apresentação, e não foi divulgado se isso pode ser o embrião de uma turnê maior, de um lançamento em DVD, CD, Blu-ray, vinil ou coisa que o valha. Mas o clima positivo para isso ocorrer fica no ar.

Carro e Grana/A Fórmula do Amor (ao vivo)- Leoni e Leo Jaime:

Cantora Flaira Ferro mostra o seu primeiro CD em São Paulo

CORDÕES UMBILICAIS/FlairaFerro

Por Fabian Chacur

A pernambucana Flaira Ferro acaba de lançar em formato físico e também nas plataformas digitais o seu álbum Cordões Umbilicais. Como forma de mostrar o repertório deste novo trabalho, composto por 11 faixas autorais, ela fará nesta terça (11) às 19h em São Paulo um pocket show no Teatro Viga (rua Capote Valente, 1.323- Vila Madalena), com entrada gratuita.

Flaira é cantora, compositora e também bailarina de formação (ela integra o Instituto Brincante). Na sua performance no Teatro Viga, ela contará com o apoio de Alencar Martins (violão) e Matheus Prado (percussão). O repertório inclui basicamente músicas de Cordões Umbilicais em versões compactas no melhor espírito acústico.

Cordões Umbilicais pode ser baixado gratuitamente no site da artista (baixe aqui). O álbum traz músicas como Lafalafa (divulgada por um ótimo videoclipe), Me Curar de Mim e Templo do Tempo, entre outras, e mostra uma sonoridade própria na qual sua bela voz se sobressai.

Lafalafa (clipe)- Flaira Ferro:

Otto canta Martinho da Vila em SP

Por Fabian Chacur

Um show que promete ser no mínimo surpreendente será realizado de sexta (14) a domingo (16) em São Paulo. Trata-se do cantor, compositor e musico pernambucano Otto, que irá reler na íntegra o álbum Canta Canta Minha Gente, lançado em 1974 e um dos grandes sucessos da carreira de Martinho da Vila. O local será o Sesc Vila Mariana (rua Pelotas, 141- fone 0xx11 5080-3000, www.sescsp.com.br), com ingressos que custam de R$ 6,40 a R$32,00.

Tudo bem que o trabalho de Otto inclui elementos de samba em sua mistura peculiar, mas é bastante diferente do realizado por Martinho da Vila, intitulado pelo jornalista especializado no gênero Mateus Filho como “O Pelé do Samba”, de forma merecida. O repertório dos shows terá as 12 músicas do LP, incluindo Canta Canta Minha Gente, Disritmia e Malandrinha, todas com arranjos bem diferentes dos originais.

A banda que acompanhará o artista contará com Pupillo (bateria), Regis Damasceno (baixo e violão), Rodrigo Campos (cavaquinho), Thiago França (flauta), Marcos Axé (percussão) e Malê (percussão). Os shows começam às 21h na sexta (14) e sábado (15), e às 18h no domingo (16h). Se por acaso você estiver a fim de ir, corra logo para comprar os ingressos, pois show no Sesc é garantia de bilhetes esgotados rapidinho.

Nascido em 28 de junho de 1968, Otto integrou as bandas Nação Zumbi e Mundo Livre S.A. antes de resolver partir para a carreira solo. Sua estreia nessa nova fase, o álbum Samba Pra Burro (1998), arrancou grandes elogios de crítica e público por sua mistura de mangue beat, samba, rock psicodélico e muito mais. Desde então, firmou-se como um artista no mínimo interessante. Seu trabalho autoral mais recente, The Moon 1111, saiu em 2012.

O Que Dirá o Mundo, com Otto:

Aline Calixto lança seu segundo CD em SP

Por Fabian Chacur

Aline Calixto, uma das grandes revelações da MPB dos últimos anos, volta a São Paulo para show de divulgação de seu segundo CD, Flor Morena, lançado pela Warner e já comentado aqui em Mondo Pop.

Esta bela cantora carioca criada em Minas Gerais teve grande destaque com seu trabalho de estreia, que a credenciou como expressiva intérprete das várias vertentes do samba.

Flor Morena equivale a um desenvolvimento lógico em relação ao disco anterior, trazendo muito samba de roda, bossa nova, elementos de música latina e muito mais.

Ela será acompanhada por uma banda composta por Thiago Delegado (violão 7 cordas), Rudney Carvalho (cavaco), Aloisio Horta (baixo), Rodrigo Carioca (bateria), Peterson de Jesus (congas e efeitos), Robson Batata (surdo e efeitos) e Ricardo Acácio (pandeiro e efeitos).

O repertório mostrará canções de Flor Morena e do trabalho de estreia, apresentados em um clima quente e descontraído no qual a presença do excelente músico Thiago Delegado, destaque na gravação do novo CD e ao lado de Aline há bastante tempo, é garantia de grande interação artística.

O show rola nesta terça (12/7) às 22h no Tom Jazz (avenida Angélica, 2.331 – Higienópolis), com ingressos a R$ 25,00 . Informações pelo fone 4003-1212 ou pelo site www.tomjazz.com.br.

© 2020 Mondo Pop

Theme by Anders NorenUp ↑