Mondo Pop

O pop de ontem, hoje, e amanhã...

Tag: the ramones

Biografia mergulha na carreira dos Ramones

Por Fabian Chacur

Durante os 32 anos em que estiveram na ativa, os Ramones não conseguiram atingir os primeiros postos das paradas de sucesso, mas cativaram fãs fieis pelos quatro cantos do mundo com seu rock básico, melódico e influente.

De forma não linear e repleta de depoimentos de integrantes da banda e pessoas envolvidas com a mesma, o jornalista Everett True escreveu Hey Ho Let’s Go – A História dos Ramones, livro que mergulha de forma abrangente na carreira da banda americana.

True analisou disco a disco, turnê a turnê, formação por formação, dando ao leitor a oportunidade de conhecer melhor os bastidores dessa banda surgida em 1974 e cuja última turnê rolou em 1996.

Em suas páginas, o livro mostra como o cantor Joey e o guitarrista Johnny eram personalidades praticamente opostas que, no entanto, se mantiveram unidas do início ao fim do grupo.

A importância do baterista Tommy, que saiu do time ainda nos anos 70 e cuja influência foi fundamental para solidificar o som dos rapazes, o perfil “no future” do destrambelhado baixista Dee Dee e os músicos que entraram depois: Marky (bateria), Richie (bateria) e C.J. (baixo) também são bem apresentados ao leitor.

Um dos melhores capítulos é o reservado à parceria da banda com o tresloucado produtor Phil Spector, que gerou o álbum End Of The Century, um dos mais badalados da carreira do grupo (1980).

Cada música deles é devidamente analisada, assim como a origem de várias delas, entre as quais clássicos marcantes como I Wanna Be Sedated, Blitzkrieg Bop, Do You Remember Rock ‘n’ Roll Radio, Sheena Is a Punk Rocker e Bonzo Goes To Bittburg.

Além de repleto de depoimentos bacanas, o livro também inclui uma discografia completa, com direito a nome de todas as faixas e datas de lançamento. Uma biografia bacana, que só não leva dez pela mania do autor em detonar gratuitamente outros artistas e bandas em alguns trechos do livro, algo totalmente desnecessário.

Ouça I Wanna Be Sedated, dos Ramones:

It’s Alive -The Ramones (1979/Sire-Warner)

Por Fabian Chacur

Estou lendo uma biografia dos Ramones que será futuramente resenhada aqui em Mondo Pop. Sempre que isso ocorre, costumo usar isso como desculpa para me divertir ouvindo álbuns do artista em questão, como trilha sonora.

Aproveitei esta ocasião para conhecer um álbum que sempre me atraiu a curiosidade. Trata-se de It’s Alive, primeiro álbum ao vivo da carreira da banda. Com apenas duas audições, já virou discografia básica.

O show foi registrado no dia 31 de dezembro de1977 no Rainbow Theatre em Londres, e o álbum saiu no Reino Unido em 1979. Por alguma razão estranha, só chegou às lojas americanas em 1995.

It’s Alive flagra a formação original e clássica dos Ramones em ação, com Joey (vocal), Johnny (guitarra), Dee Dee (baixo) e Tommy Ramone(bateria), com a produção a cargo de Tommy e Ed Stasium.

Temos aqui 28 músicas interpretadas com garra, fúria, energia e eficiência indescritíveis. Muito, mas muito pique mesmo, capaz de levantar qualquer roqueiro que se preze.

O bacana é que as músicas, embora tenham levadas semelhantes, não soam iguais, pois as melodias sempre seguem caminhos interessantes, em uma inigualável fusão de punk e pop que seria diluída e aproveitada comercialmente nos anos 90 por inúmeras outras bandas.

O repertório inclui uma seleção de canções dos três primeiros álbuns da banda, que na época ainda estava com apenas três anos de estrada, embora já esbanjando maturidade e personalidade.

Comandada pelo vocal inconfundível e ao mesmo tempo energético e melódico de Joey, a banda ainda contava com a guitarra serra elétrica de Johnny, o baixo seco de Dee Dee e da levada original da bateria de Tommy. Um time perfeito para rock básico e direto sem cair no banal.

Rockaway Beach, I Wanna Be Well, Commando, Cretin Hop, I Don’t Wanna Walk Around With You, Sheena Is a Punk Rocker, é um petardo atrás do outro.

It’s Alive merece mesmo ser considerado um dos melhores álbuns ao vivo da história do rock, pois é incendiário, bem executado e com ótima qualidade de gravação. Hey Ho, Let’s Go Forever!

Veja e ouça vídeo com músicas de It’s Alive:

© 2019 Mondo Pop

Theme by Anders NorenUp ↑