Mondo Pop

O pop de ontem, hoje, e amanhã...

Earth, Wind & Fire voltam fugindo da nostalgia barata

Em 1980, o Brasil recebeu a visita do Earth, Wind & Fire, que vivia o seu auge em termos artísticos e de popularidade. Muita água passou por baixo da ponte desde então. Atualmente, continuam na estrada com três dos integrantes da formação clássica: o excepcional vocalista Philip Bailey, o encapetado baixista Verdine White e ótimo cantor, baterista e percussionista Ralph Johnson.

O líder Maurice White não participa mais das turnês, pelo fato de ter mal de Parkinson, embora continue atuando como produtor. Completam o time ótimos músicos, que ajudam a manter a chama acesa. O público que lotou a Via Funchal (SP) na noite de sexta feira sabe: valeu a pena esperar quase trinta anos para revê-los.

Despido dos efeitos especiais e elementos de mágica presentes nos espetáculos que realizavam nos anos 70 e 80, o EW&F atualmente concentra seu poder de fogo na música. O tecladista e diretor musical Myron McKinley respeita os arranjos originais dos hits da banda, mas abre espaços para improvisos, sendo que cada um dos músicos tem a oportunidade de mostrar seu talento, como se fosse um show de jazz.

O espetáculo se iniciou com uma trinca mortal: Boogie Wonderland, Singasong e Shining Star. Durante o show, vieram à tona Fantasy, September, Let’s Groove, Devotion, That’s The Way Of The World, Got To Get You Into My Life e After The Love Is Gone, entre outras, durante uma hora e quarenta e cinco minutos.

A voz de Philip Bailey, com seus 56 anos, permanece uma das mais belas da música pop, indo dos graves aos agudos mais difíceis com desenvoltura, enquanto Verdine White despeja vibração, contagiando os outros músicos.

Toque brazuca: Brazilian Rhyme (de Milton Nascimento, gravada por eles em 1977) e a participação de músicos brasileiros em Circo Marimbondo, do Bituca. Som dos anos 70 e 80 sem o menor teor de nostalgia barata.

Sun Goddess ao vivo em Montreux em 1997:

[youtube]4qPcrLXLeLQ&rel=1[/youtube]

3 Comments

  1. Uma das minhas bandas favoritas. Realmente a voz de Philip Bailey eh algo magico. Eu lembro das musicas solo dele “Walking on the chinese wall” e “Easy lover” com Phil Collins.

  2. Estou com quarenta e quatro anos, nos anos 80 estes caras era tudo fico imaginando os clips a armonia a seriedade dos musicos será que eles já estavam a anos luz dos musicos de hoje, que com todo respeito estes caras de hoje só pensam no dinheiro qualidade que é bom nada fica aqui o meu respeito a esta grande Banda EARTH WIND & FIRE.

  3. Caro Marivaldo, essa banda realmente marcou a história da música pop, e felizmente continua nos proporcionando shows como esse que eu tive a honra de poder conferir ao vivo. Grande abraço, tuuuuudo de bom e muito obrigado pela visita. Volte sempre que quiser/puder, será uma honra!

Leave a Reply

Your email address will not be published.

*

© 2020 Mondo Pop

Theme by Anders NorenUp ↑