Mondo Pop

O pop de ontem, hoje, e amanhã...

Autorretrato Kleiton & Kledir- coisinhas gerais

kleiton_kledir2Por Fabian Chacur

Alguns detalhes adicionais sobre Autorretrato:

***Quando apresenta a música Tudo Eu no DVD, Kledir fala: “minha mulher agora implicou. Ela acha que essa música foi feita pra ela. Vai ver que foi mesmo…..” Corajoso, o nosso amigo! Ótima, Tudo Eu tem espírito musical parecido com uma canção de Crosby Stills & Nash, Long Time Gone, de 1969. Confira e compare:

http://www.youtube.com/watch?v=_PFCgAhZEO8&feature=PlayList&p=79D897B03BFD27EB&playnext=1&playnext_from=PL&index=96

***A capa de Kleiton e Kledir (1986), o disco anterior de inéditas, tinha fotos dos dois separados. No LP de vinil, era um na capa e outro na contracapa. Autorretrato mostra os dois lado a lado, com metade do rosto de cada um. No encarte do CD, os rostos se misturam, como se fosse um quebra-cabeça se completando. Seriam mensagens sobre o estado de espírito da dupla em cada época? Antes, rumo à separação, agora, mais unidos do que nunca?

***A bela balada folk Estrela Cadente traz em sua letra versos que eu já conhecia de outro lugar. É da música Sonho de Papel, que faz parte do inconsciente coletivo de todos os fãs de festas juninas. Eis os versos citados pela dupla: “acende a fogueira do meu coração”.

***Polca Loca é mais uma bela experiência da dupla no sentido de modernizar os ritmos tradicionais gaúchos. Ficou com cara de ska, extremamente dançante e com elementos eletrônicos, e lembra o espírito de duas outras ótimas fusões desse gênero, contidas no álbum Kleiton & Kledir (1984): Bailão e Roda de Chimarrão.

***Embora morem há décadas no Rio de Janeiro, os irmãos Ramil sempre homenageiam seu Rio Grande do Sul. Neste disco, é com a bela Pelotas. Antes, já tivemos Deu Pra Ti, Lagoa dos Patos e Beira Rio, entre outras.

***Os solos de violino de Kleiton são uma das marcas do som da dupla. Neste CD, são destaques das faixas A Dança do Sol e da Lua e Estrela Cadente. Confiram. O cara toca muito e sabe como poucos utilizar esse instrumento em um contexto pop.

***Letras sobre a importância da amizade são recorrentes no trabalho da dupla. Autorretrato, a canção, é provavelmente a melhor de todas, superando de longe a versão de Bridge Over Troubled Water, de Paul Simon, que com eles se tornou Corpo e Alma e foi gravada no CD Kleiton & Kledir (1983).

***As canções Só Pra Te Ver e Ao Sabor do Vento guardam sutis elementos de, respectivamente, Saiçú (Segredo do Meu Coração- de 1983) e Navega Coração (1980). Isso se chama assinatura musical.

***Eu devo ter gostado muito deste CD/DVD para escrever tanto sobre ele!  Chega! E uma dica: ouçam Autorretrato. Agora!

4 Comments

  1. Mais do que gostar do trabalho, nota-se que você entende do que fala, o que não é muito frequente nos críticos! E também dá pra perceber que você viu e reviu antes de dar sua opinião que combina em gênero, número e grau com a minha!
    Sempre bom encontrar pessoas que elogiam aquilo de que a gente gosta!

  2. Cara Roseli: muito obrigado pelos elogios, e também pelo bom gosto, pois a obra de Kleiton & Kledir certamente merece todo o respeito. São criadores talentosos e que não estão nessa só pelo dinheiro. Bjs, tuuuuudo de bom, muito obrigado também pela visita, e volte sempre que puder ou quiser!

  3. Caro Fabian,

    Obrigado pelas palavras lúcidas e elogiosas sobre o Autorretrato.
    Também considero esse um dos melhores trabalhosda dupla, senão o melhor.
    Fico feliz em saber que teve eco em você que nos ajuda a passar adiante. Vamos “trocando figurinhas”.

    Abraços,

    Kleiton

  4. Caro Kleiton: uma honra ter tido a sua visita aqui no Mondo Pop. Seu CD/DVD merece esses e inúmeros outros elogios. Você e seu irmão Kledir estão de parabéns, assim como todos os outros envolvidos na criação do mesmo. Grande abraço, tuuuuudo de bom!!!!!

Leave a Reply

Your email address will not be published.

*

© 2022 Mondo Pop

Theme by Anders NorenUp ↑