Mondo Pop

O pop de ontem, hoje, e amanhã...

Morre a sensacional cantora disco Andrea True

Por Fabian Chacur

Se há algo que me irrita é ler notícia mal redigida e com informações mal pesquisadas. Tudo bem, eu também faço as minhas cagadas, como bom ser humano falível que sou, mas tenho o direito de me indignar com erros alheios que ficam aí para a eternidade.

Então, ao invés de ficar aqui criticando os outros, vou procurar informar vocês melhor. Para a tristeza dos fãs da disco music, entre os quais me incluo, foi anunciada hoje a morte da cantora e compositora americana Andrea True, que gravou alguns clássicos desse estilo.

Andrea Maria Truden tinha 68 anos, e morreu no início de novembro, embora a morte só tenha sido anunciada agora. Não se sabe a causa mortis, sendo que ela faleceu em um hospital na cidade de Nova York.

Antes de mergulhar no mundo musical, Andrea True teve atuação como atriz em filmes pornôs, entre os quais Deep Throat Part II (Garganta Profunda, série que notabilizou a atriz Linda Lovelace) e Lady On The Couch. Mas não demorou a sair fora, não tendo ficado famosa nesse metiê.

Em 1975, em uma passagem conturbada pela Jamaica, ela gravou por lá uma fita demo com o que seria More, More, More. Ao voltar aos EUA, conheceu o produtor e músico Gregg Diamond.

Essa parceria renderia em 1976 a gravação definitiva de More, More, More, um dos grandes clássicos da disco music, com sua batida hipnótica e a participação de um núcleo de músicos que fariam a fama de Gregg como um dos grandes produtores da era disco. E, é lógico, destacando a voz sexy, energética e de timbre facilmente reconhecível de Andrea.

Além da música que lhe abriu as portas do mercado musical, Andrea True gravou outras faixas marcantes do disco sound, como Party Line, Call Me, What’s Your Name What’s Your Name e a efervescente N.Y. You Got Me Dancing. Todas fizeram sucesso no Brasil especialmente esta última, que entrou até em trilha de novela.

Andrea True também gravou com o maestro, produtor e músico Michael Zager, que lançou Whitney Houston e trabalhou com Cissy Houston (mãe de Whitney) e a Michael Zager Band, do megahit Let’s All Chant.

Com Zager, Andrea gravou What’s Your Name, What’s Your Number, outro hit disco bem bacana.

No fim dos anos 70, Andrea True veio ao Brasil, onde se apresentou em discotecas e deu entrevistas à imprensa brasileira, conseguindo arrancar elogios de um repórter por sua fala articulada.

Com o fim da era disco, a moça sumiu de cena, mas seu lugar na história desse gênero se manteve.

Curiosidade: a capa de um de seus discos pode ter sido a inspiração para um dos trabalhos de maior sucesso de Rita Lee, o álbum que inclui Lança-Perfume. Seria plágio? O disco de Rita saiu alguns anos depois… Vejam e tirem suas próprias conclusões.

More, More, More, com Andrea True Connection:

N.Y. You Got Me Dancing, com Andrea True Connection:

What’s Your Name, What’s Your Number, com Andrea True Connection:

13 Comments

  1. Eu li em um portal a notícia e deram mais alusão do fato da cantora ter participado do Garganta Profunda do que cantado o “More! More! More!How do you like it?”(Eu mesma demorei para associar que era a mesma pessoa, foi minha mãe quem me lembrou!)

    ô imprensa viu?

  2. Ela é responsável por uma das músicas mais bonitas da era disco (More,More,More).

  3. Foi exatamente essa matéria nesse “portal” que me deixou puto da vida. Seria o equivalente a publicar algo do tipo “Morre Xuxa, ex-namorada do Pelé e apresentadora de TV”. No caso da Andrea True, o cinema pornô foi apenas uma nota de rodapé em sua carreira. Para a posteridade, o que ela nos deixou de melhor foram mesmo as gravações como ótima cantora disco, conforme pode ser conferido nos vídeos que embedei nesta matéria. Enfim, cada um informa o que pode ou o que sabe… Santa ignorância, Batman! rsrsrsr Obrigado pela visita qualificada e volte sempre!!!!

  4. Obs.: só para piorar, a informação do tal “portal” está errada, pois ela participou apenas do Garganta Profunda 2, o que piora ainda mais as coisas…. Mas deixa pra lá! abs

  5. admin

    November 24, 2011 at 1:47 pm

    Concordo contigo, Paulo. More, More, More é daquelas músicas irresistíveis em termos de apelo dançante, e que de quebra nos apresenta uma melodia muito legal mesmo. Grande abraço e obrigado pela visita. Volte sempre!!!

  6. vladimir rizzetto

    December 2, 2011 at 1:38 am

    Fabian, descobri agora que minha mulher era fã da Andrea True!!!!
    Ficou estupefata quando leu o post e tomou conhecimento da morte dela! Até eu, um rockeiro inveterado, achei um tanto irresistível o balanço de More More More!

    Valeu!

  7. Tem bom gosto a sua patroa, heim, Vladimir? Andrea True era ótima e deixou um legado conciso, porém excelente. Grande abraço e tuuuuuuudo de bom!!!

  8. Fernando Pereira

    January 11, 2012 at 11:21 pm

    Que pena que uma grande cantora da era disco se foi. Dancei muito gut gut com suas músicas! Foi uma época especial somente para os que puderam viver e aproveitar todas aquela músicas e dançar com as cocotinhas.

  9. admin

    January 12, 2012 at 5:03 pm

    É, Fernando, bons tempos aqueles. Sorte que ao menos temos os discos de Andrea True para nos lembrarmos dela. Grande abraço, obrigado pela visita e volte sempre!

  10. No alge de sua carreira eu era crianca quando eu acostumava ir em aniversarios de amigos sempre escutava esta musica more.more so que nao conhecia a cantora Que Deus o tenha em um bom lugar.

  11. Ela faz muita falta mesmo, Ronie. Tomara que esteja descansando em paz. E as músicas que gravou a mantém em nossos corações. Grande abraço e muito obrigado pela visita!

  12. Pouca gente sabe mas White Witch do album de mesmo nome, é famosíssima no Maranhão como “Melô do Carangueijo” um reggae maravilhoso que na minha opinião se tivesse sido single teria feito um sucesso enorme porque a música é maravilhosa e foi o que me fez assim como More More More, descobrir a Andrea, infelizmente uma perda grande mas que esteja em paz e descansando desse mundo cão.

  13. Fabian Chacur

    July 17, 2019 at 6:41 pm

    Nossa, Marcos, não sabia dessa, muito obrigado pela informação. O Brasil é mesmo muito grande e tem um povo de uma musicalidade incrível, sendo que várias músicas de artistas internacionais só fizeram sucesso por aqui. A Andrea True era mesmo ótima, uma tremenda de uma perda. Grande abraço e volte sempre!

Leave a Reply

Your email address will not be published.

*

© 2019 Mondo Pop

Theme by Anders NorenUp ↑