Mondo Pop

O pop de ontem, hoje, e amanhã...

Search results: "s.e.t.i."

S.E.T.I. divulga Memorial de Vento e promete novo álbum

Por Fabian Chacur

O duo paulista S.E.T.I. é um dos mais interessantes na área do synth pop no Brasil atualmente (leia mais sobre eles aqui). Eles vão lançar em breve um novo álbum, Vivo, celebrando 10 anos de carreira. Uma amostra deste trabalho acaba de ser divulgada. Trata-se de Memorial de Vento, com lyric vídeo criado por Fernando Anastácio.

Envolvente, com forte apelo pop e ecos do tecnopop dos anos 1980, Memorial de Vento tem jeitão de hit classudo, graças a uma bela melodia e um arranjo certeiro. Bruno Romani (guitarra, baixo e programações), que integra o S.E.T.I. ao lado de Roberta Artiolli (voz e synths), fala sobre os sons que inspiraram essa nova canção:

“O direcionamento mais pop deixa claro onde queremos chegar com o novo disco: mostrar que estamos vivos, deixar um pouco de lado a melancolia. Em termos de influência, Memorial de Vento bebe claramente dos sons mais farofeiros de New Order, Duran Duran e A-ha. A proposta do disco, de maneira geral, é olhar essas fontes dos anos 1980”.

Memorial de Vento (lyric video)- S.E.T.I.:

Duo S.E.T.I. lança novo single e promete álbum para breve

s.e.t.i. casa lewis foto-400x

Por Fabian Chacur

Dois anos após o lançamento de seu ótimo EP Êxtase (2015, leia a resenha de Mondo Pop aqui), o duo de synth pop/dream pop S.E.T.I. nos traz um novo single. Trata-se de O Ilusionista, música que serve como uma saborosa amostra do seu próximo trabalho, previsto para sair ainda em 2017.

A faixa O Ilusionista foi gravada em São Paulo como parte do projeto Original’s Studio da Levi’s, que selecionou 8 bandas paulistas e 8 bandas cariocas para gravaram em um estúdio montado especialmente para esse fim. O grupo também participou do evento Casa Levi’s, realizado em São Paulo em abril de 2017, escolhido por votação na internet.

A faixa tem um clima bem urbano, viajante e etéreo, com direito a uma melodia pop e belos vocais. Na estrada desde 2012, integram o S.E.T.I. Roberta Artiolli (voz e synths) e Bruno Romani (baixo e guitarra). A letra de O Ilusionista é definida pela cantora de forma bem clara: “Parece zelo, parece preocupação, parece cuidado mas na verdade é opressão da mulher. ‘O Ilusionista’ aponta para o machismo velado que “caras de bem” praticam o tempo todo”.

Com influências bem digeridas de bandas bacanas como Depeche Mode, A-ha, Massive Attack, Portishead e Garbage, entre outras, o grupo tem como nome uma sigla cujo significado é “search for extraterrestrial intelligence” (busca por inteligência extraterrestre). Bruno explica a intenção desse batismo: “A sigla representa bem o nosso interesse por aparatos tecnológicos e a busca por um tipo de som moderno”.

Ouçao single O Ilusionista AQUI.

Benjamin(ao vivo)-S.E.T.I. :

Duo campineiro S.E.T.I. lança um ótimo EP de synth pop

seti capa extase-400x

Por Fabian Chacur

Se as grandes gravadoras de origem internacional andam limitando e muito seus lançamentos em termos de novos artistas de pop-rock brasileiros, isso não significa que esses artistas não existam e não tenham talento. Melhor: não significa que eles não saiam por aí, batalhando e mostrando seus trabalhos. O duo S.E.T.I. é um bom exemplo dessa nova safra brazuca.

Oriundos de Campinas (SP), eles (cuja sigla significa Search For Extraterrestrial Intelligence- busca por inteligência extraterrestre) são Roberta Artiolli (vocal e synths) e Bruno Romani (baixo, guitarra, synths e programações). Na estrada desde 2012, lançaram anteriormente o EP Inviolável Fim, divulgado por uma turnê com 35 datas, incluindo participações nos festivais Grito Rock e Ponta Urbana e divisão de palco com Guilherme Arantes e Ultraje a Rigor.

A dupla acaba de lançar seu segundo EP, Êxtase, que está disponível nos formatos físico e digital pelo selo Motim Records (ouça em streaming e/ou compre sua cópia aqui ). Gravado, mixado e masterizado no estúdio Minster (Campinas) durante aproximadamente dois meses, o trabalho traz seis faixas, com produção dividida por eles com Ric Palma.

O som do S.E.T.I. é definido por eles próprios como synth pop, e se trata de um rótulo abrangente e compatível com o que eles fazem. As melodias são agradáveis e acessíveis, enquanto o clima instrumental é viajante e de ambiência espacial, ora mais balançada e roqueira, ora quase progressiva, mas sempre com um apelo pop evidente.

A voz suave e insinuante de Roberta conduz o processo, capitaneando um som com pegada roqueira em alguns momentos e influências bacanas de Yazoo, Depeche Mode, A-ha, Portishead e Massive Attack, só para citar alguns nomes internacionais, e também de alguns brasileiros, entre os quais Rita Lee fase anos 80 e o grupo Metrô.

Arte da Guerra e Gravidade Zero tem uma quase sutil pegada rock. Benjamim é uma bela homenagem ao saudoso guitarrista Benjamin Curtis, da banda americana School Of Seven Bells e morto de forma precoce em 2013 aos 35 anos vítima de câncer. Dias Mudos possui tempero oriental. Extra Estelar tem cara de hit pop estiloso, enquanto Sinta-se/Perca-se é o momento mais balada romântica do trabalho.

Se ainda investissem em pop brasileiro de qualidade, as majors sediadas no Brasil deveriam estar disputando a tapa a S.E.T.I., pois seu apelo sonoro e visual é dos melhores. Como isso não ocorre atualmente, sorte de quem pode adquirir esse delicioso e divertido Êxtase, sem nenhuma injunção de ninguém além dos próprios envolvidos. Que bom!

Eu e Você (ao vivo na Fnac de Ribeirão Preto 21.11.14):

Casa Levi’s agita o cenário da música pop com shows em SP

seti banda 400x

Por Fabian Chacur

Jeans é sinônimo de juventude e música com atitude desde os anos 1950. Com esse conceito em mente, a Levi’s criou uma plataforma para apoiar projetos musicais em 2007. Os bons frutos continuam surgindo, uma década depois. Teremos em São Paulo, nesta sexta (7) e sábado (8) shows gratuitos de artistas famosos, como Arnaldo Antunes, Tiê e Forgotten Boys, e de novas revelações, na nova edição do projeto periódico e cultural Casa Levi’s. O local é o bairro de Santa Cecília.

Na sexta, os shows terão como local a Associação Cultural Cecília (rua Vitorino Carmilo, nº 449- Santa Cecília), local devidamente adaptado para o formato da ação cultural da Levi’s. A primeira parte terá pocket shows de três das oito bandas selecionadas para gravar com o apoio da marca uma música cada em condições profissionais de trabalho. A programação terá o encerramento com uma performance dos Forgotten Boys, uma das melhores bandas do rock paulistano atual.

As três bandas tem propostas boas e bem diversificadas. Com cinco anos de estrada, o duo de synthpop S.E.T.I. (FOTO) é integrado por Roberta Artiolli (voz e sintetizadores) e Bruno Romani (baixo e programação), foi criado em Campinas (SP) e tem no currículo o excelente EP Êxtase (2015- leia a resenha de Mondo Pop aqui). Seu pop eletrônico é melódico, sutil e envolvente.

A banda Zumbi e o Folclore é bem recente, e surgiu em 2016. Sua proposta é de investir em um som instrumental que bebe nas fontes dos ritmos brasileiros, latinos e africanos. Em sua escalação, temos André Gabbay (percussão), Danilo Dutra (guitarra), Kauê Puttini (baixo), Raphael Moreira (teclados), Renato Carvalho (bateria e escaleta), Thomas Richardson (trumpete) e Thiago Pinho (sax e flauta transversal).

Por sua vez, o Corona Kings, criado em 2012, mergulha em uma fusão de garage, grunge e stoner rock, com direito a muita energia e timbres ardidos de guitarra. No elenco, Caíque Fermentão (guitarra e vocal), Murilo Benites (baixo), Felipe Dantas (guitarra) e Antônio Fermentão (bateria). Eles já lançaram dois CDs, Explode (2013) e Dark Sun (2015).

No sábado (8), a festa será ao ar livre, em frente ao local da Casa Levi’s, a partir das 13h. Estão na programação Lady’s Camp, Elephant Run, Tiê, Hurtmold e Pin Ups, com Arnaldo Antunes escalado para fazer o show de encerramento, às 20h30. Ou seja, representantes de várias gerações e tendências da música pop brasileira. Vale lembrar que o evento também engloba outras atividades, como jogos, food trucks etc.

Benjamim (ao vivo)-S.E.T.I.:

© 2022 Mondo Pop

Theme by Anders NorenUp ↑