Mondo Pop

O pop de ontem, hoje, e amanhã...

Tag: 21 (page 2 of 2)

Carrie Underwood barra volta de Adele ao topo

Por Fabian Chacur

Carrie Underwood conseguiu vencer Adele, que pretendia comemorar sua 24ª semana no topo da parada americana. Com seu mais recente álbum, Blown Away, a vencedora do reality show American Idol em 2005 conseguiu emplacar a segunda semana consecutiva no primeiro lugar na parada da Billboard, com 120 mil cópias vendidas na última semana.

Adele até que tentou, mas seu álbum 21 atingiu a marca de 101 mil cópias vendidas durante o mesmo período, o que lhe proporcionou um honroso segundo lugar. Vale lembrar que o disco de Adele já saiu há mais de um ano, o que torna o seu desempenho realmente impressionante.

Por sua vez, a simpática loirinha Carrie Underwood consegue pela primeira vez ter um álbum por mais de uma semana no primeiro lugar em seu país. Sua mistura de country, rock e pop se mostra mais eficiente do que nunca. E ela tem um vozeirão.

O álbum de Adele teve um aumento de vendas em função do Dia das Mães. Outro álbum beneficiado pela efeméride foi Tuskegee, de Lionel Richie, que vendeu na última semana 71 mil cópias e voltou a subir na parada, ocupando o terceiro lugar.

A quarta posição nas listas ianques ficou nas mãos da coletânea de sucessos atuais Now 42, que teve 65 mil exemplares adquiridos no mesmo período.

O bloco dos cinco primeiros é completado por Little Broken Hearts, mais recente trabalho da cantora, compositora e tecladista americana Norah Jones, que vendeu 60 mil cópias em sua segunda semana nos charts. O álbum da gata do jazz/country/pop estreou nos charts ianques no segundo posto.

Ouça Good Girl, novo single de Carrie Underwood e faixa do álbum Blown Away:

21 x Dark Side Of The Moon, a disputa pop

Por Fabian Chacur

O mundo da música pop vive uma disputa improvável no momento. Bem improvável, por sinal. De um lado, 21, segundo álbum do fenômeno Adele. Do outro, Dark Side Of The Moon, trabalho clássico do Pink Floyd.

Esta semana, notícia no site da revista New Musical Express informa que o mais recente CD de Adele ultrapassou Dark Side Of The Moon em termos de vendagens.

Com 4.14 milhões de cópias vendidas, o álbum da jovem intérprete agora é o sexto mais vendido na história da indústria fonográfica do Reino Unido. Se vender mais 21 mil cópias, ultrapassará Brothers In Arms (1985), do Dire Straits, assumindo assim o quinto posto. Os analistas prevêem que isso ocorrerá até o fim deste mês.

Se Adele vence no Reino Unido, em termos de EUA Dark Side Of The Moon é imbatível nos quesitos permanência nas paradas e vendas, algo que só mesmo o tempo poderá proporcionar a 21. Se proporcionar…

Lançado em 17 de março de 1973, Dark Side Of The Moon é de longe o recordista de permanência na parada americana, onde se mantém há absurdas 800 semanas.

Como forma de medir tal força, vale lembrar que o segundo álbum que se manteve por mais tempo nas listas de lá, Johnny’s Greatest Hits, de Johnny Mathis (1958), ficou nos charts por “apenas” 490 semanas.

Em termos de vendas, o emblemático trabalho do Pink Floyd vendeu até hoje na terra de Barack Obama em torno de 15 milhões de cópias, enquanto 21 ultrapassou até o momento 7 milhões de exemplares comercializados.

Uma curiosidade: mesmo tendo vendido tanto e permanecido por tanto tempo nas paradas, Dark Side Of The Moon só se manteve no primeiro lugar nos EUA por uma única semana, no mês de abril de 1973.

Veja Speak To Me/Breathe, com o Pink Floyd, em 2005:

Springsteen tira Adele do nº1 nos EUA

Por Fabian Chacur

Ninguém é apelidado The Boss por acaso. Coube a Bruce Springsteen a façanha de tirar do primeiro lugar da parada de sucessos da revista Billboard, a bíblia da indústria fonográfica mundial, o fenômeno Adele. A disputa foi ferrenha, e o roqueiro levou por pouco.

Em sua semana de lançamento, Wrecking Ball, novo álbum do “Chefão”, vendeu 196 mil cópias, segundo a Billboard, enquanto 21, da diva britãnica, atingiu 195 mil exemplares comercializados no mesmo período.

A nova obra de Springsteen marca a décima vez em que um CD do roqueiro americano consegue atingir o topo da parada de seu país, e o 17º a atingir o top 10.

O primeiro álbum top 10 de Springsteen foi Born To Run (1975), que atingiu o terceiro posto, enquanto The River (1980) marcou sua estreia no primeiro lugar da parada americana.

Com esse feito, ele iguala o total de números 1 obtido por um de seus grandes heróis, Elvis Presley, e só está atrás de Jay-Z (12 vezes) e dos Beatles (19 vezes) no ranking americano de maior número de álbuns a atingir o número 1.

Os fãs de Adele, no entanto, podem continuar esfregando as mãos, pois não será surpresa se, na próxima semana, 21 retomar a liderança da parada ianque, que ela manteve durante 23 semanas não consecutivas desde que chegou às lojas, há um ano.

Ouça We Take Care Of Our Own, novo hit de Bruce Springsteen:

Adele mantém a liderança na parada dos EUA

Por Fabian Chacur

O fenômeno Adele parece longe de terminar no mercado discográfico americano. O álbum 21, segundo trabalho da cantora britânica, conseguiu emplacar sua 23ª semana não consecutiva no topo da parada ianque, segundo informações do site da revista americana Billboard.

21 vendeu 247 mil cópias na semana encerrada no dia 4 de março, quase o dobro do álbum que conseguiu o segundo lugar, a coletânea Whitney The Greatest Hits, de Whitney Houston, cujas vendas no mesmo período totalizaram 112 mil exemplares comercializados.

O mais recente álbum de Adele já bateu a marca dos sete milhões de exemplares vendidos nos EUA, sendo que 2.07 milhões são referentes a vendas feitas em 2012. A título de comparação, a coletânea de Whitney também está em segundo lugar no ano, e vendeu 527 mil cópias.

Se continua no topo na próxima semana, Adele vai igualar a maior permanência no primeiro lugar desde a trilha de Purple Rain, de Prince, que em 1984/85 ficou durante 24 semanas liderando o chart da Billboard.

E vale lembrar mais um fato importante da parada da Billboard desta semana. Whitney Houston tem nove de seus álbuns entre os 100 mais vendidos, sendo três deles entre os 10 mais. O que a morte trágica e inesperada de uma estrela não é capaz de fazer em relação às vendas de seus produtos, heim?

Adele quebra recordes nos EUA e Reino Unido

Por Fabian Chacur

Um ano após o seu lançamento, o álbum 21, da cantora Adele, parece se recusar a parar de quebrar recordes. Nesta semana, o segundo disco da simpática estrela inglesa agitou novamente os mercados britânico e americano.

Na Inglaterra, 21 ultrapassou Bad (1987), do Rei do Pop Michael Jackson, e agora é o oitavo álbum mais vendido da história fonográfica britânica, com 4.02 milhões de cópias comercializadas, segundo informações da Official Charts Company, que faz essas medições oficialmente por lá.

Se o álbum vender mais 150 mil cópias nas próximas semanas, o que parece algo bem provável de ocorrer, ele irá ultrapassar Brothers In Arms (1985), do Dire Straits, e The Dark Side Of The Moon (1973), do Pink Floyd, assumindo então a sexta posição.

O álbum mais vendido de todos os tempos no Reino Unido continua sendo Greatest Hits (1981), do Queen, com 5.83 milhões de exemplares comercializados, seguido por Sgt Pepper’s Lonely Hearts Club Band, dos Beatles, com 5.04 milhões de cópias vendidas até hoje.

Nos EUA, 21 acaba de emplacar a 22ª semana não consecutiva na ponta da parada da revista Billboard, com 297 mil cópias comercializadas durante a semana encerrada no dia 26 de fevereiro.

Trata-se do álbum que se mantém há mais tempo na liderança da parada da terra de Barack Obama desde a trilha de Purple Rain, de Prince, que permaneceu 24 semanas na liderança entre 1984 e 1985.

Até hoje, 21 já vendeu 7.65 milhões de cópias nos EUA e 4.02 no Reino Unido, e algo em torno de 20 milhões de cópias, se computarmos o resto do mundo. Vai vender álbuns ali adiante!

Ouça One And Only, com Adele:

Adivinhem? Adele quebrou um novo recorde…

Por Fabian Chacur

Os analistas da edição americana da revista Billboard, a bíblia da indústria fonográfica mundial, previam que na semana encerrada no último domingo (19), o álbum 21, de Adele, venderia entre 650 a 680 mil cópias, impulsionado pelos seis troféus conquistados por ela na edição 2012 dos Grammy Awards, o Oscar musical.

Pois eles erraram. Para baixo. 21 teve a “bagatela” de 730 mil exemplares comercializados nesse período, proporcionando à estrela britânica sua 21ª semana não consecutiva no primeiro lugar da parada ianque. Ou seja, 21 está a 21 semanas no topo e é mais 21 do que nunca…

Mais dados. Trata-se da melhor semana de vendas do álbum no mercado americano até hoje. Isso, mesmo com o disco tendo sido lançado nos EUA há precisamente um ano. Em termos de comparação, 21 vendeu em sua semana de lançamento, normalmente o melhor momento para um trabalho badalado como o dela, 352 mil cópias.

O segundo álbum de Adele ultrapassou esta semana a marca de 7 milhões de cópias vendidas nos EUA, número impressionante para os tempos atuais.

Curiosamente, o segundo posto esta semana fica nas mãos da coletânea Whitney – The Greatest Hits, da saudosa Whitney Houston, que vendeu 175 mil exemplares no mesmo período.

Vale lembrar que esta semana 21 superou a trilha de O Guarda-Costas, que tem Whitney como destaque, como o álbum que permaneceu por mais semanas no topo das paradas nos últimos 20 anos. O céu parece ser o limite para Adele.

Adele canta Rolling In The Deep ao vivo no programa de David Letterman:

Adele agora tenta ultrapassar Whitney Houston

Por Fabian Chacur

Adele, como se previa, conseguiu desempatar a disputa com a trilha do filme Titanic, e nesta semana consegue completar sua 17ª semana não-consecutiva no primeiro posto da parada de sucessos americana.

Agora, seu segundo álbum, 21, é o trabalho com a maior permanência no topo das paradas desde outra trilha sonora, a do filme The Bodyguard (O Guarda-Costas), que fez a festa nos anos de 1992 e 1993, ficando 20 semanas no primeiro lugar.

E temos uma bela curiosidade aqui. Se em Titanic o destaque era uma faixa com a canadense Celine Dion, no caso de The Bodyguard tivemos outra diva da canção pop como chamariz, a americana Whitney Houston.

21 vendeu esta semana 95 mil cópias, enquanto o álbum que está agora no segundo posto, Kidz Bop 21, viu comercializadas 59 mil cópias.

Segundo os analistas da Billboard americana, não se sabe se Adele conseguirá emplacar mais semanas no topo, pois a disputa nas próximas semanas promete ser mais intensa. Vamos ver no que vai dar.

De quebra, o single Set Fire The Rain também chegou ao primeiro lugar entre os mais vendidos nos EUA, repetindo a façanha realizada por duas outras faixas de 21, Rolling In The Deep e Someone Like You. A canção conseguiu nesta semana 185 mil downloads legalizados e pagos.

Veja versão ao vivo de Set Fire The Rain, de Adele:

CD de Adele iguala feito da trilha de Titanic

Por Fabian Chacur

Qualquer dia vão querer mudar o nome desse espaço para Mondo Adele. Afinal, quase toda semana tem notícia nova da moça por aqui. Mas vou fazer o quê? Esse é o momento dela. Não dá para ignorar.

A nova façanha da cantora britânica foi noticiada de forma bombástica pelo site da versão americana da revista Billboard. O álbum 21, da jovem intérprete, completou esta semana 16 semanas não consecutivas no topo da parada de sucessos americana.

Com isso, Adele igualou o resultado da trilha sonora do filme Titanic, que em 1998, impulsionado pela balada My Heart Will Go On, de Celine Dion, atingiu a mesma marca.

Nos últimos sete dias, o segundo álbum da carreira da cantora vendeu 104 mil cópias, mais do que o dobro do segundo colocado no mesmo período, o álbum Give Us Rest, da David Crowder Band, que teve 50 mil cópias comercializadas.

De quebra, a canção Set Fire The Rain atingiu o primeiro posto na parada de singles, com 193 mil downloads pagos. Não estranharei se, na próxima semana, a trilha de Titanic ficar para trás…

Veja versão ao vivo de Set Fire The Rain, de Adele:

Adele mantém firme o 1º lugar nos EUA

Por Fabian Chacur

O ano de 2012 começa na parada de sucessos americana da mesma forma que estava quando 2011 se encerrou. Ou seja, a britânica Adele continua dando as cartas na terra de Barack Obama.

O álbum 21, da simpática gordinha de vozeirão, completou 15 semanas não consecutivas na ponta da parada da revista americana Billboard, a bíblia da indústria fonográfica mundial.

O disco, que está há 46 semanas entre os mais vendidos nos EUA, é o segundo da carreira da intérprete, e vendeu esta semana 124 mil cópias entre exemplares físicos e digitais.

Para que vocês possam ter uma ideia da força da moça por lá, o segundo posto nesta semana, o álbum Take Care, do cantor Drake, atingiu esta posição comercializando meras 42 mil cópias.

Se a previsão dos especialistas se confirmar e Adele se mantiver no número 1 na próxima semana, ela igualará o desempenho da trilha do filme Titanic, que em 1998, graças à força da faixa My Heart Will Go On (interpretada por Celine Dion), totalizou 16 semanas no topo.

Ouça Set Fire To The Rain ao vivo com Adele:

Adele desbanca Lady Gaga do topo da parada dos EUA

Por Fabian Chacur

O reinado do novo álbum de Lady Gaga no topo da parada americana durou apenas duas semaninhas, e olhe lá.

Como os analistas da revista Billboard previam, a cantora britânica tomou de volta nesta semana a liderança da lista de sucessos mais importante do mundo fonográfico.

Com vendas de 114 mil cópias, o álbum 21, segundo da discografia da jovem estrela britânica (que agora tem 22 anos, por sinal), desbancou Born This Way, da Miss Vestido de Carne, que ficou  nas 100 mil.

Não sou ainda um profundo conhecedor de Adele, mas pelo que tive a oportunidade de ouvir até agora, deu para perceber que é uma artista que está vencendo na carreira pelas razões certas.

Ou seja, pelo fato de cantar com uma voz realmente bela, que ela sabe usar, e por composições que, se não primam pela originalidade, ao menos são bem bacanas e cativantes.

Melhor do que copiar as músicas da Madonna e outros ícones dos anos 80 e arrumar um novo visual tresloucado a praticamente todo dia, como Miss Germanota se notabilizou por fazer.

Agora, Adele pode se gabar de ter conseguido se manter com o álbum 21 por dez semanas não consecutivas na pole position da parada ianque, algo não muito comum.

Newer posts

© 2020 Mondo Pop

Theme by Anders NorenUp ↑