Mondo Pop

O pop de ontem, hoje, e amanhã...

Tag: cantores românticos brasil

Alexandre Arez canta seus hits e faz releituras em Love Songs

alexandre arez 400x

Por Fabian Chacur

O cantor Alexandre Arez (leia mais sobre ele aqui) aproveitou bem o tempo que ficou longe dos palcos devido à quarentena gerada pela covid 19. Em um ano e meio, gravou mais de 60 videoclipes e realizou mais de 40 lives. Foi assim que ele selecionou o repertório do show Love Songs, marcado para São Paulo no dia 5 de novembro (6ª feira) às 21h no Casashow Loung Bar (rua Dr. Sérgio Meira, nº235- Barra Funda- WhatsApp 11-97272-7290), com ingressos antecipados a R$ 80,00 e a R$ 100,00 (no dia).

Além de sucessos de suas duas décadas na estrada, Alexandre Arez também investirá em releituras de clássicos da música romântica do porte de How Deep Is Your Love (The Bee Gees), Me And Mrs. Jones (Billy Paul), You Make Me Feel Brand New (The Stylistics) e Rock And Roll Lullaby (B.J. Thomas). Para acompanhá-lo, Arez terá uma banda composta por Erik Pontes (guitarra e violão), Marcelo Góis (baixo) e Lucas Felli (bateria).

How Deep Is Your Love (clipe)- Alexandre Arez:

Alexandre Arez interpreta canções românticas em SP

alexandre ares 400x

Por Fabian Chacur

Há cerca de duas décadas na estrada, o cantor e compositor Alexandre Arez tem como marca registrada a categoria ao interpretar canções românticas. Nesse universo sonoro, uma de suas vertentes favoritas é o bolero. E é exatamente este passional gênero musical o tema básico do show que ele proporcionará ao público paulistano nesta sexta-feira (13) às 21h no Paris 6 Burlesque Music Hall (rua Augusta, nº 2.809- Jardins- fone 0xx11-3086-0009), com ingressos ao preço único de R$ 90,00.

Acompanhado por Erick Pontes (violão e guitarra), Marcelo Góis (baixo), Lucas Serra (teclados) e Lukas Felli (bateria), Arez nos apresentará clássicos eternos como Solamente Una Vez, Besame Mucho, Negue, El Dia Que Me Quieras, Sabor a Mi, Jurame e Perfidia, além das autorais Mi Bolero Favorito e Sem Juízo.

Leia mais sobre Alexandre Arez aqui.

Jurame / Sabor a Mi / Perfidia – Alexandre Arez:

Alexandre Arez mostra todo o seu romantismo em Sampa

alexandre arez-400x

Por Fabian Chacur

Se você é daqueles românticos inveterados, que se emocionam nos primeiros acordes de uma canção melódica e com letras emotivas, Alexandre Arez é uma pedida infalível. O cantor oriundo de São Bernardo do Campo investe em um repertório no qual o romantismo dá as cartas, ao ritmo de bolero, jazz, música latina em geral, MPB e pop. Ele se apresenta em São Paulo nesta sexta (4) às 21h no Paris 6 Burlesque Music Hall & Night Bistrô (rua Augusta, nº 2809- Jardins- fone 0xx11-3086-0009), com ingressos a R$ 80,00.

O nome de Alexandre começou a ficar nacionalmente conhecido após participar com destaque de programas de TV. Em 2002, lançou o seu primeiro álbum, Vida, que vendeu muito bem e lhe abriu de vez as portas do cenário musical. Desde então, lançou três outros trabalhos, sempre dedicados à música romântica. O seu repertório sempre traz clássicos do porte de Sabor a Mi, Besame Mucho, Solamente Una Vez, All I Ask Of You e El Dia Que Me Quieras.

O set list de suas apresentações também traz canções nacionais, como Negue e Estranha Loucura, e também algumas de cunho autoral, incluindo a recente Mil Doses e também Sem Juízo e Mi Bolero Favorito, entre outras. Alexandre Arez será acompanhado por Erick Pontes (violão e guitarra), Marcelo Góis (baixo), Lucas Serra (teclados) e Lukas Felli (bateria).

Mil Doses (clipe)- Alexandre Arez:

Barros de Alencar, radialista e cantor, nos deixa aos 84 anos

Barros de Alencar 02-400x

Por Fabian Chacur

“Barros de Alencar, vai apresentar, as sétimas do dia, as sete campeãs!” Após essa vinheta, uma voz grave e cativante anunciava: “sétima”. Eis uma das lembranças mais marcantes da minha infância. A emissora era a rádio Tupi Am, e quem a ouvia era minha querida e saudosa mãe Victoria. O filho pegava carona, e nessas ouvia os hits do momento. O dono daquele vozeirão se foi na manhã desta segunda (5) aos 84, o gente boa Barros de Alencar.

Entre os sucessos tocados lá pelos idos de 1969 por esse paraibano de Uiraúna, tinha de tudo, até os Beatles, geralmente com Ob-ladi Ob-lada, que ele anunciava de forma bem-humorada como “Os Britos”. Barros era um campeão de audiência, e também tocava as músicas que gravava, ora interpretando normalmente, a la Julio Iglesias (que nem estava em cena ainda) ou no melhor estilo recitativo, seara também seguida por Francisco Cuoco e outros, já nos anos 1970.

Lembro da surpresa de, ao entrevista-lo no finalzinho dos anos 1980, pelo Diário Popular, constatar que aquela voz potente vinha de um baixinho. Era incrível sua simpatia ao relembrar histórias de vida e carreira, e também da forma despretensiosa como encarava a carreira de cantor, sem se levar muito a sério. Mas ele vendeu muitos e muitos discos com canções como Meu Amor é Mais Jovem do Que Eu e Soleado.

Mas ele era quente mesmo como apresentador de rádio e também de TV, com um estilo descontraído. Na televisão, nos anos 1980, ajudou a popularizar diversos cantores populares e até as bandas de rock emergentes, como Magazine e Metrô, só para citar duas delas. Seus concursos de covers de Michael Jackson também marcaram época. Ele sofria com problemas cardíacos, e agora já deve estar ao lado de outros gênios do rádio, como Hélio Ribeiro, lá no céu radiofônico.

Meu Amor é Mais Jovem do Que Eu– Barros de Alencar:

© 2022 Mondo Pop

Theme by Anders NorenUp ↑