Mondo Pop

O pop de ontem, hoje, e amanhã...

Tag: coletâneas

Gilberto Gil-Duetos 2 reúne colaborações raras e preciosas

FACA Nr 051 DPAC 286X267

Por Fabian Chacur

Durante a sua longa e bem-sucedida carreira musical, Gilberto Gil sempre esteve aberto a colaborações com outros artistas. Várias delas ficaram restritas aos discos dos outros artistas, sendo que algumas se transformaram em raridades. Como forma de resgatar 16 desses momentos tão especiais e de também homenagear os 80 anos deste genial artista baiano, a Warner vai disponibilizar nas plataformas digitais no dia 22 de julho e lançar em CD físico a compilação Gilberto Gil Duetos 2.

As gravações, lançadas originalmente entre 1980 e 2013, flagram o autor de Aquele Abraço trocando preciosas figurinhas musicais com luminares do porte de Joyce Moreno, Dominguinhos, Milton Nascimento, Maria Rita, Quarteto em Cy, Pepeu Gomes, Pery Ribeiro, Johnny Alf e Maria Bethânia, só para citar alguns deles. A seleção do repertório ficou por conta do jornalista e pesquisador musical Renato Vieira.

Eis as músicas incluídas em Gilberto Gil Duetos 2:

1) Abri a Porta – com Dominguinhos (gravação de 1980)

2) Imagine – com Milton Nascimento (gravação de 2001)

3) Amor Até o Fim – com Maria Rita (gravação de 2009)

4) Monsieur Binot – com Joyce Moreno (gravação de 1994)

5) Ilha da Ilusão – com Pery Ribeiro (gravação de 1991 – inédita em CD e nas plataformas)

6) Tempo Rei – com Quarteto em Cy (gravação de 1994)

7) Meu Coração – com Pepeu Gomes (gravação de 2004)

8) Mané João – com Erasmo Carlos (gravação de 1980)

9) Mancada – com Beth Carvalho (gravação de 2007)

10) Eu e a Brisa – com Johnny Alf (gravação de 1990)

11) Se eu Morresse de Saudade – com Maria Bethânia (gravação de 2001/lançada em 2013)

12) Um Carro de Boi Dourado – com Francis Hime (gravação de 1984)

13) Eu Só Quero um Xodó – com Anastácia (gravação de 1985 – inédita em CD e nas plataformas)

14) Vida – com Obina Shok e Gal Costa (gravação de 1986)

15) Marcha da Tietagem – com Trio Dodô e Osmar e As Frenéticas (gravação de 1980)

16) A Força Secreta Daquela Alegria – com Jorge Mautner (gravação de 1981)

Monsieur Binot– Joyce Moreno e Gilberto Gil:

Coletânea deverá liderar parada dos EUA

Por Fabian Chacur

Para aqueles que acreditam na máxima “unidos venceremos”, uma notícia alentadora. Segundo previsões do site da revista americana Billboard, a próxima semana terá na liderança da parada de álbuns dos EUA uma união de singles de sucesso.

Trata-se de Now That’s What I Call Music 43, novo volume da franquia de coletâneas surgida na Inglaterra há mais de 20 anos. Trata-se daquele tipo de compilação que reúne os mais recentes singles que dominam as paradas de sucesso, na linha do que a Som Livre costuma fazer por aqui desde os anos 70.

O volume 43 da série em sua versão americana (que inclui singles como Part Of Me, de Katy Perry) deverá vender entre 110 e 120 mil cópias, marca que lhe garantirá com folgas o topo dos charts da terra de Barack Obama. Será o 16º ítem da franquia a conseguir esse feito, sendo que o anterior foi o número 37, que esteve no número 1 nos EUA em fevereiro de 2011.

Curiosamente, o público americano nunca foi de adquirir em massa coletaneas desse tipo, dando preferência a álbuns de carreira, trilhas de filme ou compilações de um único artista. O primeiro álbum Now a liderar os charts ianques foi o de número 4, em 2000, quando a série já dominava há muito as paradas britânicas.

Nesta semana, quem está no primeiro lugar é God Forgives, I Don’t, do rapper Rick Ross, que vendeu 218 mil cópias e conseguiu a posição de número 1 pela quarta vez nas listas americanas. Ele esteve lá anteriormente com Port Of Miami (2006), Trilla (2008) e Deeper Than Rap (2009).

E o aparentemente imortal álbum 21, de Adele, continua se recusando a sair do Top 10 americano. O segundo trabalho da carreira da cantora e compositora britânica completou 76 semanas consecutivas entre os 10 mais, vendendo esta semana respeitáveis 29 mil cópias, isso com algo em torno de um ano e meio no mercado.

Veja o clipe de Part Of Me, de Katy Perry:

© 2022 Mondo Pop

Theme by Anders NorenUp ↑