Mondo Pop

O pop de ontem, hoje, e amanhã...

Tag: documentário 2021

The Beatles and India, doc e álbum, para encantar os fãs

George & Patti with garlands 2 - Colin Harrison Avico Ltd

Por Fabian Chacur

The Beatles continuam em pauta como de praxe, mas de forma ainda mais intensa nas últimas semanas. Além do filme Get Back, temos também um outro documentário em cena. Trata-se de The Beatles and India, produzido pelo empresário britânico-indiano Reynold D’Silva e dirigido em parceria por Ajoy Bose e Pete Compton. O filme ganhou os prêmios de melhor filme pelo público e melhor música no UK Usian Film Festival, e está sendo exibido com sucesso em festivais de cinema na Grécia, Bélgica e Espanha.

Baseado no livro Across The Universe- The Beatles in India, de Ajoy Bose, o doc conta a relação de John Lennon, Paul McCartney, George Harrison e Ringo Starr com a cultura indiana, com ênfase em sua histórica passagem pela India em Rishikesh, no ashram do polêmico guru indiano Maharishi Mahesh Yogi. Temos cenas de arquivo e fotos, algumas raras e/ou inéditas, e também depoimentos de pessoas que presenciaram essa viagem histórica em 1968.

Como produto derivado do filme, está previsto para ser lançado no próximo dia 29 de outubro o álbum Songs Inspired By The Film The Beatles and India, que traz releituras de canções dos Beatles inspiradas e/ou escritas na Índia e interpretadas por artistas indianos contemporâneos como Karsh Kale, Benny Dayal, Kiss Nuka e Anoushka Shankar, esta última filha do grande músico Ravi Shankar (1920-2012), a rigor quem introduziu George Harrison no mundo da cultura da Índia e um de seus melhores amigos.

Eis as faixas de Songs Inspired By The Film The Beatles And India:

1. Tomorrow Never Knows (ouça aqui ) – Kiss Nuka
2. Mother Nature’s Son – Karsh Kale / Benny Dayal (ouça aqui)
3. Gimme Some Truth – Soulmate
4. Across The Universe – Tejas / Maalavika Manoj
5. Everybody’s Got Something To Hide (Except Me And My Monkey) – Rohan Rajadhyaksha / Warren Mendonsa
6. I Will – Shibani Dandekar / Neil Mukherjee
7. Julia – Dhruv Ghanekar
8. Child Of Nature – Anupam Roy
9. The Inner Light – Anoushka Shankar / Karsh Kale
10. The Continuing Story Of Bungalow Bill – Raaga Trippin
11. Back In The USSR – Karsh Kale / Farhan Ahktar
12. I’m So Tired – Lisa Mishra / Warren Mendonsa
13. Sexy Sadie – Siddharth Basrur / Neil Mukherjee
14. Martha My Dear – Nikhil D’Souza
15. Norwegian Wood (This Bird Has Flown) – Parekh & Singh
16. Revolution – Vishal Dadlani / Warren Mendonsa
17. Love You To – Dhruv Ghanekar
18. Dear Prudence – Karsh Kale / Monica Dogra
19. India, India (ouça aqui) – Nikhil D’Souza

Veja o trailer de The Beatles and India:

Blondie lança trilha de doc que registra visita a Cuba em 2019

blondie vivir en la habana 400x

Por Fabian Chacur

Em 2019, o grupo americano Blondie foi à Cuba para um intercâmbio cultural planejado pelo Ministério da Cultura daquele país. A visita gerou uma apresentação ao vivo para o público local, que foi devidamente registrada. Vivir En La Habana, o curta-metragem dirigido por Rob Roth que equivale à parte audiovisual do projeto, estreou em junho nos festivais Sheffield Doc (Reino Unido) e Tribeca Film (EUA). Agora, chega a vez da trilha sonora, que já está disponível nas plataformas digitais e sairá no dia 15 de agosto, no exterior, em edição limitada em vinil azul.

A apresentação ocorreu no Teatro Mella, e contou com as participações dos músicos cubanos Carlos Alfonso, Ele Valdés, María del Carmen Ávila, Alejandro Delgado, Juan Carlos Marin, Jamil Schery, Degnis Bofill e Adel González, alguns deles integrantes do grupo Sintesis. O repertório traz os hits clássicos The Tide is High (1980), Heart of Glass (1978), Rapture (1980) e Dreaming (1979), e duas canções mais recentes, Wipe Off My Sweat (do álbum Panic Of Girls, de 2011) e Long Time (do álbum Pollinator, de 2017).

As versões ao vivo ficaram muito boas e quentes. The Tide Is High, por exemplo, ganhou vocais de apoio deliciosos de Ele Valdés e Maria Dal Carmen, além de incluir trechos de Groove Is In The Heart, hit de 1990 do trio americano Deee-Lite. Sua latinidade ficou ainda mais explícita, o que também ocorreu com Wipe Off My Sweat, que conta com letra em castelhano e inglês.

Por sua vez, a turbinada releitura de Heart Of Glass traz em sua parte final citações de I Feel Love, composição de Giorgio Moroder, Donna Summer e Pete Bellote que fez imenso sucesso na voz de Miss Summer em 1977. E A surpresa no finalzinho da longa releitura de Rapture (com quase 10 minutos de duração) nos oferece a citação energética de Fight For Your Right To Party, hitaço dos Beastie Boys em 1986-87.

Tide Is Hide (live in Cuba)- Blondie:

Notorious B.I.G. é tema de novo documentário e coletânea digital

notorious big soundtrack 400x

Por Fabian Chacur

Christopher George Latore Wallace viveu apenas 24 anos. Este curto período, no entanto, foi suficiente para ele se tornar um dos nomes mais importantes e bem-sucedidos da história do rap. A trajetória dele, mais conhecido pelo nome artístico Notorious B.I.G. (1972-1997), é o tema do documentário recém-lançado pela Netflix, Biggie: A Got a Story To Tell. O selo Rhino, da Warner Music, acaba de lançar nas plataformas digitais uma coletânea digital com 14 músicas dele, intitulada Music Inspired By Biggie: A Got A Story To Tell.

Dirigido por Emmett Malloy, o filme traz entrevistas recentes feitas com a mãe do rapper, Voletta Wallace, com o descobridor e produtor do artista, o consagrado Sean “Puffy” Combs, e com outros amigos e familiares. Além disso, também temos imagens feitas pelo melhor amigo de Biggie, Damion “D-Rock” Malloy, mostrando Notorious nos bastidores de shows e gravações e também falando sobre ele e a sua música.

Voletta Wallace celebra o documentário sobre o filho por uma razão básica: “esse vai ser o primeiro documentário a focar nas experiências da vida do meu filho e a arte de suas músicas, ao invés das circunstâncias de sua morte. É uma celebração de quem ele era e de onde ele veio. Mostra o tipo de narrativa profunda que o Christopher amava. Esse é o jeito que ele gostaria de ser lembrado”.

Biggie emplacou três álbuns – Life After Death (1997), Born Again (1999) e Greatest Hits (2007)- no primeiro lugar da parada americana, mesmo posto atingido pelos singles Hypnotize e Mo Money Mo Problems. Sua rivalidade com Tupac Shakur (1971- 1996) foi uma das mais intensas e badaladas da história do rap, e ambos morreram de forma trágica.

Eis as faixas de Music Inspired By Biggie: I Got A Story To Tell:

Big Poppa
Gimme The Loot
Juicy
Respect
Warning
I Got A Story To Tell
Hypnotize
Mo Money Mo Problems
Who Shot Ya?
Dead Wrong
Notorious Thugs
One More Chance (Stay With Me Remix)
Nasty Girl
Notorious B.I.G.

Veja o trailer do documentário:

© 2022 Mondo Pop

Theme by Anders NorenUp ↑