Mondo Pop

O pop de ontem, hoje, e amanhã...

Tag: folk brasil anos 2000

Roberta Campos esbanja classe no belo álbum O Amor Liberta

Roberta Campos - O Amor Liberta- 400x

Por Fabian Chacur

Antes do início da pandemia do novo coronavírus, Roberta Campos tinha como projeto gravar um álbum com a produção do badalado produtor britânico radicado no Brasil Paul Ralphes. Com tudo o que ocorreu, ela preferiu adiar um pouco esse projeto e lançou o EP Só Conheço o Mar (leia mais sobre esse lançamento e sobre Roberta aqui), com 5 músicas inspiradas nesse momento. Mas seu plano não foi engavetado, e agora chega a hora de lançá-lo, em CD e nas plataformas digitais, com o título O Amor Liberta (Deck).

Trata-se de seu quinto álbum de estúdio (também lançou um DVD gravado ao vivo) em 13 anos de trajetória discográfica na qual se firmou como um dos grandes expoentes do chamado folk à brasileira. Temos aqui 11 composições inéditas, sendo sete só dela e outras quatro assinadas com nomes representativos de quatro gerações diferentes: Hyldon, Humberto Gessinger, Luiz Caldas e De Maria. O resultado não poderia ser melhor.

Valendo-se de sua bela e delicada voz com a categoria habitual, Roberta aposta em uma sonoridade no geral que nos remete a três influências básicas, os trabalhos de Lô Borges, Beto Guedes e Lulu Santos. Também temos elementos de soul, em uma mistura que soa extremamente pop mas sem cair em momento algum na vala comum daqueles que só pensam em música como uma forma pragmática de se ganhar dinheiro e nada mais.

No geral, as letras de Roberta apostam em um romantismo que vai além do simples afeto entre duas pessoas e fala do amor pelos outros, pela vida e pelo que se pode fazer para ser feliz. O momento mais pop fica por conta de Miragem (R.C.), surpreendente utilização da cantora da levada do reggaeton com uma participação especial certeira do cantor Alexandre Carlo, do grupo Natiruts.

O pop rock com elementos folk aparece com muita inspiração em Pro Mundo Que Virá (R.C.) e É Natural (R.C.- Luiz Caldas), enquanto Se a Saudade Apertar (R.C.- Hyldon) equivale a uma balada soul envolvente. O country é o mote de Começa Tudo Outra Vez (R.C.- Humberto Gessinger), que mostra o cantor dos Engenheiros do Hawaii explorando um registro vocal bem diferente ao qual estamos habituados, e com sucesso.

O clima balada soul pontua O Futuro nos Aguarda (R.C.), enquanto Floresço na Sua Vida (R.C.) mergulha no pop com desenvoltura. Aquário (R.C.) traz elementos de latinidade, enquanto O Vento Que Leva (R.C.) remete a bossa nova revista. Pop rock ensolarado é uma possível definição para a ótima Chegou o Meu Verão (R.C.- De Maria). Rosária (R.C.), bela homenagem de Roberta à sua avó, é o momento agridoce que encerra um álbum maduro, artisticamente impecável e que mostra como fazer música doce que não seja terminantemente proibida para diabéticos.

Miragem (clipe)- Roberta Campos e Natiruts:

Bela mostra um single acústico, a envolvente canção Sol Em Touro

bela cantora 400x

Por Fabian Chacur

A cantora e compositora Bela, que em fevereiro deu uma ótima entrevista a Mondo Pop (leia aqui), não deixa a peteca ir ao chão. Ela acaba de lançar um novo videoclipe no qual divulga uma nova canção de sua autoria, a envolvente balada Sol Em Touro.

Nas imagens, temos três Belas, dividindo a tela em montagem muito bem feita. Interpretada no melhor estilo voz e violão, com o instrumento a cargo de Léo Rodrigues (no áudio, não no clipe), a moça aparece em um local próximo à natureza, curtindo emoções românticas. Ela explica o título da canção:

“Meu signo é touro, usei a minha intuição para escrever a canção. Me baseei em experiências pessoais e também pedi ajuda na criação para meus seguidores nas redes sociais. Foi ótimo para me dar um outro olhar sobre os aspectos do signo, pois estou muito inserida no universo taurino – foi uma troca super positiva. Na canção, quis focar no lado amoroso, decidido e faminto dos taurinos”.

Sol em Touro (clipe)- Bela:

Tuia lança single Flores da Manhã com Guarabyra e Zeca Baleiro

TuiaGuarabyraEZecaBaleiro2-400x

Por Fabian Chacur

No segundo semestre deste ano, Tuia promete lançar um novo álbum, cujo título será Horizonte em Queda Vertical. A primeira amostra deste trabalho chega nesta sexta-feira (19) às plataformas digitais via Kuarup. Trata-se de Flores da Manhã, primeira canção composta pelo cantor, compositor e músico paulista em parceria com Guttemberg Guarabyra. Além do novo parceiro, também marca presença nesta gravação o cantor, compositor e músico maranhense Zeca Baleiro.

Flores da Manhã é uma bela balada folk que mostra o bom entrosamento entre Tuia e Guarabyra, que já trabalharam juntos na regravação da canção de Tuia Flor e também no projeto Nós do Rock Rural, que gerou diversos shows e um marcante álbum gravado ao vivo lançado pela Kuarup com as participações deles e também de Zé Geraldo e do saudoso Tavito. A gravação foi feita no estúdio Space Blues, de Alexandre Fontanetti.

Horizonte Em Queda Vertical marcará a volta de Tuia ao universo das composições inéditas autorais, e conta com a produção a cargo de Matheus Reis, músico de sua banda de apoio, e de Alberto Vaz. Este último é um engenheiro de áudio e produtor brasileiro formado na Berklee e radicado há dez anos em Nashville (EUA) que ficou conhecido por seu trabalho com a cantora, compositora e musicista americana Sheryl Crow, entre outros.

Flores da Manhã– Tuia, Guarabyra e Zeca Baleiro:

Roberta Campos lança clipe para a bela canção Cada Acorde é Seu

Roberta Campos - crédito Victor La Côrte 9

Por Fabian Chacur

Uma das marcas da obra da cantora, compositora e musicista Roberta Campos é a delicadeza de suas canções. Essa assinatura própria se mostra presente mais uma vez em um novo lançamento, o EP Só Conheço o Mar (lançado pela gravadora Deck nas plataformas digitais), que traz cinco composições inéditas da moça escritas durante a pandemia do novo coronavírus. E já temos um novo clipe disponível também, preparado para divulgar a faixa Cada Acorde é Seu.

Com direção a cargo de André Albuquerque e gravado em um estúdio em São Paulo, o clipe tem como pano de fundo um estúdio, no qual a cantora interpreta a canção acompanhada com seu violão. Tudo muito simples. A música segue seu estilo folk-MPB e traz também intervenções de metais, órgão Hammond e flugelhorn, que trazem um tempero diferente para o que essencialmente é o desenvolvimento lógico de seu trabalho. Muito bom de se ouvir.

Todo Acorde é Seu (clipe)- Roberta Campos:

Tuia aposta em eletrofolk em seu novo single e clipe, De Repente

TUIA - DE REPENTE [JPG] 02-400x

Por Fabian Chacur

Tuia não está se deixando influenciar pelo clima pesado gerado pela pandemia do novo coronavírus. Após lançar um novo e ótimo álbum pela gravadora Kuarup, Versões de Vitrola Vol. 1 (leia a resenha aqui), o cantor, compositor e músico paulista não perde tempo e lança um novo single, De Repente, que está disponível em áudio e também em um elegante clipe.

A nova faixa é bastante diferente do material lançado por ele até aqui. Desta vez, Tuia nos oferece uma mistura do seu som folk-rock rural com uma batida dançante e um apelo pop escancarado, com direito a refrão hipnótico, timbres instrumentais deliciosos e uma prevalência do som de teclados.

O resultado agrada em cheio, e conta com produção do multi-instrumentista Victor Jadowski e masterização a cargo de João Milliet. Ele define a nova levada apresentada neste lançamento como eletrofolk ou folkbeat. A letra investe em positividade e astral positivo, sem cair na mediocridade ou obviedade. Para dar uma arejada em tempos tão incertos.

De Repente (clipe)- Tuia:

Vanguart mostra novas músicas e seus hits com show em São Paulo

vanguart 2020 400x

Por Fabian Chacur

Lá pelos idos de 2003, surgiu em Cuiabá, Mato Grosso, o embrião do que viria a ser o Vanguart. Desde então, muita água passou por debaixo das pontes do Brasil e do mundo, mas o grupo de folk-rock permanece firme e forte. Lógico que com muitas idas e vindas, nesses anos todos. Com duas músicas novas, eles farão um show em São Paulo no dia 15 (domingo) às 19h na Casa Natura Musical (rua Artur de Azevedo, nº 2.134- Pinheiros- fone 0xx11-3031-4143), com ingressos de R$ 30,00 a R$ 120,00.

O Vanguart atualmente é um trio, que traz o seu fundador, Helio Flanders (voz, piano e trompete), seu fiel escudeiro desde o início Reginaldo Lincoln (baixo e vocal) e Fernanda Kostchak (violino), que se incorporou ao time feito uma luva a partir de 2011. No show deste domingo, complementarão a escalação Kezo Nogueira (bateria), Pedro Pelotas (teclados) e Fabricio Ganbogi (guitarra).

O repertório traz como principais atrativos duas canções inéditas em álbuns da banda. Uma é a deliciosa e singela Sente, disponibilizada na internet em dezembro de 2019 e com um clipe muito legal gravado na rua 25 de Março, em São Paulo, agitado centro do comércio popular na cidade. A outra, O Amor é Assim, só entrará nas plataformas digitais no próximo dia 20, sendo assim apresentada ao público deste show em primeira mão.

Lógico que músicas do mais recente álbum de estúdio de inéditas da banda, Beijo Estranho (2017), e de seu projeto especial Vanguart Sings Bob Dylan (2019), dedicado aos clássicos do astro americano que tanto os influenciou, também estarão no repertório do espetáculo, assim como outros hits bacanas.

Sente (videoclipe)- Vanguart:

© 2021 Mondo Pop

Theme by Anders NorenUp ↑