Mondo Pop

O pop de ontem, hoje, e amanhã...

Tag: geezer butler

Black Sabbath lança uma versão superdeluxe do clássico Paranoid

black sabbath paranoid 50 400x

Por Fabian Chacur

Em 18 de setembro de 1970, apenas sete meses após o lançamento de seu autointitulado álbum de estreia, o Black Sabbath ofereceu ao mundo Paranoid. Com esse trabalho, o quarteto atingiu o primeiro posto da parada britânica e o nº12 nos EUA, chamando a atenção para um novo estilo de rock que invadiria as paradas de sucessos nos anos vindouros, o heavy metal. Para celebrar os 50 anos desse trabalho histórico, será lançado no dia 9 de outubro uma versão Super Deluxe para alucinar os fãs mais fiéis dessa banda seminal.

A nova encarnação de Paranoid será disponibilizada em dois formatos, com 4 CDs ou 5 LPs de vinil. O conteúdo traz a versão remasterizada do álbum original, uma mixagem quadrafônica lançada originalmente em 1974 e duas gravações ao vivo de shows, uma realizada em 31 de agosto de 1970 em Montreux, Suíça, e outra alguns meses depois em Bruxelas, na Bélgica. Saiba mais aqui.

Além dos atrativos sonoros, a versão comemorativa de Paranoid traz um livro com capa dura com entrevistas com Ozzy Osbourne, Tony Iommy, Geezer Butler e Bill Ward, análises sobre o álbum, fotos raras e outras curiosidades adicionais.

Esse disco traz clássicos como a faixa-título, War Pigs e Iron Man, e se manteve durante décadas como o único trabalho do quarteto a pontear a parada britânica, tabu que foi quebrado em 2013 com o álbum 13, que de quebra chegou ao topo também nos EUA, onde eles nunca haviam conseguido tal façanha.

Eis as faixas de Paranoid Super Deluxe Edition:

CD1:
War Pigs / Luke’s Wall (2012 – Remaster)
Paranoid (2012 – Remaster)
Planet Caravan (2012 – Remaster)
Iron Man (2012 – Remaster)
Electric Funeral (2012 – Remaster)
Hand of Doom (2012 – Remaster)
Rat Salad (2012 – Remaster)
Jack the Stripper / Fairies Wear Boots (2012 – Remaster)

CD2:
War Pigs / Luke’s Wall (Quadradisc Mix In Stereo 1974)
Paranoid (Quadradisc Mix In Stereo 1974)
Planet Caravan (Quadradisc Mix In Stereo 1974)
Iron Man (Quadradisc Mix In Stereo 1974)
Electric Funeral (Quadradisc Mix In Stereo 1974)
Hand of Doom (Quadradisc Mix In Stereo 1974)
Rat Salad (Quadradisc Mix In Stereo 1974)
Jack the Stripper / Fairies Wear Boots (Quadradisc Mix In Stereo 1974)

CD3:
Intro (Live in Montreux 1970)
Paranoid (Live in Montreux 1970)
N.I.B. (Live in Montreux 1970)
Behind the Wall of Sleep (Live in Montreux 1970)
Iron Man (Live in Montreux 1970)
War Pigs (Live in Montreux 1970)
Fairies Wear Boots (Live in Montreux 1970)
Hand of Doom (Live in Montreux 1970)

CD4:
Paranoid (Live in Brussels 1970)
Hand of Doom (Live in Brussels 1970)
Rat Salad (Live in Brussels 1970)
Iron Man (Live in Brussels 1970)
Black Sabbath (Live in Brussels 1970)
N.I.B. (Live in Brussels 1970)
Behind the Wall of Sleep (Live in Brussels 1970)
War Pigs (Live in Brussels 1970)
Fairies Wear Boots (Live in Brussels 1970)

Ouça o álbum Paranoid em streaming:

Black Sabbath pode liderar parada nos EUA

Por Fabian Chacur

Se a repercussão perante a crítica especializada de 13, álbum que marca o reencontro em estúdio da trinca de ouro do Black Sabbath após 35 anos, está sendo das melhores, os fãs pelo visto não ficarão atrás na louvação ao novo disco. É o que indica a notícia publicada no site americano da célebre revista Billboard.

Segundo a publicação, considerada a bíblia da indústria fonográfica mundial, o novo álbum gravado por Ozzy Osbourne (vocal), Tony Iommi (guitarra) e Geezer Butler (baixo) deve vender em sua primeira semana nas lojas físicas e virtuais nos EUA mais de 120 mil exemplares, o que lhe proporcionará o primeiro lugar na parada da terra de Elvis Presley na próxima semana.

Essa vendagem dará ao Black Sabbath o seu primeiro álbum número 1 na parada ianque. Seu melhor resultado até hoje ocorreu no longínquo 1971, quando Master Of Reality atingiu o 8º posto naquele mercado fonográfico. O ao vivo Reunion (1998), por exemplo, atingiu o 11º lugar, e vendeu 62 mil cópias em sua semana inicial.

O Black Sabbath fará shows no Brasil em breve (leia mais sobre isso aqui e aqui), enquanto o álbum 13 já está chegando às lojas tupiniquins, para delírio dos fãs do melhor heavy metal.

Em carreira solo, Ozzy Osbourne sempre vendeu mais do que a banda que o revelou, como prova seu mais recente CD individual, Scream (2010), com 81 mil cópias comercializadas em sua primeira semana no mercado que lhe valeram um significativo 4º lugar nas listas dos mais vendidos em solo americano, um de seus mercados consumidores mais fiéis.

Se esse fato se efetivar, 13 (leia a crítica aqui) irá tirar do topo curiosamente o álbum de outra banda de rock que nunca havia chegado antes a tal posição. Trata-se de …Like Clockwork, do Queens Of The Stone Age, grupo que em março se apresentou no Brasil durante o Lollapalooza Brasil 2013 com grande repercussão. O álbum vendeu 91 mil cópias em sua semana inicial, sendo 12 mil delas em vinil.

Veja o videoclipe de God Is Dead, do Black Sabbath:

Black Sabbath desfalcado virá ao Brasil

Por Fabian Chacur

Uma grande produtora de shows anunciou oficialmente nesta quarta-feira (3) que em outubro o Black Sabbath fará três shows no Brasil. As cidades que receberão a lendária banda de heavy metal serão Rio, São Paulo e Porto Alegre. O mesmo comunicado informou que maiores informações sobre os shows- preços, locais etc- serão divulgados em maio.

Mais uma vez veremos esta seminal banda britânica sem a sua formação original. Será, como diria o amigo de fé, irmão, camarada (e grande jornalista e biógrafo) Ayrton Mugnaini Jr., um “Black Sabbath à prestação”. A explicação para a genial expressão virá logo a seguir. Ele a criou nos anos 80 devido a uma situação vivida por mim.

Nunca tive a honra de ver o Police ao vivo. Não consegui ir aos shows que a banda realizou apenas no Rio em 1982 e 2007. No entanto, vi o Sting mais de uma vez (a primeira em 1987) e estava no show de abertura da segunda encarnação do Projeto SP, inaugurado com um show que reuniu a cantora Debra Holland (quem?) e os monstros sagrados Stanley Clarke (baixo) e os outros integrantes do The Police, Stewart Copeland (bateria) e Andy Summers (guitarra).

Diante desse fato, Mugnaini me soltou a pérola: “bem, no fim das contas você viu o The Police à prestação, pois teve a chance de ver seus três integrantes ao vivo em ocasiões diferentes”. É o mesmo que alguns fãs do Black Sabbath mais velhos (ou mais experientes, you name it) poderão dizer se os shows de outubro de fato se concretizarem.

A segunda visita do Black Sabbath ao Brasil ocorreu em agosto de 1994 no festival Philips Monsters Of Rock. Naquela ocasião, a banda trouxe o vocalista Tony Martin, acompanhado por Iommy, Butler e o baterista original do time, Bill Ward.

Ozzy Osbourne, como todos sabem, cantou aqui pela primeira vez em janeiro de 1985, no primeiro Rock in Rio, e voltou em outras ocasiões, incluindo uma na edição de 1995 do mesmo Philips Monsters Of Rock. Como tive a oportunidade de ver esses dois shows, eu também vi a formação original da banda que criou clássicos como Iron Man a prestação. Eita!

Desta vez, será Bill Ward quem não marcará presença nos shows da nova turnê do Sabbath. Ele saiu fora do time em 2012, alegando discordâcias em relação aos valores que seriam pagos por sua participação na turnê. Para substituí-lo, entrou no time Brad Wilk, baterista da banda de metal alternativo Rage Against The Machine.

Vale lembrar que uma outra encarnação do Black Sabbath também tocou duas vezes por aqui, desta vez com o lendário e saudoso Ronnie James Dio nos vocais. Em 1992, usaram o nome Black Sabbath mesmo (eu estava lá!), e em 2009, em seu retorno, o nome do álbum mais cultuado dessa fase da banda, Heaven And Hell. Ufa!!!

Veja o clipe de Iron Man, com o Black Sabbath:

© 2020 Mondo Pop

Theme by Anders NorenUp ↑