Mondo Pop

O pop de ontem, hoje, e amanhã...

Tag: lira paulistana

Guca e Laert mostram núcleo essencial do Língua de Trapo

Lingua-de-Trapo-400x

Por Fabian Chacur

Um é o único sujeito que teve a coragem de permanecer no time durante toda a sua existência. O outro pulou fora no comecinho, mas se manteve por perto como figura essencial e onipresente, e que acabou retornando nos últimos tempos. Eles são respectivamente Laert Sarrumor (de óculos na foto) e Guca Domênico, e o grupo em questão é o lendário Língua de Trapo. Em dupla, eles se apresentam nesta sexta (23) às 21h30 em São Paulo no Tupi or Not Tupi (rua Fidalga, nº 360- Vila Madalena- fone 0xx11-3813-7404), com ingressos custando R$ 60,00.

Há quase 40 anos, esses caras criaram o Língua de Trapo na Faculdade Cásper Líbero, em São Paulo, onde cursavam jornalismo. Guca acabou optando por outros projetos e saiu fora logo, mas algumas de suas composições foram gravadas e tocadas ao vivo pelo grupo, que teve em Laert o seu líder. Figura de proa da geração Lira Paulistana/Vanguarda Paulista, o grupo se notabilizou por uma mistura incrível de vários estilos musicais aliados a letras de um humor ácido e inteligente.

Se não vendeu milhões de discos nem se tornou presença constante na grande mídia, o Língua conseguiu consolidar uma carreira que gerou sete ótimos álbuns e shows sempre lotados, nos quais conseguiu a façanha de fazer humor politicamente incorreto sem ser grosseiro ou ofensivo. Seu álbum mais recente é o ótimo O Último CD da Terra (2016, leia a resenha de Mondo Pop aqui).

Após investir em uma carreira solo e também em outros projetos de vida, Guca voltou ao grupo nesta década, em shows e no mais recente álbum. Neste show, ele toca violão e canta, enquanto Laert se incumbe de vocais e “filosofia”. No repertório, teremos clássicos do Língua, novidades e também o resgate de material do início da carreira da banda. Com esses dois doidos no palco, tudo é possível, podem ter certeza (leia a resenha de um show do Língua em 2013 aqui).

Língua de Trapo- show na íntegra (2013):

Natura Musical divulga novos patrocínios

Por Fabian Chacur

Parece um vestibular de medicina ou outra dessas áreas concorridas no cenário educacional. Em 2013, 3.493 projetos foram inscritos em quatro editais, um nacional e outros regionais em Minas Gerais, Bahia e Pará. Após oito meses, o processo chegou ao fim esta semana, quando o Natura Musical divulgou, em evento realizado nesta terça-feira (26) em São Paulo, os 23 selecionados.

Esses programa de valorização da música brasileira criado pela empresa de cosméticos e produtos de higiene e beleza Natura permitirá a concretização durante 2014 de turnês, lançamento de DVDs, CDs e discos de vinil, projetos educacionais, livros e a preservação de acervos musicais. Os selecionados vão desde revelações das novas gerações, passam por astros consagrados e também enveredam por grandes nomes menos badalados do que deveriam.

Entre os artistas mais conhecidos, terão projetos patrocinados pelo Natura Musical em 2014 Elba Ramalho, Fernanda Takai, a banda Nação Zumbi e Gerônimo. Entre as revelações, destacam-se o grupo paulistano 5 a Seco, a banda instrumental mineira Dibigode e o cantor, compositor e músico paraense Felipe Cordeiro (foto). A parte de documentação tem como destaque um livro retrospectivo sobre o mítico e extinto teatro Lira Paulistana (SP) e o Acervo Batatinha, do seminal sambista baiano.

Desde o seu início, em 2005, o Natura Musical apoiou mais de 220 projetos. Em torno de R$ 76.5 milhões foram investidos nesses oito anos de atuação, sendo que 45% desse valor foi obtido com recursos incentivados por leis federais e estaduais e 55% com recursos próprios. Concorreram a esse apoio mais de 12 mil projetos, prova de que iniciativas como a da Natura ajudam a preencher o espaço deixado pelas inúmeras gravadoras, editoras e produtoras que fecharam as portas na última década.

Saiba tudo sobre os projetos que serão patrocinados pelo Natura Musical em 2014 em www.naturamusical.com.br

Ouça Ela é Tarja Preta, com Felipe Cordeiro:

© 2023 Mondo Pop

Theme by Anders NorenUp ↑