Mondo Pop

O pop de ontem, hoje, e amanhã...

Tag: maurício pereira

Mauricio Pereira canta com o filhão Tim Bernardes em SP

mauricio pereira tim bernardes-400x

Por Fabian Chacur

Mauricio Pereira tem uma carreira das mais elogiáveis. E no momento possui mais uma vertente interessante nesses seus mais de 30 anos de estrada. Trata-se de uma dupla com o filho, o cantor, compositor e músico Tim Bernardes, conhecido como integrante da badalada banda O Terno. Eles mostram essa parceria nesta quarta-feira (18) às 20h30 no Sesc Pinheiros (rua Paes Leme, nº 195- Pinheiros), com ingressos de R$ 7,50 a R$ 25,00.

A carreira de Mauricio ganhou força na segunda metade dos anos 1980 ao integrar o duo Os Mulheres Negras ao lado de André Abujamra. Juntos, lançaram dois hoje cultuados álbuns e fizeram muitos shows. Após um longo período de separação, voltaram a tocar juntos, com direito até mesmo a estrelar um documentário sobre a trajetória deles.

Como artista solo, ele lançou seis CDs solo, com boa repercussão perante público e crítica. Por sua vez, o filho Tim Bernardes é o cantor, guitarrista e compositor do trio O Terno, que integra ao lado de Guilherme Peixe (baixo) e Victor Chaves (baixo). Eles lançaram o CD 66 (2012), e Tim teve duas músicas gravadas por Tom Zé no EP O Tribunal do Feicebuqui, do qual participou ao lado dos colegas de O Terno.

Pai e filho apelidaram seu trabalho em dupla de “Pereirinha e Pereirão”, e são a atração desta quarta (18) do projeto Visão Periférica, que traz como cenário instigantes imagens criadas pelo fotógrafo, designer visual e músico Ivan Silva. O tema é a cidade de São Paulo, sua relação com as pessoas e sua influência sobre as mesmas.

Um Dia Útil– Vinicius Calderoni, Mauricio Pereira e Tim Bernardes:

Pra Marte – Mauricio Pereira e Tim Bernardes:

Entrevista com Mauricio Pereira e Tim Bernardes:

Mauricio Pereira volta com o show Mergulhar na Surpresa

Mauricio Pereira5 por Gal Oppido-400x

Por Fabian Chacur

Desde a década de 1980 na estrada, Mauricio Pereira consolidou sua presença no cenário da música brasileira, como integrante do ótimo duo Os Mulheres Negras e graças a uma consistente e elogiada carreira solo. Neste sábado (22) às 21h no Teatro Central das Artes- Sub 3 (rua Apinajés, 1.081- Sumaré- fone 0xx11-3865-4165), em São Paulo, ele retoma o show Mergulhar na Surpresa, com couvert artístico a R$ 20,00.

Lançado em 1998 e ainda em catálogo via Tratore, o CD Mergulhar na Surpresa deu origem a um show de voz e piano com boa repercussão de público. A partir de 2008, Maurício voltou a fazer esse tipo de espetáculo, no qual exacerba seu estilo contemporâneo, pop e paulistano que influenciou tantos outros autores nas últimas décadas.

No palco, Maurício tem a seu lado e pianista e cantor Daniel Szafran, em parceria bem entrosada que permite improvisos e momentos únicos, e também o baterista Gabriel Basile. O repertório inclui músicas do CD como Um Dia Útil, Quem é Quem, Pan Y Leche, Wanda e Curitibana, além de hits solo e dos Mulheres Negras, marchinhas de carnaval e versões em português de hits de Stevie Wonder, Beatles e Elvis Presley.

Maurício Pereira e Daniel Szafran- vários vídeos:

As belas canções do maestro Roberto Sion

Por Fabian Chacur

Roberto Sion é um nome bastante conhecido entre aqueles que acompanham a música brasileira de qualidade. Músico, arranjador, maestro e educador, ele está há décadas na estrada, e não só gravou e fez shows com gente importante da MPB como também integrou o grupo Pau Brasil, um dos melhores da história da nossa música instrumental.

Como prova de sua inquietude enquanto artista, ele nos oferece uma mais do que agradável surpresa. Trata-se de 12 Canções Inéditas, primeiro CD de sua vitoriosa carreira a sair do eixo da música instrumental e nos proporcionar 12 canções, todas com letras escritas por um ex-aluno e amigo de fé, Maurício Gusmão.

A novidade deu super certo. Com Sion se incumbindo de piano, sopros e arranjos e contando com o apoio de músicos extremamente competentes, ele de quebra convidou um elenco estrelado de cantores para dar conta do trabalho. O resultado é um álbum sofisticado, delicado, repleto de sutilezas musicais, poesia afiada e um misto de lirismo e bom humor.

Se todos os intérpretes convocados conseguem performances impecáveis, alguns se superam. Jane Duboc, por exemplo, exala emoção e controle ao interpretar Cena, faixa que abre o CD e na qual temos “apenas” o piano de Sion, em uma combinação minimalista na qual os silêncios e os pequenos detalhes seguem a velha máxima “menos é mais”. A intérprete também brilha na tocante Valsa de Ivã e Heloisa.

O talentosíssimo Maurício Pereira, do duo Os Mulheres Negras e com ótima carreira-solo sendo desenvolvida, simplesmente arrasa no misto de romantismo/realismo proposto pela letra da ótima Pés No Chão e na jazzística (quase roqueira!) e sarcástica Expresso Executivo.

A sempre sóbria e gostosa voz de Zé Luiz Mazziotti se encaixa feito luva na sutil O Que Diz e na lírica Longo Romance, enquanto mestre Dominguinhos se mostra à vontade interpretando uma balada delicada, Cantilena, na qual Ivan Vilela (viola caipira) e Sion (piano) mais uma vez apostam na simplicidade e acertam em cheio.

Este CD estupendo é encerrado com Samba da Alegria, a faixa mais sacudida do repertório, na qual o lendário Filó Machado comanda a festa e tem no vocal de apoio todo o elenco que participou do CD, com direito a Alaide Costa e Tuca Fernandes, além dos nomes já citados. Um sambão rasgado, que encerra 12 Canções Inéditas com gosto de quero mais.

Ouça Smoke Gets In Your Eyes, com Roberto Sion:

© 2021 Mondo Pop

Theme by Anders NorenUp ↑