Mondo Pop

O pop de ontem, hoje, e amanhã...

Tag: músicos brasileiros anos 1970

Eumir Deodato, muito mais do que o avô de Hailey Bieber

arnaldo de souteiro e eumir deodato-400x

Por Fabian Chacur

Aos 26 anos de idade, a modelo e influencer americana Hailey Bieber é casada com o astro pop canadense Justin Bieber. Seus inúmeros fãs mundo afora sabem que ela é neta de um músico brasileiro, um tal de Eumir Deodato. E dá vergonha alheia quando sabemos que muitos não tem nem ideia de quem ele seja, isso em plena era da informação instantânea. Portanto, nada melhor do que iniciativas como a do Sesc de promover um curso sobre a obra desse verdadeiro mestre da música.

O curso será realizado no próximo dia 28 (sábado) das 13 às 17h no Centro de Pesquisa e Formação do Sesc São Paulo (rua Doutor Plínio Barreto, nº 285- 4º andar- Bela Vista), e é gratuito (saiba como se inscrever aqui). O mestre será o produtor musical carioca Arnaldo De Souteiro, que não está na foto que ilustra esse post ao lado direito de Deodato por acaso.

Caso você seja um desses que não tem ideia de quem seja o personagem em questão, vamos a um pequeno resumo. Nascido no Rio de Janeiro em 22 de junho de 1942, Eumir Deodato iniciou sua carreira como tecladista e arranjador ainda muito novo, nos anos 1960. Logo, envolveu-se com a nata da bossa nova, e em pouco tempo se mudou para os EUA.

Seus trabalhos ao lado de nomes do porte de Tom Jobim e Frank Sinatra lhe abriram portas para uma carreira-solo que tem como marca a releitura funkeada de Also Sprach Zarathustra, de Richard Strauss, que invadiu as paradas de sucesso de todo o mundo em 1973.

Um de seus momentos seminais ocorreu entre 1979 e 1982, quando, como produtor, compositor e músico, ajudou a banda funk americana Kool & The Gang a atingir os primeiros postos das paradas de sucesso do planeta com músicas incríveis como Ladies Night, Too Hot, Celebration, Get Down On It e Steppin’ Out, só para citar algumas delas.

Nos anos 1990, trabalhou com a cantora islandesa Bjork, em trabalhos bastante elogiados pela crítica e público. Vale registrar que Deodato, que tem mais de 15 álbuns em sua rica discografia, foi eleito um dos 10 melhores arranjadores do mundo pela revista americana Downbeat, considerada a bíblia do jazz, e ao lado de nomes como Gil Evans, Duke Ellington, Quincy Jones e Frank Zappa.

Para dar conta de realizar um curso sobre uma obra tão rica, ninguém mais bem preparado do que o produtor musical, jornalista e roteirista carioca Arnaldo De Souteiro, que nas últimas quatro décadas esteve ao lado de Eumir Deodato em shows, gravações, compilações e especiais de TV, além de ter produzido as reedições digitais de seus principais álbuns.

De Souteiro é membro votante do Grammy, o Oscar da música, e prestou serviços para várias gravadoras, para as TVs Globo e Manchete e para artistas estelares como João Gilberto, Tom Jobim, Marcos Valle, Azymuth, Dave Brubeck, Ithamara Koorax e Ron Carter.

Also Sprach Zarathustra– Eumir Deodato:

Egberto Gismonti dá prévia de álbum em show solo em Sampa

egberto gismonti 400x

Por Fabian Chacur

No último dia 5, Egberto Gismonti completou 75 anos de idade. O público paulistano poderá felicitá-lo neste domingo (18), quando o brilhante músico e compositor fará um show a partir das 19h30 no Bourbon Street (rua dos Chanés, nº 127- Moema- fone 0xx11-5095-6100), com ingresso a R$ 225,00 (3º lote). Será a oportunidade de se conferir uma prévia de um álbum duplo que ele gravará e lançará em 2023, em estúdios nos EUA e na Europa. No palco, apenas ele e seu piano, em um show apropriadamente intitulado Piano Solo.

O repertório do novo álbum do artista nascido em Carmo, Rio de Janeiro, será composto de clássicos da música brasileira do século XX escolhidos a dedo por ele e arranjados por Egberto com a liberdade criativa e maestria que o consagrou nos quatro cantos do mundo.

Entre outras, estão no repertório Pelo Telefone (de Donga, considerada o primeiro samba gravado), Maracangalha (do genial Dorival Caymmi), Carinhoso (clássico de Pixinguinha) e Sinal Fechado (a mais complexa composição do grande Paulinho da Viola).

Na ativa há cinco décadas e com mais de 60 álbuns gravados, Egberto Gismonti é aquele caso de artista brasileiro muito mais respeitado e cultuado no exterior do que em sua própria terra natal, fazendo shows e lançando discos em todo o planeta. Atualmente, ele prepara as trilhas dos filmes Raoni 2 e Darci Ribeiro, este último dirigido por Zelito Viana.

Infância (ao vivo)- Egberto Gismonti:

© 2023 Mondo Pop

Theme by Anders NorenUp ↑