Mondo Pop

O pop de ontem, hoje, e amanhã...

Tag: renato teixeira

Renato Teixeira e Fagner nos oferecem o singelo Naturezas

renato teixeira e fagner capa 400x

Por Fabian Chacur

Renato Teixeira e Raimundo Fagner são da geração de músicos brasileiros que invadiram as paradas de sucesso na década de 1970 com trabalhos consistentes e sempre preocupados com a qualidade de letras e melodias. Amigos há muito tempo, estreitaram sua relação nos últimos anos, valendo-se dos recursos tecnológicos para, mesmo de longe, escreverem várias canções em parceria. Tinha tudo para dar em um disco em dupla, e deu mesmo, Naturezas, que a gravadora Kuarup disponibiliza nas plataformas digitais e em uma belíssima edição em CD.

O álbum conta com 10 faixas, sendo oito delas parcerias inéditas dos dois feitas especialmente para o projeto. Um hit marcante de cada um completa o repertório. Tocando em Frente, inspirada composição de Teixeira e Almir Sater, traz também a participação deste último na releitura, que ficou muito bonita. Da seara de Fagner, temos Mucuripe, clássico escrito com o saudoso Belchior. As duas abrem o disco, como que abrindo o caminho para as novidades. Uma ideia bem interessante.

O trabalho foi gravado em São Paulo no estúdio da gravadora Kuarup, que curiosamente fica em um imóvel no qual Renato Teixeira morou, na década de 1970, e onde compôs sua canção mais conhecida, Romaria. Entre os músicos que participaram das gravações, vale destacar o grande Natan Marques, guitarrista e violonista que atuou com Elis Regina e Simone.

O clima básico de Naturezas é bem singelo e tranquilo, enveredando por caminhos sempre presentes nas obras de Renato Teixeira e Raimundo Fagner, com ênfase no lado folk-rural. As vozes dos dois se encaixaram muito bem, com cada um fazendo seus solos de forma bem competente. A tendência de interpretações mais contidas do artista cearense dos últimos tempos se mantém por aqui.

Além de Tocando em Frente, Almir Sater também está presente em Para o Nosso Amor Amém, um dos pontos altos do disco, ao lado de Arte e Poesia, Eu Comigo Mesmo e Rastros da Paixão. Eu Só Quero Ser Feliz tem um terceiro parceiro, o grande Antonio Adolfo, autor da melodia original que acabou recebendo letra de Fagner e Teixeira.

A bela capa de Naturezas foi o último trabalho com finalidade discográfica do saudoso e icônico Elifas Andreato, que nos deixou em março deste ano. O álbum certamente irá agradar e muito os fãs mais fiéis, apostando em simplicidade, lirismo e sutilezas nos arranjos. Uma reunião prazerosa de dois grandes amigos que rendeu belos frutos.

Para o Nosso Amor Amém– Renato Teixeira, Fagner e Almir Sater:

Tuia lança Semente Que o Amor Dará com show em São Paulo

tuia cantor 400x

Por Fabian Chacur

Tuia é presença constante em Mondo Pop, e não por acaso (leia mais sobre ele aqui). Em seus quase 30 anos de carreira, ele se firmou como um dos nomes mais consistentes do folk brasileiro, misturando várias vertentes musicais de sabor rural com rock, pop e o que mais pintar com sensibilidade e categoria. O cantor, compositor e músico paulista acaba de lançar Sementes que o Amor Dará, distribuído nas plataformas digitais pela Kuarup, e mostra esse novo repertório nesta sexta (6) às 20h no Blue Note SP (avenida Paulista, nº 2073- saiba mais aqui).

Semente que o Amor Dará é o 5º álbum solo de Tuia, e teve sua divulgação iniciada com a faixa Flores da Manhã, que conta com as participações especiais de Guarabyra e Zeca Baleiro. Com dez faixas, o trabalho também conta com outros nomes importantes e significativos marcando presença, entre os quais Renato Teixeira, Ricardo Vignini, Mário Manga (do Premê) e Reginaldo Lincoln (do Vanguart).

Flores da Manhã (clipe)- Tuia, Guarabyra e Zeca Baleiro:

Renato Teixeira lança a canção Humanos São Todos Iguais

renato teixeira 400x

Por Fabian Chacur

Tem canção nova de Renato Teixeira no ar. O cantor, compositor e músico nascido em Santos que completou 75 anos no último dia 20 de maio se mostra em plena atividade. Recentemente, fez uma live ao lado do parceiro e amigo Sérgio Reis. Agora, nos apresenta Humanos São Todos Iguais, gravação de estúdio distribuída nas plataformas digitais pela Ditto Music. Mais um belo apelo à solidariedade entre as pessoas, em um momento duro como este. Ele explica a intenção deste novo trabalho:

“Humanos São Todos Iguais” é uma cantilena, dessas que se canta quase de improviso, quase declamando, um canto convicto e ensimesmado, soprado pela fé escancarada de quem acredita na salvação da humanidade. Nossa Senhora é intercessora como são intercessoras nossa mães. Na minha imaginação, ela aparece para interceder em nome dos pobres e dos desvalidos, clamando pelo fim da pobreza e de todas as diferenças que existem entre os humanos. A hora é agora! A canção nasceu sem maiores pretensões mas quem sabe não seja ela, como já havia sido Romaria, a nova mensageira dos nossos anseios por um mundo melhor e mais justo?”.

Humanos São Todos Iguais– Renato Teixeira:

Renato Teixeira cativa em CD com direito a uma orquestra

renato teixeira 1-400x

Por Fabian Chacur

Em seus quase 50 anos de carreira como cantor, compositor e músico, Renato Teixeira ajudou a aproximar a música rural do público urbano com um trabalho consistente, inspirado e profissional. Ele agora atinge o auge do refinamento ao lançar Terra de Sonhos, CD lançado pela gravadora Kuarup e também disponível nas plataformas digitais no qual é acompanhado pela Orquestra do Estado de Mato Grosso.

Gravado no estúdio Inca (MT), o álbum surgiu a partir de uma turnê realizada pelo autor de Romaria com a orquestra regida pelo maestro Leandro Carvalho que passou por oito cidades mato-grossenses em um período de duas semanas. Teixeira é acompanhado por um total de 23 músicos, entre os quais os violonistas Chico Teixeira e Natan Marques, este último conhecido por tocar com Elis Regina e Simone, entre outros.

O repertório de 14 músicas mescla sucessos eternos do repertório do artista nascido em 20 de maio de 1945 em Santos (SP) como Amora, Terra de Sonhos e Tocando em Frente, a inédita Passatempo e clássicos da música rural brasileira do porte de Chalana, além de algumas belas homenagens a Mato Grosso, como Mato Grosso Rico, de Paraíso e Tinoco, e Ciriema (Siriema do Mato Grosso), de Mário Zan e Nhô Pai.

Os arranjos, assinados por Ruriá Duprat, André Mehmari, Paulo Aragão, Vitor Santos, Tiago Costa e Ítalo Peron, valorizam de forma perfeita as belas melodias e versos de cada canção, gerando assim um belo diálogo entre o espírito erudito sempre presente em gravações com instrumentos orquestrais e a ruralidade que marca o DNA das composições de Renato Teixeira. A cereja do bolo é o vocal doce, afinadíssimo e repleto de sensibilidade desse grande artista.

Terra de Sonhos equivale a uma luxuosa viagem pelo universo musical de Renato Teixeira, que há 50 anos nos oferece um trabalho no qual sensibilidade criatividade e consistência são marcas registradas. Indo de momentos mais líricos a outros convidando à dança, o set list do álbum envolve o ouvinte com muita felicidade. Aos 72 anos de idade, esse consagrado artista transpira vitalidade e muita disposição de encarar novos desafios, o que é uma coisa maravilhosa.

Renato Teixeira e Orquestra de Mato Grosso ao Vivo:

Festa Folk é atração no Bourbon Street-SP

Por Fabian Chacur

Alguns dos mais talentosos nomes da nova geração da música folk brasileira estarão nesta terça-feira (29) a partir as 20h em São Paulo no Bourbon Stret Music Club (rua dos Chanés, 127- Moema- fone 0xx11-5095-6100). O evento, apropriadamente intitulado Festa Folk, traz como convidado especial o consagrado cantor e compositor Renato Teixeira, com couvert artístico a R$ 40,00.

O time traz o cantor, compositor e músico Tuia Lencioni, ex-integrante do grupo Dotô Jeka e atualmente investindo em bela carreira solo que tem como fruto mais recente o excelente CD Jardim Invisível. Wilson Teixeira, por sua vez, alterna trabalhos individuais com o projeto 4 Cantos, enquanto Bezão, ex-membro do grupo Rossa Nova, atualmente prepara o seu primeiro álbum solo, ainda sem data certa para lançamento.

Oriundo de Campo Grande, Mato Grosso do Sul, Jonavo também está aprimorando material para um novo trabalho solo. Chico Teixeira, que já tocou em inúmeros shows do pai Renato Teixeira, agora divulga seu álbum Mais Que Um Viajante. Adriana Violeira Farias, do grupo Barra da Saia, toca viola e canta, sendo o elemento feminino do projeto. E nem é preciso dizer que músicas como Romaria, Amora e Tocando Em Frente, clássicos do convidado especial, devem estar no repertório dessa festa folk.

Veja entrevista de Tuia Lencioni no Programa Em Cartaz:

© 2022 Mondo Pop

Theme by Anders NorenUp ↑