Mondo Pop

O pop de ontem, hoje, e amanhã...

Tag: rio de janeiro (page 2 of 5)

Megadeth mostra Dystopia e seus hits em São Paulo e Rio

Megadeth 1 jeremy saffer-400x

Por Fabian Chacur

Vivendo ótima fase em sua carreira, a banda americana de thrash metal Megadeth volta ao Brasil para shows no dia 31/10 (terça-feira) às 22h em São Paulo, no Espaço das Américas (rua Tagipuru, nº 795- Barra Funda- fone 0xx11-3864-5566), com ingressos de R$ 100,00 a R$ 400,00, e no dia 1º/11 (quarta-feira) às 22h no Rio de Janeiro no Vivo Rio (avenida Infante Dom Henrique, nº 85- Parque do Flamengo- fone 0x21-2272-2901), com ingressos de R$ 220,00 a R$ 400,00.

Os shows fazem parte da turnê de divulgação do álbum Dystopia (2016), que marcou a entrada no time de dois novos integrantes: o guitarrista brasileiro Kiko Loureiro, do Angra, e o baterista belga Dirk Verbeuren, que fez parte da banda Soilwork. O primeiro CD da nova escalação e 15º trabalho de estúdio do grupo atingiu o terceiro lugar nos EUA, além de render a eles seu primeiro Grammy, após onze tentativas anteriores, todas mal sucedidas. Loureiro entrou com moral no Megadeth, pois é o coautor de três das onze faixas desse disco.

A banda, liderada pelo guitarrista e vocalista Dave Mustaine e completada por outro fundador do time, o baixista David Ellefson (que só ficou fora do quarteto entre 2002 e 2010), surgiu em 1983, e foi uma das pioneiras e mais influentes formações do thrash metal, ao lado do Metallica (da qual Mustaine fez parte e foi expulso antes da gravação de seu primeiro álbum), Slayer e Anthrax.

Seu maior sucesso veio em 1992, quando seu quinto CD, Countdown To Extinction chegou ao segundo lugar na parada americana, impulsionada pelo hit Symphony Of Destruction. Mesmo com alterações em sua escalação, o Megadeth sempre se manteve no topo das paradas de rock pesado, e em 2010 participou do histórico The Big Four, shows que reuniram as quatro maiores bandas do universo do thrash metal.

Dystopia (clipe)- Megadeth:

Charles Theone lança o novo CD com show único no Rio

charles theone 3-400x

Por Fabian Chacur

Oito anos após seu trabalho anterior, New Orlinda (2008), o cantor, compositor e ator pernambucano Charles Theone volta com um novo álbum, que leva o seu nome como título. Antes conhecido como Charles Teony, ele mostra o repertório do CD no Rio de Janeiro com um show único neste sábado (7) às 21h no Solar Botafogo (rua General Polidoro, nº 180- Botafogo- fone 0xx21-2543-5411), com ingressos de R$ 25,00 a R$ 50,00.

O show terá participações especiais de Daúde e Rita Benneditto. Além do repertório do disco, Theone também apresentará releituras de músicas de Gonzaguinha (Festa), Tim Maia (Coroné Antônio Bento), Alceu Valença (Embolada do Tempo) e Zé Ramalho (Garoto de Aluguel).

Produzido pelo lendário guitarrista Paulo Rafael, que toca há décadas com Alceu Valença, Charles Theone (o álbum) traz composições próprias como Noite Negra (cujo clipe foi lançado recentemente), Pai do Samba, Cuidado Com Mané e Estrela da Paz. O som traz elementos de mangue beat, música nordestina dos anos 1970 e muito mais, sempre com a ideia de gerar uma identidade própria.

Noite Negra (clipe)- Charles Theone:

Claudia Castelo Branco canta músicas do seu CD solo no Rio

claudia castelo branco credito Juliana Castelo Branco 2-400x

Por Fabian Chacur

Integrante do duo Gisbranco, Claudia Castelo Branco também tem uma carreira-solo das mais respeitáveis. Ele mostra um fruto dessa vertente de seu trabalho, o álbum Você na Nuvem, com uma apresentação no Rio de Janeiro nesta quinta-feira (14) às 19h30 no Centro de Referência de Música Carioca Artur da Távola (rua Conde de Bonfim, nº 824- Tijuca- fone 0xx21-3238-3831), com ingressos a R$ 10,00 (meia) e R$ 20,00 (inteira). O show faz parte do projeto Ciclo Internacional de Compositoras Sonora.

Cantando e tocando piano, Claudia terá a seu lado Marcos Campello (guitarra) e Rodrigo Maré Souza (percussão), com participação especial da cantora e pianista Michele Leal. Além de músicas de Você Na Nuvem, incluindo a ótima faixa-título, ela também apresentará composições inéditas escritas em parceria com Chico Cesar e Bianca Gismonti.

Por sinal, Bianca Gismonti é a sua parceira no duo Gisbranco, que já gravou dois CDs e um DVD em sua carreira até o momento. Em sua trajetória pelo mundo musical, Claudia Castelo Branco já teve a chance de dividir o palco com nomes importantes da nossa música, entre os quais Mônica Salmaso, Chico Cesar, Marcos Suzano,Jaques Morelenbaum, Carlos Malta, Na Ozzetti e Ava Rocha.

Você Na Nuvem– Claudia Castelo Branco:

Monique Kessous mostra seu novo CD com um show no Rio

monique kessous CREDITO FOTO PATRICK SISTER-400x

Por Fabian Chacur

Após mais de seis anos, Monique Kessous voltou ao mercado fonográfico com um novo álbum, o terceiro de sua trajetória musical. Valeu a espera. Dentro de Mim Cabe o Mundo é um trabalho delicioso, no qual esta cantora, compositora e instrumentista carioca dá um banho de talento e sensibilidade. Ele se apresenta no Rio neste sábado (16) às 20h no Espaço Furnas Cultural (rua Real Grandeza, nº 219- Botafogo- fone 0xx21-2528-5166), com ingressos gratuitos que devem ser retirados uma hora antes do show.

O mais recente álbum de Monique tem como um de seus destaques a ótima faixa Meu Papo é Reto, parceria dela com Chico Cesar que conta com a participação especial de Ney Matogrosso. Eu Sem Você, por sua vez, integra a trilha da novela global Pega Pega. Outras presenças especiais no CD: Paulinho Moska, Jesse Harris e Mamadou Diabar.

Além de músicas do novo trabalho, a artista carioca também resgatará algumas de seus discos anteriores, Com Essa Cor (2008) e Monique Kessous (2010), além de reler canções dos repertórios de Maysa, Caetano Veloso, Zeca Baleiro e Lady Gaga. Leia mais textos de Mondo Pop referentes a Monique Kessous aqui.

Meu Papo é Reto (clipe)- Monique Kessour e Ney Matogrosso:

Banda Neuttra lança primeiro álbum com um show no Rio

neutra banda de rock-400x

Por Fabian Chacur

A banda Neuttra mostra o repertório de seu álbum de estreia, autointitulado, com um show único no Rio de Janeiro nesta quinta-feira (3) a partir das 20h30 no Bar do Elias (rua Olegário Maciel, nº 162- Barra da Tijuca- RJ- fone 0xx21-3435-4977), com ingressos a R$ 15,00 (R$ 7,00 na lista amiga, e-mail cenna3assessoria@gmail.com).

Oriunda da Baixada Fluminense, a Neuttra traz em sua formação Gabriel Martins (vocal e guitarra), Rodrigo Correia (baixo) e Anderson Oliveira (bateria). No início, eles faziam covers de diversas bandas, mas logo perceberam que investir em repertório próprio seria o melhor caminho, e assim o fizeram. Como influências, citam Twenty One Pilots, Scalene, NX Zero, Foo Fighters e Stone Sour.

Após a divulgação do clipe de Me Leva, Amor, a banda nos trouxe seu primeiro álbum, com direito a uma mistura de rock e pop com letras falando sobre amores, desamores, as madrugadas e tudo o que se associe a esse universo. Um dos lemas da banda é “uma guitarra na mão e uma ideia na cabeça”. Entre outras, temos no álbum Lembranças, Então Vai, Terra do Nunca, Te Encontrar e Segredos.

Me Leva, Amor– Neuttra (clipe):

Show Os Filhos dos Caras vai passar por Rio e São Paulo

jair_oliveira_foto_yuri_pinheiro-308-400x

Por Fabian Chacur

São três amigos que possuem em comum o fato de serem filhos de grandes nomes da música popular brasileira. Como forma de fazer um tributo ao legado desses pais famosos, eles resolveram criar o show Os Filhos dos Caras, que será apresentado no Rio de Janeiro nesta sexta (21) às 21h no Teatro Bradesco Rio (avenida das Américas, nº 3,900- loja 160- Shopping VillageMall- Barra da Tijuca- fone 0xx21-3431-0100), com ingressos de R$40,00 a R$ 160,00.

O espetáculo também passará por São Paulo no dia 4/8 às 21h no Teatro Bradesco (rua Palestra Itália, nº 500- 3º piso- Bourbon Shopping São Paulo- fone 4003-1212), com ingressos de R$ 30,00 a R$ 160,00.

Mas quem são os caras em questão? Vamos lá. Jair Oliveira (foto), cantor, compositor e músico, é filho de Jair Rodrigues, um dos grandes intérpretes da história da MPB, com seu gingado e versatilidade. Wilson Simoninha, como o nome já entrega, é rebento de Wilson Simonal, o rei do swing da MPB. Fecha o trio Leo Maia, que tem como pai ninguém menos do que Tim Maia. Três lendas da nossa música infelizmente já pertencentes ao outro lado do mistério.

O show mostrará o trio em performances coletivas, em músicas como Alguém me Avisou e País Tropical, e em momentos individuais, nas quais cantarão clássicos do porte de Nem Vem Que Não Tem, Mais Que Nada, Não Deixe o Samba Morrer, Simples Desejo, Do Leme ao Pontal e Não Quero Dinheiro (Só Quero Amar). A acompanha-los, os músicos Marcelo Maita (teclados), Robinho Tavares (baixo), Daniel de Paula (bateria), Márcio Forte (percussão) e Dílson Laguna (guitarra).

Alguém me Avisou– Os Filhos dos Caras:

Fafá de Belém mostra o novo CD e hits no Rio de Janeiro

fafa de belem 2017-400x

Por Fabian Chacur

Há 40 anos na estrada, Fafá de Belém não se cansa de experimentar novos formatos musicais e estilísticos, o que certamente ajuda a entender o porque ela se mantém firme no coração do público. Ela mostra nesta quinta-feira (29) às 21h no Rio de Janeiro, no Teatro Bradesco Rio (avenida das Américas, nº 3.900- loja 160- Shopping VillageMall- Barra da Tijuca- fone 0xx21-3431-000) o show Do Tamanho Certo Para o Meu Sorriso, mesmo título de seu novo álbum. Os ingressos custam de R$ 60,00 a R$ 180,00.

A parte visual e de direção cênica do show ficou a cargo do badalado Paulo Borges, e traz projeções de imagens ilustrativas da carreira da estrela paraense e também duas trocas de figurino. Ela define o roteiro como uma viagem em torno de sua trajetória de vida. A direção musical é de Manoel e Felipe Cordeiro, pai e filho, ambos paraenses, que por sinal terão seu momento solo no espetáculo, com duas instrumentais.

Para quem não conhece, Manoel é um dos reis da guitarrada, um dos gêneros mais criativos e populares oriundos do Pará, enquanto seu filho Felipe se firma como um dos nomes mais promissores da atual MPB, com direito a parcerias com caras do porte de Arnaldo Antunes e Zeca Baleiro e hits como a irresistível É Tarja Preta. Vale o registro: serão apenas eles dois no palco, acompanhando a conterrânea.

O repertório do show traz músicas do CD Do Tamanho Certo Para o Meu Sorriso, lançado pela gravadora Joia Moderna, do DJ Zé Pedro, entre os quais Ao Por do Sol, Asfalto Amarelo, O Gosto da Vida e Meu Coração é Brega, além de alguns dos maiores sucessos de sua carreira, entre os quais Abandonada e Bilhete são presenças garantidas no show dessa grande cantora, dona do sorriso mais contagiante desta terra.

Asfalto Amarelo– Fafá de Belém:

Débora Watts lança seu 1º CD autoral com um show no Rio

debora watts-400x

Por Fabian Chacur

Depois de cantar clássicos da MPB durante muitos anos nos EUA, Débora Watts resolveu se dedicar a composições próprias, processo que teve início em 2013. A cantora e agora também autora vem ao Brasil para mostrar o repertório de seu primeiro CD com músicas de sua autoria, Um Samba Ao Contrário. O show será realizado no Rio de Janeiro nesta terça-feira (6) às 21h no Bar Semente (rua Evaristo da Veiga, nº 149- Lapa- fone 0xx21), com ingressos a R$ 20,00.

Natural de Saquarema (RJ), Débora mora nos EUA desde 1993. Por lá, recebendo incentivo de seu marido, o pianista John Allen Watts, passou a se apresentar em locais como o Brooklyn Museum e o Flushing Town Hall, acompanhada por músicos de lá e interpretando pérolas do samba, MPB, bossa nova e baião. Quando resolveu escrever suas próprias canções, teve como inspiração craques como Chico Buarque, Edu Lobo, Chiquinha Gonzaga, Tom Jobim e Noel Rosa, entre outros.

Um Samba ao Contrário traz 14 músicas feitas por Débora, nas quais uma sonoridade acústica marca presença em canções que vão do samba ao chorinho, passando por maxixe, valsinha e até bolero. No repertório, destaques para as canções Vampiros, O Vento e a Flor, Vou Te Contar Um Segredo, A História de Nós Dois e Calma.

No show no Rio, ela será acompanhada por Rogério Caetano (violão de 7 cordas), Luis Barcelos (bandolim e cavaquinho), Guto Wirtti (baixo acústico), Rafael Barata (bateria) e Kiko Horta (acordeon), boa parte dos músicos que marcaram presença no álbum, gravado no Rio por Carlos Fuchs no estúdio Tenda da Raposa e mixado/masterizado nos EUA por David Darlington, que possui um Grammy em seu currículo.

Vampiros– Débora Watts:

Bandas Baleia e Drenna são as atrações do Rio Novo Rock-RJ

baleia_op1ATLAS_credito_bruno_mello-min

Por Fabian Chacur

O projeto Rio Novo Rock (RNR), que uma vez por mês agita o cenário rock do Rio de Janeiro, terá a edição de maio nesta quinta-feira (4), a partir das 20h, no Imperator- Centro Cultural João Nogueira (rua Dias da Cruz, nº 170- Meier- Rio de Janeiro- fone 0xx21-2597-3897), com ingressos a R$ 10,00 (meia) e R$ 20,00. Na programação, as bandas cariocas Drenna e Baleia (FOTO), além da DJ Suirá e do VJ Miguel Bandeira.

Há oito anos na ativa, a Drenna possui forte ligação com o RNR, pois foi exatamente a que abriu o projeto, em 2014. Fazem parte do time a cantora e guitarrista Drenna, Junior Macedo (guitarra), Bruno Moraes (baixo) e Milton Carlos (bateria). Com um rock básico e bastante energético, eles atualmente divulgam seu novo álbum, Desconectar.

Sofia Vaz (vocal), Gabriel Vaz (vocal), Cairê Rego (baixo), Felipe Ventura (violino e guitarra), David Rosenblit (teclados) e João Pessanha (bateria) integram o Baleia, que tem dois álbuns em seu currículo: Quebra Azul (2013) e Atlas (2016), este último elogiado pelo escritor português Valter Hugo Mãe. Eles fazem um rock denso com influências de MPB, world music e até mesmo Tropicalismo, com um clima envolvente.

Desconectar– Drenna:

Crikka Amorim/Manu Santos com o Samba das 4 no Rio

Samba das 4_ foto 2 (credito Bianca Spinelli)-400x

Por Fabian Chacur

Uma espécie de roda de samba na qual as várias facetas do mais brasileiro dos ritmos possam ser mostradas, desde os clássicos até canções novas. Esse é o roteiro de Samba das 4, comandado por Crikka Amorim (direção musical, vocal e violão) e Manu Santos (vocal), cuja apresentação rola no Rio de Janeiro nesta sexta (31) às 19h no Olho da Rua (rua Bambina, nº 6- Botafogo- fone 0xx21-3278-6601), com ingressos a R$ 25,00.

Samba das 4 já teve participações especiais de gente como Áurea Martins, Nilze Carvalho, Edu Krieger, Dorina, Ana Costa, Andrea Dutra, Nego Álvaro, Lucina e Tomáz Miranda. A edição desta sexta trará Bia Rabello, fiha de Paulinho da Viola, que está lançando o CD Bloco do Amor. Também estará em cena a banda JBrasil, composta por Julio de Oliveira (cavaquinho), Jadna Zimmerman (percussão), Junior de Oliveira (percussão) e Jahl de Oliveira (percussão).

Inquieta e versátil por natureza, Crikka Amorim foi integrante do grupo vocal carioca Garganta Profunda. Ela tocou e cantou na França, Bélgica, Alemanha e Áustria. No currículo, os CDs No Ponto (2004), Pirataria- Rita Lee Por Crikka Amorim (2008) e o recente EP Corações Plugados, lançado em 2016 (leia mais sobre este lançamento aqui ). Ela é cantora, compositora, multi-instrumentista, arranjadora e diretora musical.

Por sua vez, a cantora Manu Santos participou de dois espetáculos musicais de Oswaldo Montenegro, fez inúmeros shows e mostrou o seu talento com o lançamento do CD Nossa Alegria. A parceria dela com Crikka flui de forma alegre, descontraída e centrada no que de melhor o samba pode nos proporcionar em termos artísticos e espirituais.

Corações Plugados– Crikka Amorim:

Older posts Newer posts

© 2019 Mondo Pop

Theme by Anders NorenUp ↑