Mondo Pop

O pop de ontem, hoje, e amanhã...

Tag: tecnopop anos 1980

Soft Cell divulga um single inédito e lançará novo álbum em 2022

Soft Cell Bruises On My Illusions-400x

Por Fabian Chacur

No dia 30 de setembro de 2018, o Soft Cell realizou na 02 Arena em Londres o que pretendia ser seu show de despedida. A repercussão foi tão boa que o duo formado por Marc Almond (vocal) e David Ball (produção, teclados e outros instrumentos musicais) mudou de planos. Eles acabam de disponibilizar um novo single, Bruises On My Illusions, a primeira amostra de Happiness Not Included, previsto para sair em 25 de fevereiro de 2022, exatos 20 anos após o lançamento do seu CD anterior, Cruelty Without Beauty (2002).

Em comentário enviado à imprensa, Marc Almond dá a sua definição para o single, que é muito bom por sinal, no melhor estilo soturno-dançante do duo: “Bruises On My Illusions é como um filme noir sobre um personagem desiludido mas que ainda tem esperança de um futuro melhor, apesar de tudo”.

Por sinal, neste ano o álbum de estreia do Soft Cell, Non-Stop Erotic Cabaret (1981), completa 40 anos de seu lançamento. Trata-se de um dos trabalhos mais influentes e bem-sucedidos do tecnopop/synth pop, trazendo como grande destaque o hit máximo deste grupo britânico, Tainted Love, sempre presente nas festas anos 1980 realizadas mundo afora.

Bruises On My Illusions– Soft Cell:

Erasure lança single encantador, uma amostra do álbum The Neon

erasure 2020 400x

Por Fabian Chacur

Três anos após seu trabalho mais recente, o álbum World Be Gone (2017), o Erasure está de volta em grande estilo. O duo formado por Vince Clarke (teclados e composições) e Andy Bell (vocal) acaba de disponibilizar um novo single, Hey Now (Think I Got a Feeling), que traz as marcas registradas de sua obra: refrão contagiante, belas passagens de teclados eletrônicos e a voz sacudida de Bell.

A faixa é a primeira amostra disponível de The Neon, álbum que a Mute Records pretende lançar internacionalmente no dia 21 de agosto. Os formatos são variados: vinil neon laranja, fita cassete verde e CD com capa dobrável e livreto repleto de fotos, além da versão digital disponível para downloads pagos e também nas plataformas digitais. Saiba mais aqui.

O álbum foi gravado no início deste ano em Atlanta, Georgia, e mixado em Londres. As fotos para sua divulgação e encarte foram registradas no Gods Own Junkyard, uma galeria londrina que abriga uma fascinante coleção de luzes neon vintage. Andy falou sobre as sessões fotográficas: “Eu senti como se estivesse dentro de um jogo de realidade virtual. Eu amei que parecia estar em um mundo diferente. É isso que eu quero que nosso novo álbum transmita.”

O Erasure surgiu em 1985, quando Vince Clarke, após ter estourado nas paradas de sucesso como integrante dos grupos Depeche Mode e Yazoo, resolveu montar um novo projeto e foi em busca de um vocalista novato e talentoso. A escolha por Bell não poderia ter sido melhor, pois nesses 35 anos eles se firmaram na cena pop com deliciosos hits eletrônicos do porte de A Little Respect, Stop!, Blue Savannah, Chains of Love e Love To Hate You, só para citar alguns.

Eis as faixas de The Neon:

• Hey Now (Think I Got A Feeling)
• Nerves of Steel
• Fallen Angel
• No Point in Tripping
• Shot a Satellite
• Tower of Love
• Diamond Lies
• New Horizons
• Careful What I Try to Do
• Kid You’re Not Alone

Hey Now (Think I Got A Feeling)– Erasure:

© 2022 Mondo Pop

Theme by Anders NorenUp ↑