Mondo Pop

O pop de ontem, hoje, e amanhã...

Tag: tony babalu (page 1 of 2)

Tony Babalu, o sujeito que nos faz viajar com seu som inspiradíssimo

tony babalu no quarto de som

Por Fabian Chacur

Bom dia, boa tarde, boa noite, caro leitor. Como vai você? O astral não anda dos melhores? Precisa de uma droga lícita que dê uma melhorada no seu momento? Pois Mondo Pop vai te dar uma dica que você certamente agradecerá por muito tempo. É simples. Ouça agora, no volume que for mais conveniente para sua audição, o EP No Quarto de Som…, já disponibilizado nas plataformas digitais pelo grande, genial, encantador e uns mil adjetivos mais Tony Babalu, um dos grandes músicos do rock brasileiro (leia mais sobre ele aqui). São 15 minutos de puro êxtase sonoro. Sem exagero!

Se sempre teve como marca a extrema habilidade e sensibilidade como guitarrista nessas suas quase cinco décadas na ativa como músico profissional, Babalu tem se mostrado absurdamente inspirado em sua maturidade. No Quarto de Som… nos oferece cinco faixas inéditas nas quais ele prova mais uma vez que rock instrumental é não só uma vertente musical viável como também pode te cativar sem cair em exageros tecnicistas ou masturbação sonora à luz da lua. Não, meu amigo. Aqui, quem manda é a música.

Tony Babalu se mostra um servo do som, das melodias, dos timbres, colocando todo o seu extenso ferramental técnico à serviço de cada uma dessas composições. Aqui, ele equivale ao “exército de um homem só”, pilotando não só a sua icônica guitarra como também violões e diversos outros instrumentos. A ajuda ficou por conta da mixagem e masterização, a cargo dos craques Marcelo e Beto Carezzato, do célebre Carbonos Studio, em Sampa City. De resto, é só ele mesmo, se virando nos 30 como poucos seriam capazes de fazer.

A festa começa com a energética Recomeço, uma espécie de tecnobossa com um arranjo simplesmente espetacular. Impressionante como Babalu é cirúrgico na entrada em cena de cada sonoridade que desenvolve nessa e nas outras faixas. São pinceladas de um Picasso, um Rembrandt, um Van Gogh, espalhando sua inspiração em doses certeiras, e gerando dessa forma um todo inseparável, perfeito e deliciosamente digerível pelo ouvinte.

A bela balada soft rock a la James Taylor Lara é dedicada àqueles que já tiveram a triste experiência de perder um animal de estimação. Por sua vez, Tropical Mood vem com um molho saleroso de pura latinidade e ecos do poderoso Carlos Santana, só que no melhor Babalu style, sem cópias ou diluições.

Reflexo incorpora elementos de r&b eletrônico e rock com direito a swing e energia compassada. A faixa que encerra o EP, Francisca, teve como inspiração a saudosa mãe do músico, e tem no baião o seu DNA, inserido em um contexto roqueiro e delicado com rara felicidade pelo guitarrista.

Em um momento no qual passamos a maior parte do tempo em nossos lares, nada melhor do que ouvir músicas que nos levam a viajar, a sonhar com dias melhores, a recordar momentos importantes e de, simplesmente, ter aquele prazer incontrolável e delicioso. No Quarto de Som… equivale a um energético envolvente com sabor de quero mais. Para ouvir, ouvir, ouvir…

Recomeço– Tony Babalu:

Tony Babalu apresenta sua visão deste ano estranho em Lockdown

lockdown tony babalu 400x

Por Fabian Chacur

Tony Babalu é presença constante em Mondo Pop, como todos que acompanham este humilde espaço virtual dedicado à boa música sabem (leiam mais sobre ele aqui). Como todos os milhões de seres humanos espalhados por esse mundo imenso, ele também foi impactado pela pandemia do novo coronavírus. Com seu talento exponencial, este grande guitarrista, compositor e produtor nos oferece uma tradução sonora, Lockdown, já disponível em todas as plataformas digitais via Amelis Records-Tratore.

Desta vez, Babalu investe no melhor esquema “banda do eu sozinho”, incumbindo-se dos violões e da programação de baixo, bateria e percussão, com mixagem e masterização feitas no Carbonos Studio a cargo de Marcelo Carezzato, oriundo da célebre família Carezzato que nos proporcionou o célebre grupo Os Carbonos, com tantos bons serviços prestados à nossa música.

Instrumental e com ritmo hipnótico, Lockdown nos envolve com sua melodia precisa e intervenções certeiras em termos de acordes, harmonia e solos sempre concisos e sem firulas desnecessárias. Em menos de 3 minutos de duração, o músico nos mostra sua sensibilidade e criatividade para transformar sensações interiores em música boa de se ouvir.

O excelente clipe que divulga a música teve seleção e edição de imagens a cargo de Karen Holtz, que soube selecionar flagrantes que dialogam com o que passamos nesses momentos tão confusos e inseguros que vivemos atualmente, indo de cenas caseiras típicas da quarentena a outras exteriores que contrastam entre si, como que mostrando a situação de confinamento mesclada ao desejo de ver o por do sol, a orla marítima, as ruas etc.

Lockdown (clipe)- Tony Babalu:

Tony Babalu fará dois shows gratuitos na Sala Olido (SP)

tony-babalu-400x

Por Fabian Chacur

Quem curte rock instrumental de primeiríssima linha terá duas boas oportunidades de conferir ao vivo um dos craques dessa praia no Brasil. O guitarrista, compositor e produtor Tony Babalu fará duas apresentações gratuitas em São Paulo no Centro Cultural Olido- Sala Olido (avenida São João, nª 473- Centro- fone 0xx11-2899-7370). Os shows serão nas duas próximas sextas-feiras, respectivamente dias 15 e 22, sempre às 19h. Um baita de um programa para os fãs de boa música, ainda mais por esse preço…

Babalu terá a seu lado os afiadíssimos Adriano Augusto (teclados) e Leandro Gusman (baixo) e uma novidade na banda que o tem acompanhado nos últimos tempos, o experiente Claudio Tchernev (bateria), com um currículo respeitável e repleto de trabalhos ao lado dos Mutantes, Cláudio Zoli, Chico Cesar, Elba Ramalho e muitos outros, além de ser professor de música.

No repertório, teremos basicamente músicas dos ótimos e mais recentes CDs do artista, Live Sessions At Mosh (2014) e Live Sessions II (2017), trabalhos gravados ao vivo no lendário estúdio Mosh, em São Paulo, nos quais o músico mostra sua fusão de rock, blues, black music e jazz. Babalu é um estilista da guitarra, tocando de forma classuda e inspirada. Leia mais sobre ele e seus impecáveis trabalhos em mais de 40 anos de carreira aqui.

Veia Latina (ao vivo)- Tony Babalu:

Tony Babalu vai tocar no Sesc Belenzinho neste sábado (13)

tony babalu-400x

Por Fabian Chacur

Quem acompanha Mondo Pop certamente já leu algo sobre Tony Babalu por aqui. E começa a ler de novo, pois esse incrível guitarrista, compositor e produtor fará um show em São Paulo neste sábado (13) às 21h no teatro do Sesc Belenzinho (rua Padre Adelino, nº1.000- Belenzinho- fone 0xx11-2076-9700), com ingressos de R$ 6,00 a R$ 20,00. Boa chance para se conferir ao vivo um músicos diferenciado.

Com mais de 40 anos de carreira, Tony Babalu integrou bandas como Made In Brazil, Artigo de Luxo, Quarto Crescente e Bem Nascidos e Mal Criados, entre outras, além de produzir outros artistas. Na carreira solo, concentrou-se no som instrumental, com forte acento roqueiro mas aberto a influências como blues, funk de verdade e jazz. Seu estilo é diversificado e criativo, com direito a belos riffs e solos elegantes e energéticos com assinatura própria.

No Sesc Belenzinho, ele será acompanhado por Adriano Augusto (teclados), Leandro Gusman (baixo) e Percio Sapia (bateria). No repertório, músicas de seu mais recente álbum, o incrível Live Sessions II (2017), que rendeu a Babalu o Troféu Cata-Vento na categoria rock, e também faixas do anterior, o não menos do que ótimo Live Sessions At Mosh (2014). Tipo do show para sair de alma lavada.

Leia mais sobre Tony Babalu aqui.

Tony Babalu ao vivo no Sesc-2017:

Tony Babalu toca com o swing roqueiro na Sala Olido-Sampa

Tony Babalu - Foto Marcos Kishi-400x

Por Fabian Chacur

Em 2017, Tony Babalu lançou um dos melhores discos de qualquer estilo musical no Brasil naquele ano, o envolvente e criativo Live Sessions II (leia a resenha de Mondo Pop aqui). Além de boas críticas, ele recebeu o troféu Catavento, idealizado pelo histórico produtor musical Solano Ribeiro em parceria com a Rádio Cultura. Ele fará show em São Paulo nesta sexta-feira (3) às 19h na Sala Olido (avenida São João, nº 473- Centro- fone 0xx11-3331-8399), com entrada gratuita.

Na ativa desde a década de 1970, o guitarrista, compositor e produtor conseguiu nesses anos todos se consolidar como um dos melhores músicos de rock do Brasil. Além de ter tocado com a banda Made In Brazil e produzir trabalhos de diversos artistas, ele desenvolveu uma carreira solo dedicada ao rock instrumental, conseguindo a proeza de cativar os fãs de ousadia técnica com uma sonoridade capaz de agradar qualquer pessoa que curta rock, sem complicações.

Em seu show na Sala Olido, localizada no Centro Cultural Olido, Babalu mostrará músicas do mais recente álbum, do anterior, o também excelente Live Sessions At Mosh (2014- leia a resenha de Mondo Pop aqui) e também material inédito. Tocarão com ele Adriano Augusto (teclados), Leandro Gusmão (baixo) e Percio Sapia (bateria).

In Black (ao vivo)- Tony Babalu:

Tony Babalu reafirma amor à música em seu novo trabalho

tony babalu Capa Live Sessions II-400x

Por Fabian Chacur

Os músicos sempre correm um grande risco quando possuem muito talento: achar que são mais importantes do que a própria música que tocam/criam. Quando isso ocorre, a autoindulgência os leva a se tornarem um pálida cópia do que eventualmente já foram anteriormente. Por isso, é muito bom quando podemos presenciar um grande músico não caindo nessa armadilha. É o caso de Tony Babalu, que brilha em seu novo álbum, Sessions II, lançamento da Amelis Records com distribuição da Tratore.

Babalu está na estrada desde os anos 1970, tendo trabalhado com o Made In Brazil e outros nomes bacanas do rock brasileiro, tocando e produzindo. Sua carreira solo, totalmente dedicada à música instrumental, o firmou como um dos melhores guitarristas brasileiros, menos popular do que merece mas certamente referência entre os colegas. Aquilo que alguns chamam de “músico dos músicos”. Só que, neste caso, um cara que pode ser ouvido por todos, bastando que a pessoa tenha bom gosto e abertura para sons mais sofisticados.

Sim, sofisticado, mas não necessariamente intrincado, complicado ou, usando um termo mais chulo, “chato”, como alguns mais superficiais rotulam alguns expoentes da música instrumental. Babalu demonstra muita perícia e técnica em cada acorde e/ou solo que toca, mas sem jogar conversa fora. Ele obviamente toca para seu prazer, mas também claramente para cativar seus ouvintes, e duvido que alguém o ouça e não tire essas mesmas conclusões.

Live Sessions II é o mais do que digno sucessor do ótimo Live Sessions At Mosh (2014- leia a resenha de Mondo Pop aqui). O conceito é o mesmo, com gravação ao vivo feita de forma analógica. Estão no seu time Adriano Augusto (teclados), Leandro Gusman (baixo) e Percio Sapia (bateria), músicos talentosos que mostram ótimo entrosamento.

São seis faixas. O álbum abre com Locomotiva, rock ágil e sacudido. Meio-Fio vem a seguir, marcada por belas variações de climas. Valentina é uma espécie de balada com temperinho blues que cativa por seu lirismo. Veia Latina tem aquele tempero Carlos Santana sem cair na mera cópia. O jazz fusion marca presença na intrincada e deliciosa Encrenca, enquanto In Black encerra o CD com uma levada funk cuja guitarra rítmica tem um quê do genial Nile Rodgers, do grupo Chic.

O bacana de Tony Babalu enquanto band leader é a forma como ele se integra aos músicos que o acompanham, sempre abrindo espaços para que cada um deles também tenha seus espaços para solar e dessa forma se destacar. Sessions II é uma verdadeira profissão de fé desse grande instrumentista em relação à sua musa eterna, a música, colocando-a no pedestal e a cultuando com o devido carinho e inspiração.

Encrenca (ao vivo)- Tony Babalu:

In Black (ao vivo)- Tony Babalu:

Tony Babalu faz o show para mostrar músicas de novo CD

Tony Babalu (Foto Lucas Altieri)-400x

Por Fabian Chacur

Vem aí um novo petardo de Tony Babalu. O grande guitarrista, produtor e compositor promete para breve o sucessor do elogiado Live Sessions At Mosh (2014, leia resenha de Mondo Pop aqui). Ele faz uma prévia desse repertório de inéditas em show gratuito nesta segunda-feira (13) às 19h no Teatro Anchieta do Sesc Consolação (rua Doutor Vila Nova, nº 245- Vila Buarque- fone 0xx11-3234-3000).

Na ativa desde a década de 1970, Babalu já tocou com o lendário grupo Made in Brazil, além de produzir e trabalhar com outros artistas e investir em uma carreira solo na qual prioriza o som instrumental. Caso raro de roqueiro no Brasil que não se vale das palavras em seu trabalho, embora seus solos envolventes e criativos sejam tão precisos e inspirados que falam mais do que mil delas.

No show desta segunda (13), ele terá a seu lado Adriano Augusto (teclados), Leandro Gusman (baixo) e Percio Sapia (bateria), e mostrará faixas que serão lançadas no futuro Live Sessions II e também algumas do primeiro volume. Garantia de um rock instrumental temperado por elementos de blues, hard, rhythm and blues e até de brasilidade, sempre com qualidade e sem cair no virtuosismo exibicionista.

Suzi (ao vivo)- Tony Babalu:

Tony Babalu lança Cactus em estiloso clipe preto e branco

tony-babalu-400x

Por Fabian Chacur

Tony Babalu é um daqueles guitarristas que todo fã do rock brasileiro deveria conhecer. Sua classe como músico e compositor empolga, vide seus trabalhos solo instrumentais e também performances ao lado de outros artistas, especialmente da mítica banda Made In Brazil. Ele lançou recentemente um CD simplesmente arrebatador, Live Sessions At Mosh (leia a crítica de Mondo Pop aqui). E agora nos proporciona uma nova faixa, com direito a videoclipe e tudo.

A música em questão intitula-se Cactus. Trata-se de uma espécie de blues, tocada no violão acústico de cordas de aço com aquele tipo de timbre que marca o estilo de Babalu, classudo e repleto de disciplina e requinte. A partir de um riff simples e envolvente, ele vai brincando com harmônicos, sutilezas e pequenos solos com uma agilidade típica do craque que ele é. Sem exibicionismos nem arrogâncias instrumentais, e esbanjando sensibilidade e bom gosto.

O bacana é que a música tem a divulga-la um clipe em preto e branco, formato que dá ao som que já é legal uma aura mística e vintage que tem tudo a ver com o artista envolvido. Simples, sem exageros e registrando um momento de intimidade musical deste grande músico. Seria o prenúncio de um novo trabalho dedicado apenas ao violão? Saberemos nos próximos meses. Por enquanto, vale mesmo é curtir esse delicioso Cactus e ficar com gostinho de quero mais. Só pra variar…

Cactus– Tony Babalu:

Guitarrista Tony Babalu faz 2 shows gratuitos em São Paulo

Tony Babalu (Foto Leandro Almeida) (1)-400x

Por Fabian Chacur

Tony Babalu é um daqueles nomes que provam a força do músico brasileiro. Guitarrista desde os anos 1970, ele participou da lendária banda Made In Brazil, produziu vários artistas e também desenvolve um trabalho solo de primeira linha. Essa fera do rock e da música instrumental brasileira fará dois shows gratuitos em São Paulo, nos dias 9 (sábado) às 19h e 10 (domingo)às 18h, na Galeria Olido- Vitrine de Dança (avenida São João, nº 473- Centro- SP- fones: 0xx11 3331-8399 e 3397-0171). Programa imperdível para fãs de música instrumental com eme maiúsculo.

O guitarrista e compositor lançou recentemente o excelente álbum solo Live Sessions at Mosh (Amellis Records/Tratore), um dos melhores trabalhos da história do rock instrumental (e da música instrumental como um todo, sem restrições) já feitos no Brasil (leia a resenha de Mondo Pop aqui). Altamente recomendável.

No show, Babalu contará com o apoio de banda integrada por Leandro Gusman (baixo), Adriano Augusto (teclados) e Percio Sapia (bateria). Teremos duas participações especiais de guitarristas. No sábado (9), Kim Kehl (também ex-Made In Brazil e dos Kurandeiros), e no domingo (10), Xando Zupo (das bandas Pedra e Patrulha do Espaço). No repertório, os seis temas incluídos no CD e também alguns inéditos.

Vecchione Brothers– Tony Babalu:

Brazilian Blues– Tony Babalu:

Suzi (live)- Tony Babalu:

Tony Babalu lança clipe para a música Suzi, feito ao vivo; veja

Tony Babalu Foto Leandro Almeida-400x

Por Fabian Chacur

O guitarrista Tony Babalu continua divulgando o seu mais recente CD, o excelente Live Sessions At Mosh (leia a crítica de Mondo Pop aqui). Desta vez, ele lança o clipe para ilustrar a música Suzi, uma das faixas desse elogiado e badalado álbum instrumental.

Suzi esbanja lirismo e delicadeza, e tem a divulga-la um clipe simples e de realização técnica impecável. Trata-se do registro do show de divulgação de Live Sessions At Mosh realizado no mítico palco do Centro Cultural São Paulo no dia 31 de julho de 2014. Além de Babalu, estão em cena Franklin Paolilo (bateria), Adriano Augusto (teclados) e Leandro Gusman (baixo), um time que esbanja garra e habilidade.

Os músicos são flagrados em cena de forma direta e sem muitas firulas, com direito a alguns expressivos closes em Babalu solando como se estivesse acariciando a guitarra, e extraindo dela notas envolventes e apaixonadas, sem afetação. Lirismo puro. Veja o clipe abaixo:

Older posts

© 2021 Mondo Pop

Theme by Anders NorenUp ↑