Mondo Pop

O pop de ontem, hoje, e amanhã...

Andy Taylor conta os segredos do Duran Duran

Por Fabian Chacur

 

Que a vida de um pop star não é apenas “palhaçada e mulher boa”, como diria o filósofo contemporâneo Didi Mocó, todos com um mínimo de informação e bom senso sabem. A fama traz dinheiro, adulação e badalação, mas cobra um alto preço para quem não sabe lidar com ela. Andy Taylor, guitarrista da formação original do Duran Duran, sabe bem o que é isso. Em sua excelente autobiografia, Wild Boy-My Life In Duran Duran (Grand Central Publishing, ainda sem previsão de lançamento no Brasil), ele nos oferece um depoimento franco e direto de quem integrou uma das bandas de maior sucesso da história da música pop, que vendeu milhões de discos e emplacou hits como Save a Prayer, Rio, Planet Earth, Girls On Film, Wild Boys, A View To a Kill, The Reflex etc. Nascido em 1961 na cidade de Newcastle e oriundo de uma família nada abastada, Andy viu sua vida mudar radicalmente respondendo ao anúncio de uma banda de Birmingham que procurava guitarrista, em 1980. Rapidamente, esse quinteto se tornou sensação na Europa e posteriormente nos EUA e no mundo. As histórias que Andy nos conta são incríveis, como por exemplo quando quase se afogou na gravação do videoclipe de Hungry Like The Wolf em uma lagoa na qual elefantes faziam suas “necessidades”, engoliu aquela água suja e pegou uma grave intoxicação que lhe deu sérias dores de cabeça. Ou sobre os problemas causados pelo vício em bebidas e cocaína. Aliás, ele caiu na tal lagoa exatamente por estar “cachaçado”. O relacionamento com os colegas de Duran Duran, as diferenças artísticas, suas duas saídas do grupo (a primeira em 1986, e a segunda, em 2006) e também os trabalhos fora dele, como no Power Station (com John Taylor, Robert Palmer e Tony Thompson) ou ao lado de Rod Stewart (no CD Out Of Order) também são tema. Até mesmo os problemas de saúde da esposa Tracey após o nascimento do primeiro filho são relatados sem censura. Taylor é um vencedor e um sobrevivente, além de ótimo guitarrista, e seu livro é a prova escrita disso.

 

Confira o videoclipe de Hungry Like The Wolf:

 

http://www.youtube.com/watch?v=Lv6Cr5LZStE 

8 Comments

  1. Alexandre Damiano

    February 12, 2009 at 8:09 am

    Quem vai gostar desse livro é a Luciana, minha esposa…grande fan de Duran Duran.
    abs
    Alexandre Damiano

  2. Grande abraço, Alexandre, e obrigado pela visita. O livro é bem legal, com um texto direto e depoimentos extremamente francos de alguém que sabe o que é a fama…….

  3. Pois é , o Duran Duran que era até um pouco subestimado nessa época, na minha opinião deixou um registro importante dos anos 80 , um retrato que é cara daquela fase na música , e porque não , no mundo . Agora , essa velha história de Sexo , Drogas e Rock’N’Roll , é daquelas que enquanto o meio existir , ela existirá . Deve ter histórias bem interessantes nesse livro . Valeu pela dica , Fabian !

  4. O livro é beeeeem legal, Covoes, especialmente pelo fato de o Andy não dar uma de santo, embora não tenha detalhado possíveis “puladas de cerca”, que tendo em vista as bebedeiras etc deve certamente ter dado…..rsrsrsrs Grande abraço!!!!

  5. Miguel Praça

    July 30, 2017 at 1:20 am

    Andy foi um guitarrista marcante! Completava o terceiro Taylor do Duran Duran. Uma pena ele ter tantas diferenças dos demais! Pena o livro ainda não ter sido publicado no Brasil.

  6. Fabian Chacur

    July 31, 2017 at 7:52 pm

    Oi Miguel! Também curto muito o trabalho do Andy como guitarrista do Duran Duran e do Power Station. Ele deveria ter continuado na banda, uma pena mesmo. Essa biografia é muito legal, e vai entender o porque nenhuma editora se interessou em lança-la por aqui. Vacilaram mesmo. Grande abraço e muito obrigado pela visita!

  7. Alguém sabe se foi lançado em português??

  8. Caro Roberto: infelizmente, ainda não. Tomara que um dia seja, pois é bem legal. Grande abraço e muito obrigado pela visita!

Leave a Reply

Your email address will not be published.

*

© 2017 Mondo Pop

Theme by Anders NorenUp ↑