Mondo Pop

O pop de ontem, hoje, e amanhã...

Category: Resenhas (page 1 of 58)

The Revivalists lançam nova e ótima versão de You Said It All

the revivalists-400x

Por Fabian Chacur

The Revivalists é uma banda oriunda da icônica cidade de Nova Orleans, onde surgiu em 2007. Seu nome não foi escolhido por acaso, pois sua sonoridade sólida e swingada remete ao rock com elementos de soul music de bandas dos anos 1960 e 1970 como The Band. Eles acabam de divulgar uma bela releitura de seu hit You Said It All, registrada no Fame Studio, de Muscle Shoals, Alabama, onde gravaram astros do porte de Aretha Franklin, Wilson Pickett, The Rolling Stones e Alicia Keys.

You Said It All foi lançada originalmente em 2018 no quarto e mais recente álbum deles, Take Good Care (ouça essa versão aqui), e surge agora em uma versão um pouco mais balançada e quente. Esse álbum traz outro petardo, a excelente faixa Otherside of Paradise (ouça aqui).

O grupo americano é quase uma família, pois tem um número grande de integrantes. São eles David Shaw (vocal), Ed Williams (guitarra), Zack Feinberg (guitarra), Rob Ingraham (sax), George Gekas (baixo), Andrew Campanelli (bateria e percussão), Michael Girardot (teclados e trompete) e Paulet PJ Howard (bateria e percussão). Eles são muito bons ao vivo (veja o registro de um de seus shows aqui).

You Said It All (clipe nova versão)- The Revivalists:

The Waeve reúne Graham Coxon e Rose Elinor Dougall

the waeve 400x

Por Fabian Chacur

Mais um duo bacana formado por músicos de pedigree muito recomendável surge na cena britânica. Trata-se do The Waeve, cujo primeiro single, Something Pretty, acaba de ser distribuído nas plataformas digitais, em versão de estúdio e também ao vivo (ouça aqui), esta última registrada em show feito por eles no último dia 6/5 no badalado The Lexington, em Londres, com lotação total e ótima reação do público.

Com uma levada bem rapidinha que nos remete à new wave do final dos anos 1970, o The Waeve traz no vocal, guitarra e composições Graham Coxon, conhecido por seu trabalho com o célebre grupo britânico Blur, um dos nomes mais bem-sucedidos do britpop dos anos 1990 ao lado do Oasis e também muito atuante nos últimos tempos em trilhas sonoras de filmes.

Por sua vez, a outra integrante do duo e responsável por teclados e vocais, Rose Elinor Dougall, possui uma elogiada carreira solo, é uma das criadores do grupo The Pipettes e também fez várias colaborações com o super produtor Mark Ronson. Pela animadíssima amostra inicial, fica a curiosidade pelo que virá da associação desses músicos bastante talentosos.

Something Pretty (áudio de estúdio)- The Waeve:

Warpaint volta após seis anos com o álbum Radiate Like This

warpaint 400x

Por Fabian Chacur

Na ativa desde 2004, o quarteto feminino norte-americano oriundo de Los Angeles Warpaint andava meio sumido de cena, por várias razões- projetos paralelos de suas integrantes, a pandemia, razões familiares etc. Felizmente, esse hiato se encerra agora com o lançamento de Radiate Like This, 4º álbum das moças e o primeiro desde Heads Up (2016).Elas assinaram um texto sobre o retorno:

“Fazer este álbum foi um trabalho de amor.É o culminar alegre de quatro mentes musicais ao longo de alguns anos selvagens e de coração aberto”. Estamos entusiasmadas por finalmente compartilhá-lo com vocês.

O som do Warpaint pode ser definido como etéreo, envolvente e com ecos da psicodelia revisitada dos anos 1980 de grupos como Cocteau Twins, Siouxsie and The Banshes e All About Eve, só para citar algumas influências possíveis. Com vocalizações deliciosas, o time é integrado por Emily Kokai (guitarra e vocais), Jenny Lee Lindberg (baixo e vocais), Theresa Wayman (guitarra e vocais) e Stella Mozgawa (bateria e vocais).

Com mais sucesso na Europa do que nos EUA, as garotas nos oferecem uma nova e deliciosa fornada de canções, entre as quais destacam-se Champion (veja o clipe abaixo), Stevie (veja o clipe aqui), Hard To Tell You (ouça aqui) e Hips (ouça aqui). Um som que consegue a façanha de ser ao mesmo tempo sofisticado e acessível aos fãs de música pop.

Champion (clipe)- Warpaint:

Antonio Villeroy e Bebeto Alves lançam single com clipe estiloso

antonio vileroi e bebeto alves 400x

Por Fabian Chacur

Quando grandes craques da música se reúnem, a probabilidade de sair coisa boa é sempre grande. E essa expectativa positiva se concretizou de forma linda em Mañana, canção escrita por Antonio Villeroy, Bebeto Alves, Ana Carolina e Aleh. A música tem como intérpretes dois de seus autores, nomes expressivos da música gaúcha. São eles Antonio Villeroy e Bebeto Alves, cantores, compositores e músicos que possuem currículos invejáveis e décadas muito bem dedicada às canções de qualidade.

Mañana tem um clima que remete à música latina, especialmente a cubana, e traz Villeroy e Bebeto swingando com sensualidade e classe. O clipe criado para divulgar o single cumpre com rara felicidade a função de ilustrar a canção, com participações especiais de Paula Finn, Flowjack e Jajafro.

Entre os músicos que atuaram nessa gravação, vale ressaltar o nome de Mauro Refosco, percussionista brasileiro radicado nos EUA que já tocou com David Byrne, Red Hot Chili Peppers e Thom Yorke (Radiohead) e integra o grupo Forro in the Dark.

Autor de hits como Garganta, que estourou com Ana Carolina, Antonio Villeroy possui sólida carreira como cantor e compositor, e atualmente faz uma turnê pela Europa. Por sua vez, Bebeto Alves está na ativa desde os anos 1970, sendo um dos nomes mais expressivos do rock gaúcho, misturando esse gênero musical com milonga e outros ritmos brasileiros e latinos. Ele escreveu 433, hit em 1983 com os conterrâneos Kleiton & Kledir.

Mañana– Antonio Villeroy e Bebeto Alves:

Rumer relê um grande clássico de Elton John e Bernie Taupin

rumer cantora-400x

Por Fabian Chacur

Já está disponível nas plataformas digitais e em diversos formatos físicos (estes, apenas no exterior) o álbum B Sides and Rarities Vol. 2, da cantora paquistanesa radicada na Inglaterra Rumer (leia mais sobre ela e tenha mais detalhes sobre essa compilação aqui). Como essa moça é muito boa e pouco se fala sobre ela por aqui, vale destacar mais uma das faixas deste ótimo trabalho, que traz releituras de clássicos alheio e algo autoral, também.

Mona Lisa and Mad Hatters, a clássica canção em questão, é de autoria de Elton John e Bernie Taupin, e equivale a um dos destaques do excelente álbum Honky Chateau, de 1972, que atingiu o topo da parada americana e o 2º posto no Reino Unido e também traz os clássicos Honky Cat e Rocket Man.

A gravação de Rumer foi feita em 2011 e ficou de fora de seu álbum Boys Don’t Cry (2012). Uma belíssima releitura, que, no entanto, não agradou, na época a ela, que relembra: “Foi no final das sessões e eu estava cansada, sabia que era bom, mas estava esgotada no dia, simplesmente não conseguia passar da linha de chegada”.

Mona Lisa and Mad Hatters– Rumer:

Maggie Rogers esbanja energia no single That’s Where I Am

maggie rogers 400x

Por Fabian Chacur

Em 2016, o consagrado cantor, compositor e produtor americano Pharell Williams participou de um seminário de música em uma escola e ficou de queixo caído ao ouvir a música Alaska (ouça aqui), de uma então ainda desconhecida artista chamada Maggie Rogers. A surpresa ficou registrada em um vídeo que viralizou na internet. Pois a carreira dela vai de vento em popa, e ela está de single novo na área, o poderoso rock com elementos eletrônicos That’s Where I Am.

O novo e ótimo single dessa promissora cantora, compositora e musicista americana que completa 28 anos nesta segunda-feira (25) é a primeira amostra de Surrender, seu 4º álbum, que sairá no dia 29 de julho com distribuição a cargo da Universal Music. O clipe foi filmado em Nova York, tem participação relâmpago de David Byrne, e é definida assim por Maggie:

“A música e a atitude da cidade (de Nova York) foram uma grande fonte de inspiração para o disco. Por todas essas razões, havia apenas um lugar onde poderíamos gravar o vídeo. NY é um personagem principal, é um amigo, um amante, um inimigo às vezes. De muitas maneiras, o videoclipe é sobre essa história de amor com Nova York”.

Maggie Rogers nasceu em 25 de abril de 1994 em Easton, Maryland, e estudou na Berklee School Of Music e também no Clive Davis Institute Of Recorded Music, tendo se formado nesta última em engenharia musical, produção musical e inglês. Ela lançou dois álbuns independentes, The Echo (2012) e Blood Ballet (2014), antes de ser descoberta por Pharrell Williams.

O seu álbum de estreia por uma gravadora major, Heart It In a Past Life (2019), atingiu o 2º posto na parada americana e lhe valeu uma indicação como artista revelação no Grammy. Ela já participou de diversos festivais nos EUA, Reino Unido e Europa. Outra novidade: Maggie cortou os cabelos bem curtinhos, e é assim que aparece no clipe de That’s Where I Am.

That’s Where I Am (clipe)- Maggie Rogers:

Rozzi lança Consequences, com a participação de Nile Rodgers

rozzi foto-400x

Por Fabian Chacur

Rozzi é uma cantora e compositora norte-americana que aos poucos vai crescendo no cenário musical pop. Tem vários atrativos: é muito bonita, tem presença cênica, bagagem musical e, melhor de tudo, canta que é uma maravilha. A nova amostra fica por conta de Consequences, single dançante com tempero rocker que conta com a participação mais do que especial do grande Nile Rodgers na guitarra.

Com formação musical formal, Rozzi Crane (nascida em San Francisco, California, em 2 de maio de 1991) foi backing vocal para artistas como Don Henley e Sergio Mendes ainda nova. Em 2012, foi contratada pelo vocalista do grupo Maroon 5, Adam Levine, para o selo da banda, no qual lançou EPs. Ela também abriu e participou de shows da banda e também de Come Away To The Water (ouça aqui), faixa da banda incluída em 2012 em um dos filmes da franquia de filmes Jogos Vorazes.

Seu primeiro álbum completo, Bad Together, saiu em 2028, quando seu relacionamento com Levine já havia acabado. Ela também trabalhou com astros da música atual do porte de Kendrick Lamar e Pusha T., entre outros. Consequences é uma das seis faixas de seu novo EP, Berry, que inclui também a faixa Fflow, balada vigorosa que tem clipe disponível (veja aqui). Outra faixa bacana da moça é I Can’t Go To The Party (ouça aqui).

Consequences– Rozzi e Nile Rodgers:

Moda de Rock lança um single em parceria com Zeca Baleiro

moda de rock 400x

Por Fabian Chacur

Ricardo Vignini é aquele tipo de músico que, além de muito talentoso e versátil, não para quieto, como se dizia nos antigamentes da vida (saiba mais sobre ele e seus vários projetos aqui). Um de seus trabalhos que volta à tona agora é o Moda de Rock, duo de violeiros que ele mantém com o não menos qualificado Zé Helder. Eles anunciam para junho um novo álbum, Moda de Rock Brasil, e o 1º single acaba de ser divulgado nas principais plataformas digitais.

Moda de Rock Brasil, que será lançado pelo selo Folguedo e distribuído pela Tratore, trará exclusivamente composições de autores brasileiros. A escolhida para iniciar a divulgação, já com videoclipe e tudo, é Heavy Metal do Senhor, que conta nos vocais com a participação especial de seu próprio autor, o grande Zeca Baleiro. O resultado não poderia ter ficado melhor.

O novo álbum do duo Vignini/Helder trará outras participações especiais bem bacanas, as de Edgard Scandurra (do Ira!), André Abujamra (de Os Mulheres Negras e Karnak) e Zé Geraldo (que participou com Vignini, Tuia, Guarabyra e Tavito no belo projeto/álbum Nós do Rock Rural).

Heavy Metal do Senhor (clipe)- Moda de Rock e Zeca Baleiro:

Julian Lennon lança duas novas canções e dá prévia de álbum

julian lennon 400x ROBERT ASCROFT FOR foureleven.agency 2Por Fabian Chacur

No dia em que completa 59 anos (nasceu em 8 de abril de 1963), Julian Lennon lança duas novas músicas, ele cujo álbum mais recente, Everything Changes, saiu em 2011. Julian promete um novo provavelmente ainda este ano, sendo que antes nos proporcionará mais alguns singles como amostras. As primeiras ofertas ao público investem em temas bem frequentes na curta, porém consistente discografia do cantor, compositor e músico inglês que inclui até o momento 7 álbuns.

Freedom (ouça aqui), escrita em parceria com Tim Ellis e Grant Ransom, é uma balada introspectiva, delicada e repleta de elementos eletrônicos, tendo o amor como tema. Por sua vez, Every Little Moment, escrita com o músico americano Mark Spiro, é um rock vigoroso e melódico cuja letra clama pela paz de forma direta e tocante. O álbum sairá via BMG.

Filho mais velho de John Lennon e nascido em Liverpool, Inglaterra, Julian estourou com seu álbum de estreia, Valotte (1984), que emplacou como hits a faixa-título e a marcante Too Late For Goodbyes.

Os álbuns seguintes não repetiram o mesmo êxito, embora interessantes, e ele passou a também se dedicar a causas ambientais e humanitárias, com direito a produzir um premiado documentário, Whaledreamers (2006) e a criar a The White Feather, fundação centrada em questões ambientais e humanitárias. Ele também atua como fotógrafo e autor de livros infantis.

Every Little Moment– Julian Lennon:

Weeknd com clipe para divulgar o seu ótimo single Out of Time

the weeknd clipe 400x

Por Fabian Chacur

Intencionalmente ou não, The Weeknd, um dos nomes preponderantes do r&b e do pop mundial no momento, valeu-se de um trecho do clássico hit matador I Can’t Go For That (No Can Do), de Daryl Hall & John Oates, que há 40 anos liderou as paradas de sucesso de todo o mundo. Esse uso, não creditado, ocorreu em Out of Time, 4º single de seu mais recente álbum, Dawn FM, cujo clipe acaba de ser divulgado e conta com as participações de Jim Carrey e da atriz sul-coreana Hoyeon Jung.

Essa deliciosa faixa, que lembra os momentos midtempo (nem tão lentos, nem tão agitados) de Michael Jackson em sua inspiradíssima fase Off The Wall/Thriller/Bad, deve repetir o êxito dos singles anteriores, Take My Breath (veja o clipe aqui), Gasoline (veja o clipe aqui) e Sacrifice (veja o clipe aqui).

O álbum Dawn FM tem 16 faixas e foi sequenciado como se fosse a programação de uma emissora de rádio, sendo que Jim Carrey faz a voz do locutor/narrador entre uma canção e outra do seu conterrâneo canadense. O som é fortemente influenciado pelo r&b dos anos 1980. Entre outros, participam da produção e do álbum nomes como Quincy Jones, Swedish House Mafia, Lil Wayne, Max Martin e Tyler The Creator.

Out Of Time (clipe)- The Weeknd:

Older posts

© 2022 Mondo Pop

Theme by Anders NorenUp ↑