Mondo Pop

O pop de ontem, hoje, e amanhã...

Tag: carlos nishimiya

Kid Vinil relê seus clássicos em ótimo DVD

Por Fabian Chacur

Kid Vinil é aquele tipo de pessoa que já era multimídia antes mesmo de esse termo ser cunhado. Trabalhou em rádios, TV, gravadoras, jornais, revistas, sites e de quebra ainda liderou bandas de rock. Todos esses trabalhos tem em comum o cuidado, a entrega, a informação e o respeito aos fãs/leitores/espectadores/internautas/etc.

De quebra, ele é um dos caras mais legais e atenciosos que já tive a honra de conhecer nesse meio musical no qual frequentemente os egos exacerbados levam as pessoas a ter comportamentos não muito agradáveis nos momentos menos esperados. Não ele, um cara do bem desde sempre, sem senões ou restrições a serem apontadas por este que vos tecla.

Como cantor de rock, Kid viveu seu momento de maior sucesso comercial com o Magazine, banda que estourou nos anos 80 com hits como Sou Boy e ajudou efetivamente a abrir as portas para uma nova geração de bandas naqueles anos agitados, entre as quais Ultraje a Rigor, Ira!, Camisa de Vênus e tantas outras.

Agora tocando o barco com um novo grupo, o Kid Vinil Experience, ele lança o seu primeiro DVD, Vinil Ao Vivo, no qual dá uma bela geral nos momentos mais expressivos de sua trajetória de ótimos serviços prestados ao nosso belo, amado e visceral rock and roll.

Tendo como guitarrista e diretor musical o talentoso e versátil guitarrista Carlos Nishimiya, verdadeira sumidade em termos de rock e música pop em geral, Kid ainda conta com os ótimos McCoy (bateria, da banda Crazy Legs) e Carlos Rodrigues (baixo, do Continental Combo), que lhe proporcionam o acompanhamento musical exato para esse revival revigorado que não cai no saudosismo barato em nenhum momento.

Temos aqui 12 músicas, em show gravado na casa de shows Experience, em Novo Horizonte (SP) em 16 de julho de 2010. O repertório se concentra nos clássicos do Magazine dos anos 80, entre os quais pérolas do rock básico e bem-humorado como Sou Boy, Comeu, Pau Na Marginal, Tic Tic Nervoso, Tô Sabendo e Glube Glube No Clube.

A surpresa fica por conta de uma ótima regravação de Surfista Calhorda, maior hit do grupo punk oitentista gaúcho Replicantes. O registro do show é simples e sem grande parafernália visual, concentrando-se na energia de Kid, que felizmente continua sendo um ótimo e carismático vocalista de rock após esses anos todos.

As músicas são sempre antecedidas por comentários de Mr. Vinil, que conta deliciosas histórias e informações detalhadas sobre cada uma delas. Nos extras, temos também uma entrevista que oferece ainda mais “causos” sobre a riquíssima carreira desse verdadeiro rock and roll man. Um DVD mais do que indicado para os fãs do melhor rock brasileiro.

Tô Sabendo com o Kid Vinil Experience, ao vivo em 2012:

Surfadelica vai muito além da surf music

Por Fabian Chacur

Um problema constante em grupos que se dedicam ao que se convencionou chamar de surf music (o rótulo criado originalmente nos anos 60, nada a ver com o balaio de gatos atual que hoje se vale dessa denominação) é não saber sair das convenções criadas por Dick Dale, The Ventures, The Shadows, The Surfaris e outros pioneiros que ajudaram a moldar os seus parâmetros.

Eis um problema que o grupo Surfadelica consegue tirar de letra. Aliás, o título de seu segundo CD é bastante emblemático de como o trio paulistano conseguiu realizar tal façanha: Search and Not Destroy (buscar/perseguir e não destruir).

Além da divertida associação com a célebre Search and Destroy, clássico dos Stooges, o que o trio de rock instrumental faz nesse novo disco, assim como no anterior (Surfing on The Desertshore, de 2008) é buscar novos rumos para a surf music, mas sem destruir por completo o seu jeitão, digamos assim.

O cérebro por trás da banda, e único integrante a se manter desde seu início em 2006, é o guitarrista, compositor e produtor Carlos Nishimiya, conhecido por trabalhos com bandas como Maria Angélica Não Mora Mais Aqui, Magazine, Kid Vinil Xperience e Continental Combo.

Espécie de unsung hero do rock brasileiro, Nishimiya é um daqueles guitarristas que parece saber tudo de timbres, acordes e arranjos roqueiros, esbanjando elegância, inspiração e criatividade.

Verdadeira sumidade em termos de conhecimento do rock, ele conhece desde os ícones do gênero até aqueles nomes obscuros que quase ninguém conhece, mas que também são importantes.

Com bom gosto, talento, criatividade e muita categoria, o músico filtra essas influências para criar seu próprio som.

A atual formação do Surfadelica apresenta, além de seu líder, o baixista Carlos Rodrigues e o baterista Carlos McCoy, que não se limitam a meros músicos de apoio, dando sólida estrutura para a guitarra de Nishimiya viajar à vontade, sem amarras.

As 11 faixas de Search and Not Destroy são envolventes, repletas de variações e sempre fugindo da monotonia e da mera repetição de clichês.

Não há como não ouvir de novo, e de novo, e de novo esse trabalho, que conseguiu superar a já bem recomendável estreia.

Para quem acha que surf music é o que Jack Johnson faz, recomendo a urgente audição de Search and Not Destroy.

Veja clipe de Lurking Behind The Asteroids, do Surfadelica:

© 2019 Mondo Pop

Theme by Anders NorenUp ↑