Mondo Pop

O pop de ontem, hoje, e amanhã...

Tag: billie joe armstrong

Billie Joe Armstrong, do Green Day, lançará álbum solo de covers

billie joe armstrong no fun mondays 400x

Por Fabian Chacur

Surpreendido pela pandemia do novo coronavírus, Billie Joe Armstrong viu a turnê que faria este ano com o Green Day suspensa por tempo indeterminado. Como forma de aproveitar seu tempo na inevitável quarentena, ele resolveu gravar um álbum solo de covers, cujas músicas foi lançando uma faixa por semana. Agora, chegou a vez de colocar no mercado no próximo dia 27 o pacote completo, com o título No Fun Mondays. No exterior, teremos formatos físicos, mas no Brasil a Warner Music não prevê ir além das plataformas digitais, ao menos por enquanto.

Ele deu mais detalhes em comunicado enviado à imprensa. “Enquanto nós todos estivemos em quarentena, eu estive refletindo sobre as coisas que mais importam na minha vida: família, amigos e, claro, música. Eu descobri que, se nós temos que passar este tempo em isolamento, no mínimo, nós podemos ser solitários juntos”, filosofa o punk rocker.

O álbum reúne 14 releituras de clássicos dos repertórios de John Lennon, Billy Bragg, Johnny Thunders, Tommy James And The Shondels, Dead Boys, Eric Carmem, Stiv Bators, The Clash e Adam Schlesinger, entre outros.

Na faixa Manic Mondays, escrita por Prince com o pseudônimo Christophe e sucesso com as Bangles nos anos 1980, ele conta no vídeo feito via internet com a participação especial de uma das integrantes dessa banda, a talentosíssima cantora e guitarrista americana Suzanna Hoffs.

Eis as faixas de No Fun Mondays:

I Think We’re Alone Now
War Stories
Manic Monday
Corpus Christi
That Thing You Do!
Amico
You Can’t Put Your Arms Round A Memory
Kids in America
Not That Way Anymore
That’s Rock ‘N’ Roll
Gimme Some Truth
Whole Wide World
Police On My Back
A New England

Manic Mondays– Billie Joe Armstrong e Suzanna Hoffs:

Green Day lança single com sample da cantora Joan Jett

green day 2019-400x

Por Fabian Chacur

Já está definida a data na qual sairá Father Of All Motherfuckers (com palavrão no título e tudo!), novo álbum de estúdio do Green Day e sucessor de Revolution Radio (2016). Será no dia 7 de fevereiro. Enquanto isso, o trio americano antecipa faixas do mesmo. A que dá título ao trabalho foi a primeira (ouça aqui). A segunda acaba de ser disponibilizada, Oh Yeah!.

A nova faixa, outro rock sacudido, também traz polêmica em sua gênese, mas de outro tipo. O refrão traz um sampler creditado da releitura feita em 1980 por Joan Jett & The Blackhearts do hit Do You Wanna Touch Me (Oh Yeah!), lançada em 1973 por seu coautor (em parceria com o produtor inglês Mike Leander), o cantor e compositor britânico Gary Glitter. Essa música fez muito sucesso nas duas versões, e é um clássico do glitter rock.

No entanto, a carreira de Glitter teve uma reviravolta meganegativa a partir de 1997, quando vieram à tona as primeiras acusações de pedofilia para o roqueiro, com milhares de imagens encontradas em seu computador e provas de que ele abusou de crianças. Desde então, ele teve de encarar vários processos e detenções. A prisão mais recente foi em 2015 e se refere a uma pena de 16 anos.
green day novo cd 2020

Para quem por ventura contestar o uso de trecho dessa canção pelo Green Day, a banda deixou claro, em sua conta oficial no Youtube, que sabe ser o coautor dessa música um “total asshole” (palavras exatas usadas por eles), e que por essa razão doou os seus royalties para duas instituições de caridade.

Além do novo álbum, o grupo integrado por Billie Joe Armstrong (vocal e guitarra), Mike Dirnt (baixo e vocais) e Tré Cool (bateria) iniciará no dia 13 de junho a turnê The Hella Mega Tour ao lado das bandas Fall Out Boy e Weezer, que passará inicialmente apenas pela América do Norte e Reino Unido.

Oh Yeah! (clipe)- Green Day:

Morrissey relê clássico de Laura Nyro com Billie Joe Armstrong

Por Fabian Chacur

california son morrissey-400x

Em seus mais de 35 anos de carreira, Morrissey já releu algumas canções alheias. Desta vez, no entanto, ele resolveu dedicar um álbum inteiro a esse tipo de repertório. Trata-se de California Son, lançamento de seu selo próprio, o Etienne, que no Brasil é distribuído pela Warner Music nas plataformas digitais, sem lançamento físico ainda previsto por aqui. A grande surpresa fica por conta de um dueto improvável dele com Billie Joe Armstrong.

Sim. O ex-cantor dos Smiths e há 31 anos como artista solo gravou ao lado do cantor, compositor e guitarrista do Green Day, banda que nos anos 1990 ajudou a revitalizar o punk rock. O mais legal é a música que eles escolheram para interpretar juntos. Trata-se de Wedding Bell Blues, composição da genial Laura Nyro que fez sucesso nos anos 1960 com a autora e também com o grupo The Fifth Dimension, uma deliciosa balada soul pop que já teve diversas regravações. A dessa dupla ficou muito simpática e é o ponto alto deste trabalho.

Com produção de Joe Chiccarelli, conhecido por seus trabalhos com U2, Elton John, Aerosmith e Jason Mraz, o trabalho também conta com as participações especiais nos vocais de Petra Haden, Ed Droste, Ariel Engle, Lydia Night e Sameer Gadhia. It’s Over, clássico de Roy Orbison, contou com o aval do filho do autor de Oh Pretty Woman, Roy Junior, que declarou:

“Nós amamos Morrissey! O cabelo de Morrissey e suas letras melancólicas e poéticas sempre me lembravam do meu pai. Sua versão de It’s Over é ótima”.

Eis as faixas de California Son e quem as popularizou (entre parênteses):

1. Morning Starship (Jobriath)
2. Don’t Interrupt The Sorrow (Joni Mitchell)
3. Only a Pawn In Their Game (Bob Dylan)
4. Suffer the Little Children (Buffy St Marie)
5. Days of Decision (Phil Ochs)
6. It’s Over (Roy Orbison)
7. Wedding Bell Blues (The Fifth Dimension)
8. Loneliness Remembers What Happiness Forgets (Dionne Warwick)
9. Lady Willpower (Gary Puckett)
10. When You Close Your Eyes (Carly Simon)
11. Lenny’s Tune (Tim Hardin)
12. Some Say I Got Devil (Melanie)

Wedding Bell Blues– Morrissey e Billie Joe Armstrong:

© 2020 Mondo Pop

Theme by Anders NorenUp ↑