Mondo Pop

O pop de ontem, hoje, e amanhã...

Tag: jorge helder

Joyce Moreno e Marcos Valle criam bela homenagem a Gal

joyce moreno e marcos valle 400x

Por Fabian Chacur

Ao receber a triste notícia da morte de Gal Costa em 9 de novembro deste ano, Marcos Valle reagiu criando uma delicada melodia no piano, inspirado pela chuva que caía e que rememorou Chuva de Prata (Ed Wilson-Ronaldo Bastos), de 1984, um dos grandes hits da cantora. Logo, surgiu a ideia de mandar a nova criação para que Joyce Moreno, grande amiga da cantora, se incumbisse da letra. Nascia A Chuva Sem Gal, canção lançada nesta terça-feira (20) nas plataformas digitais pela Biscoito Fino.

Em depoimento enviado à imprensa, Joyce Moreno explica como foi escrever esses lindos versos:

“Eu estava mexidíssima. Foi como se um pedaço do coração do Brasil tivesse parado de bater, naquele momento. Aí, eu recebi essa melodia linda do Marcos. Escrevi a letra chorando muito: achei que não conseguiria, mas ela saiu, na emoção da hora. No dia seguinte eu fiz os últimos ajustes e mandei pra ele, que imediatamente me disse que tinha adorado”.

A Chuva Sem Gal nasce já clássica, com um sentimento genuíno que a faz ficar muito longe de um possível oportunismo que alguns poderiam encarar nesse tipo de homenagem. Aqui, tudo soa genuíno. Além de Joyce no vocal e Marcos Valle no vocal e piano, temos Tutty Moreno (bateria), Jorge Helder (baixo) e Jessé Sadoc (flugelhorn). Onde estiver, Gal deve ter amado.

A Chuva Sem Gal (clipe)- Joyce Moreno e Marcos Valle:

Joyce Moreno divulga Todo Mundo e lançará um álbum

Fotografia de Leo Aversa leo@leoaversa.com

Fotografia de Leo Aversa
[email protected]

Por Fabian Chacur

Ouvir Joyce Moreno é bom em qualquer época. Imagine então nos tempos bicudos que vivemos agora. Logo, é uma grande notícia a divulgação de que está previsto para agosto o lançamento, nos formatos CD físico e nas plataformas digitais, de um novo álbum dessa genial cantora, compositora e violonista. O título é Brasileiras Canções, e sairá via Biscoito Fino. O 1º single a ser divulgado, simplesmente divino, é uma composição só dela intitulada Todo Mundo.

Temos aqui uma canção com a marca registrada da faceta mais sacudida do trabalho de Joyce, com direito à sua voz cada vez mais boa de se ouvir, do seu violão swingado e acompanhada por três verdadeiros monstros em seus instrumentos. São eles o marido e parceiro de vida Tutty Moreno (bateria), Jorge Helder (baixo) e Hélio Alves (piano), este último dando uma aula de como encaixar o seu instrumento com classe e fluidez.

O repertório de Brasileiras Canções traz 12 músicas, selecionadas de um total de mais de 40 compostas pela artista carioca durante o ano de 2021. Todo Mundo é só dela, mas o álbum também traz parcerias com Cristóvão Bastos, Marcos Valle, Moacyr Luz e Tiago Torres da Silva. Em texto enviado à imprensa, Joyce define o espírito de seu novo álbum:

“A impossibilidade de seguirmos com a vida de sempre, os distanciamentos, as perdas de pessoas queridas, o mal espalhafatosamente assumindo o comando – tudo isso acabou desaguando para mim num momento onde a criação veio aliviar e salvar. Minha intenção foi criar um álbum que falasse da nossa condição humana, que tivesse lugar de fala e lugar de escuta, que trouxesse alguma delicadeza em tempos brutos”.

Todo Mundo (clipe)- Joyce Moreno:

© 2023 Mondo Pop

Theme by Anders NorenUp ↑