Mondo Pop

O pop de ontem, hoje, e amanhã...

Tag: paulo malaguti pauleira

MPB4 revisita seus sucessos com dois shows em São Paulo

mpb4 400x

Por Fabian Chacur

Quanto o assunto é grupos vocais brasileiros, o MPB4 sempre aparece na primeira leva de lembranças. E não é pra menos. Na ativa desde os anos 1960, esteve presente em momentos decisivos da história da nossa música popular, em carreira própria e também acompanhando Chico Buarque e gravando e fazendo shows com o Quarteto Em Cy. Eles tocam neste sábado (22) às 20h e às 22h30 (duas sessões) no Blue Note São Paulo (avenida Paulista, nº 2073-2º andar- Conjunto Nacional- fone 11-94545-1511), com ingressos a R$ 120,00.

Da formação original, ficaram Miltinho (voz e violão) e Aquiles Reis (vocal). Dalmo Medeiros (voz e viola) entrou em 2004 no lugar de Ruy Faria (1937-2018), enquanto Paulo Malaguti Pauleira (voz e teclados) assumiu o posto de Magro Waghabi (1943-2012) a partir de 2013. Medeiros e Pauleira fizeram parte do grupo vocal Céu da Boca, que teve bom destaque na cena musical brasileira nos anos 1980 e deixou saudades.

O nome do show que o quarteto apresentará em São Paulo é Amigo é Pra Essas Coisas, título de um de seus maiores sucessos. E o que não vai faltar é hit no set list deles, entre os quais A Lua, Vira Virou e Roda Viva, só para citar alguns. Também teremos algumas novidades, como Sinal Fechado, de Paulinho da Viola, e Gota D’Água, de Chico Buarque.

A Lua (ao vivo)- MPB4:

Piano, Voz e Jobim será tema de um show nesta quinta (28)

Piano, Voz e Jobim_ foto FELIPE VARANDA 3-400x

Por Fabian Chacur

O tema é Tom Jobim. Sim, a obra deste inesquecível cantor, compositor, músico, arranjador e um dos grandes mestres da música brasileira. Piano, Voz e Jobim, CD lançado pelo cantor Augusto Martins em parceria com o pianista Paulo Malaguti Pauleira, será lançado no Rio de Janeiro com um show nesta quinta (28) às 20h na Sala Cecilia Meireles (rua da Lapa, nº 47- fone 0xx21-2332-9223), com ingressos a R$ 20,00 e R$ 40,00.

Se estivesse entre nós, o incrível e eterno Maestro Soberano teria completado 90 anos de idade neste 2017. E este CD certamente é uma das grandes homenagens a ele. Com mais de 20 anos de estrada, o cantor Augusto Martins já mergulhou nos songbooks de Djavan, Zé Kéti e Ismael Silva, com uma discografia refinada na qual se revela um estilista, concentrando-se nas interpretações como os cantores de outras eras e mostrando-se craque nessa seara.

Para dividir com ele este mergulho na obra do Tom, um nome mais do que especial. Paulo Malaguti Pauleira integrou os grupos Céu da Boca e Arranco de Varsóvia, e em 2013 recebeu a difícil tarefa de substituir o saudoso Magro Waghabi no MPB-4. Arranjador vocal e pianista, ele se mostrou o parceiro ideal para Augusto nesta empreitada, que funciona no esquema voz-piano, sem outros instrumentos, mostrando dessa forma as canções em sua essência.

Os arranjos intimistas fazem jus à beleza do repertório de 15 canções de Jobim e parceiros, com direito a Estrada do Sol, Chovendo na Roseira, Insensatez, Luiza, O Morro Não Tem Vez e Retrato Em Preto e Branco. Amor em Paz conta com a participação especial de Ivan Lins no vocal e piano, funcionando como uma espécie de cereja do bolo. O diálogo entre a voz de Augusto e as teclas de Malaguti é uma das coisas mais belas lançadas em 2017 no setor MPB. Baita tributo!

Estrada do Sol– Augusto Martins e Paulo Malaguti Pauleira:

© 2022 Mondo Pop

Theme by Anders NorenUp ↑