Mondo Pop

O pop de ontem, hoje, e amanhã...

Tag: billboard (page 2 of 6)

Cantora Pink chega ao número 1 nos EUA

Por Fabian Chacur

A cantora e compositora americana Pink conseguiu esta semana atingir pela primeira vez o topo da parada americana de álbuns. Ela obteve essa façanha graças a seu novo álbum, The Truth About Love, que teve 280 mil cópias comercializadas em seus sete primeiros dias nas lojas físicas e virtuais do seu país.

O feito em termos numéricos surpreendeu os analistas da Billboard americana, que previam algo em torno de 230 mil cópias para o sétimo álbum da estrela (incluindo uma coletânea) em sua estreia nos charts ianques.

Blow Me (One Last Kiss), primeiro single a ser extraído de The Truth About Love, também está arrasando nos charts, disputando as primeiras posições com sua levada r&b com tempero roqueiro. O CD foi intensamente promovido nos dias que antecederam seu lançamento.

Pink está com 33 anos de idade e iniciou sua carreira discográfica em 2000. Entre seus maiores sucessos, destacam-se Get The Party Started e Don’t Let Me Get Me, além da regravação de Lady Marmalade ao lado de Christina Aguilera, Lil’ Kim e Mya.

O álbum de Pink é seguido pela coletânea de rhythmin’ and blues moderno e rap Cruel Summer, com 205 mil cópias vendidas. A banda The Killers, de Las Vegas, ocupa o terceiro posto com seu novo álbum após quatro anos de férias, Battle Born, que teve 113 mil exemplares adquiridos por seus fãs em sua semana de lançamento.

A Dave Matthews Band, que liderou os charts ianques na semana passada, está agora em quarto lugar com seu Away From The World, cujas vendas esta semana atingiram 62 mil cópias. Tornado, do grupo country criado em 1998 Little Big Town, vendeu 50 mil cópias e completa o Top 5 da revista Billboard durante esta semana.

Veja o clipe de Blow Me (One Last Kiss), de Pink:

Novo CD de Bob Dylan estreia bem nos EUA

Por Fabian Chacur

Entra ano, sai ano, e Bob Dylan consegue se manter relevante no sempre competitivo cenário do rock. Melhor: nos últimos anos, desafia a molecada e sempre emplaca seus CDs de inéditas entre os 10 mais nos EUA.

Seu novo trabalho, Tempest, entrou esta semana na parada da Billboard no terceiro posto, com 110 mil cópias comercializadas em seus primeiros dias de lançamento. É o 5º álbum de carreira consecutivo do cantor, compositor e músico a conseguir tal façanha nos últimos anos.

A atual série do lendário astro americano começou em 1997 com Time Out Of Mind (10º) e teve sequência com Love And Theft (2001- 5º lugar), Modern Times (2006- 1º lugar), Together Through Life (2009- 1º lugar) e agora com Tempest.

Como havia sido previsto pelos analistas da Billboard americana, Away From The World, novo álbum da Dave Matthews Band, largou no primeiro posto nos EUA, com 266 mil cópias vendidas. É o sexto álbum consecutivo da banda de Dave Matthews a atingir tal posto.

O segundo lugar ficou nas mãos do quarteto country Little Big Town, com as 113 mil cópias vendidas de Tornado, seu mais recente álbum. O quarto lugar, logo abaixo do autor de Blowin’ In The Wind, é dos The Avett Brothers, que venderam 98 mil cópias de seu novo trabalho, The Carpenter. O xx, com Coexist, completa o Top 5, com 73 mil exemplares.

Outro veterano, o grupo ZZ Top, também comemora uma ótima estreia. Seu novo torpedo, La Futura, começou sua trajetória comercial vendendo 31 mil cópias, dando ao trio a posição de número 3. Eles não conseguiam atingir o Top 10 na terra de Barack Obama desde 1992, quando Greatest Hits esteve por lá.

Veja o clipe de Duquesne Whistle, de Bob Dylan:

Dave Matthews Band pode quebrar recorde

Por Fabian Chacur

A Dave Matthews Band, banda liderada pelo cantor, compositor e músico Dave Matthews, deverá quebrar um recorde na próxima semana, segundo o site americano da revista Billboard.

Se a previsão da publicação acabar se concretizando, o grupo irá emplacar seu sexto álbum consecutivo no primeiro posto da parada americana em sua semana de estreia. Nenhuma outra banda conseguiu tal façanha até o momento.

Away From The World, oitavo trabalho do grupo que está há mais de 20 anos na estrada e tem como marca a fusão de rock, soul e elementos de world music, deve vender em torno de 250 mil cópias em sua semana de estreia, o que lhe dará com bastante facilidade o primeiro posto nas listas da terra de Barack Obama.

A sequência vitoriosa da banda de Dave Matthews teve início com seu terceiro CD, Before These Crowded Street (1998). No momento, o grupo está empatado com o Metallica com cinco álbuns consecutivos a estrear no topo da parada ianque.

Nesta semana, quem comemora o fato de ter pela primeira vez atingido o topo da parada de álbuns nos EUA é o grupo Matchbox Twenty, com seu álbum North. O trabalho mais recente dos rapazes vendeu na última semana 95 mil cópias. Na semana que vem, no entanto, o grupo de Rob Thomas certamente entregará o cetro para Dave Matthews e sua turma.

Veja o clipe de Mercy, novo hit da Dave Matthews Band:

Matchbox Twenty volta e pode ser nº1 nos EUA

Por Fabian Chacur

O Matchbox Twenty, uma das melhores bandas surgidas no cenário rock americano dos anos 90, está de volta. A banda lançará seu primeiro álbum só de inéditas em 10 anos na próxima semana. North, o quarto disco de estúdio do atualmente quarteto, poderá levá-los ao topo da parada americana pela primeira vez.

Com quase 20 anos de estrada, o grupo formado por Rob Thomas (vocal), Paul Doucette (bateria), Kyle Cook (guitarra) e Brian Yale (baixo) tornou-se conhecido mundialmente com seu álbum de estreia, o excelente Yourself Or Someone Like You (1996), que só nos EUA vendeu mais de 12 milhões de cópias e inclui singles matadores como Push e Real World.

Em 1999, Thomas ficou famoso por ser coautor e vocalista de Smooth, megahit que ajudou o álbum Supernatural (1999) a se tornar o marco do retorno triunfal de Carlos Santana às paradas de sucesso. A música, por sinal, lembra um pouco Guajira, do próprio Santana.

Nos últimos 10 anos, o grupo perdeu o guitarrista Adam Gaynor (saiu do time em 2005) e lançou em 2007 a coletânea Exile On Mainstream, que inclui 11 sucessos e 6 ótimas canções inéditas gravadas em estúdio. More Than You Think You Are (2002) foi o último trabalho composto só por músicas inéditas até o retorno do grupo de Orlando, Flórida.

Embora tenha ocupado boas posições na parada de seu país, o Matchbox Twenty possui apenas um número 1, o single Bent, lançado em 2000. Segundo informações do site americano da Billboard, North deve vender em torno de 110 mil cópias nesta sua semana de estreia, o que será suficiente para garantir a Thomas e sua turma seu primeiro álbum nº1.

She’s So Mean, o primeiro single do CD, é um rock básico bem legal, e conta com um clipe divertido, no qual uma garota lindíssima inferniza a vida da banda, com direito a quebrar guitarras e botar fogo no baterista e em seu instrumento.

North sairá no Brasil via Warner, assim como saíram todos os seus trabalhos anteriores, incluindo os discos solo de Rob Thomas. Aliás, o primeiro deles, …Something To Be (2005), largou no primeiro posto da parada ianque. Ou seja, o cantor sozinho já tinha em seu currículo o que sua banda só conseguirá agora. Coisas da vida.

Veja o clipe de She’s So Mean, do Matchbox Twenty:

Veja o clipe de Real World, do Matchbox Twenty:

Veja o clipe de Push, do Matchbox Twenty:

Adele enfim sai do Top 10 nos EUA

Por Fabian Chacur

O álbum 21, da cantora Adele, enfim saiu do Top 10 da parada americana, após permanecer nele durante 78 semanas consecutivas, desde seu lançamento naquele país, ocorrido no início de 2011.

Nesta semana, o CD ocupa a posição de número 12 nas listas dos mais vendidos, com vendas em torno de 24 mil cópias comercializadas. O excelente desempenho do disco igualou as performances de Hysteria (1987), do Def Leppard, e Thriller (1982), de Michael Jackson, no mesmo quesito.

21 perde apenas para dois álbuns em termos de permanência consecutiva no Top 10 na terra de Barack Obama a partir de 1962: Born In The USA (1984), de Bruce Springsteen, e a trilha do musical The Sound Of Music (1965, A Noviça Rebelde por aqui).

Os analistas da Billboard americana ainda acreditam que o segundo álbum da cantora e compositora britânica possa voltar brevemente ao Top 10 no início de setembro, mas que, a partir daí, deixe de frequentar de vez a região nobre dos charts.

Em termos mundiais, 21 vendeu até hoje em torno de 22 milhões de cópias, sendo um daqueles êxitos históricos em termos de vendas, além de elogiável combinação de sucesso artístico e comercial, algo não tão comum.

Veja Rumour Has It, ao vivo em 2011, com Adele:

Coletânea deverá liderar parada dos EUA

Por Fabian Chacur

Para aqueles que acreditam na máxima “unidos venceremos”, uma notícia alentadora. Segundo previsões do site da revista americana Billboard, a próxima semana terá na liderança da parada de álbuns dos EUA uma união de singles de sucesso.

Trata-se de Now That’s What I Call Music 43, novo volume da franquia de coletâneas surgida na Inglaterra há mais de 20 anos. Trata-se daquele tipo de compilação que reúne os mais recentes singles que dominam as paradas de sucesso, na linha do que a Som Livre costuma fazer por aqui desde os anos 70.

O volume 43 da série em sua versão americana (que inclui singles como Part Of Me, de Katy Perry) deverá vender entre 110 e 120 mil cópias, marca que lhe garantirá com folgas o topo dos charts da terra de Barack Obama. Será o 16º ítem da franquia a conseguir esse feito, sendo que o anterior foi o número 37, que esteve no número 1 nos EUA em fevereiro de 2011.

Curiosamente, o público americano nunca foi de adquirir em massa coletaneas desse tipo, dando preferência a álbuns de carreira, trilhas de filme ou compilações de um único artista. O primeiro álbum Now a liderar os charts ianques foi o de número 4, em 2000, quando a série já dominava há muito as paradas britânicas.

Nesta semana, quem está no primeiro lugar é God Forgives, I Don’t, do rapper Rick Ross, que vendeu 218 mil cópias e conseguiu a posição de número 1 pela quarta vez nas listas americanas. Ele esteve lá anteriormente com Port Of Miami (2006), Trilla (2008) e Deeper Than Rap (2009).

E o aparentemente imortal álbum 21, de Adele, continua se recusando a sair do Top 10 americano. O segundo trabalho da carreira da cantora e compositora britânica completou 76 semanas consecutivas entre os 10 mais, vendendo esta semana respeitáveis 29 mil cópias, isso com algo em torno de um ano e meio no mercado.

Veja o clipe de Part Of Me, de Katy Perry:

Zac Brown Band volta ao número 1 nos EUA

Por Fabian Chacur

Após ter estreado no primeiro posto da parada dos EUA e perdido, na semana seguinte, a liderança para o veterano rapper Nas, Uncaged, novo álbum da Zac Brown Band, retomou a posição de honra da parada da Billboard, o Olimpo pop.

Com 48 mil cópias vendidas na última semana, Uncaged superou Life Is Good, de Nas, que teve 45 mil exemplares comercializados durante o mesmo período e ficou no segundo lugar, desta vez.

Na estrada desde 2002, o grupo liderado pelo cantor e guitarrista Zac Brown é oriundo da cidade de Atlanta, situada no estado americano da Georgia, e aposta em country music sacudida e próxima das raízes do gênero, cativando um fâ clube fiel.

Uncaged é o segundo álbum da banda, que tem sete trabalhos em sua discografia (cinco de estúdio e dois ao vivo), a chegar ao posto mais alto dos charts ianques. You Get What You Give, de 2010, foi o outro a conseguir esse feito.

Mas vale o registro: segundo a Billboard, Uncaged conseguiu o primeiro posto esta semana com o pior número de vendagens desde que Pink Friday, da cantora pop Nicki Minaj, atingiu o topo dos charts em 19 de fevereiro de 2011 vendendo apenas 45 mil exemplares.

Outro destaque da semana fica por conta do álbum 21, de Adele, que se manteve na posição de número 9, com 30 mil cópias vendidas. Esta é a semana de número 75 do álbum no Top 10 da parada americana, uma façanha daquelas. Não estrahem se o disco se mantiver ainda mais por ali, pois as rádios da terra de Barack Obama não se cansam de tocar suas faixas.

Veja vídeo promocional da música The Wind, da Zac Brown Band:

Amy Winehouse: esse nome ainda dá dinheiro

Por Fabian Chacur

Nesta segunda-feira (23), completou-se um ano da prematura morte de Amy Winehouse. Com apenas 27 anos de idade, a cantora britânica saiu de cena, deixando milhões de fãs órfãos no mundo todo.

Seus discos, no entanto, continuam vendendo como nunca. Aliás, estão sendo comercializados em quantidade bem maior do que no período imediatamente anterior ao seu sumiço do mundo dos vivos.

Segundo dados publicados pelo site americano da revista Billboard, os álbuns de Amy venderam no mercado ianque nos últimos 12 meses a bela quantia de 855 mil cópias.

Como termo de comparação, a cantora de vozeirão potente e temperamento errático vendeu por lá 58 mil cópias de seus álbuns em 2010 e 44 mil nos primeiros sete meses de 2011. Nos oito primeiros dias após sua morte, 110 mil álbuns foram comercializados na terra de Barack Obama com o nome da moça na capa.

Seu primeiro disco póstumo, o ótimo Lioness: Hidden Treasures (foi resenhado aqui em Mondo Pop) atingiu o quinto posto na parada americana quando de seu lançamento, em dezembro de 2011, e vendeu até aqui o montante de 423 mil cópias.

Como diria o mestre da MPB Nelson Cavaquinho, “prefiro receber as minhas flores em vida”…

Veja o clipe de Tears Dry On Their Own, de Amy Winehouse:

Zac Brown Band lidera e Adele quebra recorde

Por Fabian Chacur

Dois nomes brilharam na parada americana na última semana. Enquanto a Zac Brown Band comemorou seu segundo álbum a atingir o número 1, Adele quebrou mais um recorde nos charts ianques com seu 21.

Ao vender 35 mil cópias e se manter no oitavo lugar, o segundo álbum da carreira da talentosa cantora britânica completou 73 semanas no top 10 dos EUA, superando assim Jagged Little Pill (1995), de Alanis Morissette e se tornando o álbum de uma mulher a se manter pelo maior número de semanas entre os 10 mais vendidos por lá.

Enquanto isso, a Zac Brown Band, uma das novas sensações da música country, voltou a ocupar o topo das listas de vendas na terra de Barack Obama. Seu álbum mais recente, Uncaged, atingiu a marca de 234 mil cópias vendidas nos seus sete dias iniciais de vendas, surpreendendo a todos os especialistas.

O primeiro disco do grupo, You Get What You Give (2010), também liderou a parada na semana de lançamento, vendendo 153 mil cópias. O primeiro single de Uncaged, The Wind, teve seu clipe feito em animação com direção a cargo de Mike Judge, o mesmo dos ótimos e divertidos Beavis & Butthead e King Of The Hill.

O jovem intérprete de r&b americano Frank Ocean viu seu álbum de estreia, Channel Orange, largar na parada americana no segundo posto, ao vender respeitáveis 131 mil exemplares. Justin Bieber e seu Believe é o terceiro colocado, com 45 mil cópias, algumas cópias à frente de Fortune, de Chris Brown, o quarto classificado.

Overexposed, do grupo Maroon 5 e já resenhado por Mondo Pop, vendeu 44 mil cópias e completou o top 5 desta semana. A banda em breve estará de volta ao Brasil para shows que terão os colegas do Keane como time responsável pela abertura.

Veja o clipe-animação de The Wind, da Zac Brown Band:

Justin Bieber é o nº1 nos EUA pela quarta vez

Por Fabian Chacur

Pelo visto, a chamada “Bieber Fever” continua firme e forte nos EUA. Believe, novo álbum do jovem astro canadense, acaba de estrear na parada americana direto no primeiro posto.

Com vendas em torno de 374 mil cópias em sua semana inicial nas lojas, o CD torna-se o quarto trabalho do fenômeno de popularidade nascido na internet a emplacar o primeiro posto na parada da Billboard.

Os trabalhos anteriores a realizar tal façanha foram My World 2.0 (2010), Never Say Never The Remixes (2011) e Under The Mistletoe (2011).

Isso, em apenas dois anos e meio de carreira profissional, período durante o qual ele também lançou outros dois álbuns de estúdio, que atingiram o top 10 na terra de Barack Obama, My World (2009- número 5 nos charts americanos) e My Worlds Acoustic (2010 – número 7 nos EUA). Bieber completou 18 anos no dia 1º de março.

Ironicamente, Believe tirou da liderança Looking 4 Myself, novo trabalho do mentor de Bieber, o astro da black music americana Usher. Esta semana, Looking 4 Myself vendeu 48 mil cópias, o que lhe garantiu o sexto lugar entre os mais vendidos.

O astro country Kenny Chesney ficou em segundo lugar nos charts desta semana, com Welcome To The Fishbowl, que vendeu expressivas 193 mil cópias. Bem de longe, a cantora e compositora Fiona Apple aparece na terceira posição com The Idler Wheel Is Wiser…, com 72 mil cópias comercializadas.

Cadê a Adele, pergunta você, leitor de Mondo Pop? A simpática cantora e compositora britânica agora ocupa a sétima posição, graças às 47 mil cópias vendidas de 21.

Nas 70 semanas em que se mantém no top 10 nos EUA, é apenas a segunda em que 21 fica abaixo do Top 5, o que ocorreu pela primeira vez em dezembro de 2011.

Veja o clipe de Mistletoe, com Justin Bieber:

Older posts Newer posts

© 2019 Mondo Pop

Theme by Anders NorenUp ↑