Mondo Pop

O pop de ontem, hoje, e amanhã...

Tag: 30 anos

Ira! relê ao vivo em São Paulo seu LP Psicoacústica (1988)

ira! 2018-400x

Por Fabian Chacur

Em 1988, o Ira! lançou o seu álbum mais experimental. Após dois trabalhos de muito sucesso, o grupo paulistano mostrou no LP Psicoacústica uma disposição de explorar novos rumos sonoros que a capa em 3-D (com direito a um óculos especial de brinde) já indicava. A banda comemora os 30 anos desse trabalho com dois show em São Paulo, nesta sexta (14) e sábado (15), sempre às 21h30, no Sesc Belenzinho- Comedoria (rua Padre Adelino, nº 1.000- Belenzinho- fone 0xx11-2076-9700), com ingressos custando de R$ 9,00 a R$ 30,00.

O set list dos shows do grupo paulistano trará na íntegra o repertório de seu terceiro álbum, do qual fazem parte músicas marcantes como Rubro Zorro, Poder, Sorriso, Fama, Receita Para Se Fazer Um Herói, Pegue Essa Arma e Farto de Rock ‘N’ Roll, que nem sempre costumam ser tocados ao vivo nos seus shows. Essa mistura de psicodelia, hard rock e até elementos de rap não vendeu muito na época, mas lhes proporcionou um CD influente e relembrado com carinho em sua discografia.

De volta à ativa desde 2014, após alguns anos fora de cena, o Ira! mantém de sua formação clássica Nasi (vocal) e Edgard Scandurra (guitarra e vocal), que hoje tem a seu lado Evaristo Pádua (bateria), Johnny Boy (teclados e violão) e Daniel Rocha (baixo). Além das músicas de Psicoacústica, haverá espaço para hits como Flores Em Você, Dias de Luta, Núcleo Base, Envelheço Na Cidade e Tarde Vazia.

Psicoacústica- Ira! (ouça em streaming):

Paralamas anunciam turnê de 30 anos

Por Fabian Chacur

Os Paralamas do Sucesso irão comemorar seus 30 anos de carreira com uma nova turnê, que contará com a direção dos antigos parceiros José Fortes e Cláudio Torres e realização da produtora PlanMusic. O show de estreia irá ser realizado em São Paulo no dia 20 de abril, no Espaço das Américas, situado no bairro da Barra Funda (perto do metrô).

A banda promete uma seleção de músicas de artistas que eles consideram fundamentais em sua formação, como Led Zeppelin, The Clash, The Police, Gilberto Gil, Lulu Santos e Jorge Ben, entre outros. Os maiores hits gravados por eles nessas três décadas de rock and roll também estarão na programação.

Após o show em São Paulo, Herbert Vianna (vocal e guitarra), Bi Ribeiro (baixo), João Barone (bateria) e seus afiados músicos de apoio tocarão no Rio (Fundição Progresso -4/5), Porto Alegre (Araújo Vianna – 10/5), Curitiba (Teatro Guaíra- 11/5), Recife (Teatro Guararapes- 17/5) e Salvador (Concha Acústica – 19/5).

Ainda serão anunciadas datas e locais para shows em Belo Horizonte e Brasília. Mais informações podem ser obtidas no site oficial da banda, www.osparalamasdosucesso.com.br .

Vital e Sua Moto, ao vivo na Fábrica do Som (TV Cultura):

Titãs farão show comemorativo de 30 anos

Por Fabian Chacur

Os Titãs irão comemorar 30 anos de carreira com um show especial que será realizado no dia 6 de outubro (sábado) às 22h30 no Espaço das Américas (rua Tagipuru, 795- Barra Funda -fone 0xx11-2027-0777 – www.ticket360.com.br). Os ingressos já estão à venda, e custam R$ 120 (pista) e R$ 200 (pista premium).

A novidade ficará por conta das participações especiais de dois ex-integrantes da banda, o baterista Charles Gavin e o vocalista Arnaldo Antunes. Dos ex-integrantes da formação clássica da banda ainda disponíveis, só Nando Reis não estará por lá. O saudoso guitarrista Marcelo Frommer nos deixou há 11 anos, morto em um trágico acidente.

A atual escalação da grupo de rock paulistano traz Sérgio Britto (vocal, teclados e baixo), Branco Mello (vocal e baixo), Paulo Miklos (vocal, baixo e guitarra) e Toni Bellotto (guitarra) do line up original, além do baterista Mário Fabre, que entrou na vaga de Charles Gavin.

O repertório do show irá incluir os grandes sucessos da banda, cujo repertório conta com clássicos do porte de O Que, Polícia, Flores, Enquanto Houver Sol, Epitáfio, Televisão e Miséria, só para citar algumas de suas canções mais marcantes.

Veja o clipe de Flores, com os Titãs:

A voz eterna da eterna Elis Regina

Por Fabian Chacur

Em um triste 19 de janeiro de 1982, ou seja, há precisos 30 anos, Elis Regina nos deixou, com apenas 36 anos e dona de uma das carreiras mais interessantes e brilhantes da história da MPB.

Falar o que dessa gaúcha baixinha e de temperamento forte que alguém já não tenha feito antes e melhor? Mas não dá para fugir do assunto, e a Pimentinha merece uma homenagem de Mondo Pop.

Não, meus, caros, ela infelizmente não faz parte do meu currículo de entrevistados ilustres. Ainda estava cursando jornalismo na Cásper Líbero quando a moça nos deixou. Uma pena.

Para mim, Elis foi, é e provavelmente será para sempre a nossa melhor cantora. São várias as razões que me levam a acreditar nisso. Logo de cara, pela potência e beleza de seu timbre vocal.

Versátil, ela cantou rigorosamente de tudo em sua trajetória. Do bolero ao rock, da bossa nova ao sambão, do pop ao sofisticado. Grande intérprete de Milton Nascimento, a ponto de o próprio dizer que, até hoje, compõe suas músicas pensando na saudosa amiga.

Do início imitando Celly Campello, ainda moleca, para a intérprete mais energética, técnica e ousada de todos os tempos, foram alguns anos. Para mim, ela viveu seu auge nos anos 70, sendo Falso Brilhante (1976) seu melhor disco. Um dos melhores da história da MPB, por sinal.

Em Falso Brilhante, essa versatilidade impressionante aparece com força total. Temos rock em Como Nossos Pais e Velha Roupa Colorida; música latina em Los Hermanos e Gracias a la Vida; folk em Quero; paixão pura em Tatuagem, Um Por Todos e Fascinação… São dez músicas simplesmente perfeitas, com arranjos perfeitos de Cesar Camargo Mariano.

E não posso me esquecer de que Elis Regina ajudou nomes fundamentais na história da MPB como Belchior, João Bosco & Aldir Blanc, Milton Nascimento, Edu Lobo, Guilherme Arantes e tantos outros a ganharem respeito e fama nacional.

Afinal, naqueles anos, o sonho da maior parte dos autores era ter suas composições gravadas pela Pimentinha. Uma artista brilhante, que nos deixou como legado uma obra com inúmeros grandes momentos.

Ouça Como Nossos Pais, lançada no Fantástico:

© 2020 Mondo Pop

Theme by Anders NorenUp ↑