Mondo Pop

O pop de ontem, hoje, e amanhã...

Search results: "rumer"

Rumer relê um grande clássico de Elton John e Bernie Taupin

rumer cantora-400x

Por Fabian Chacur

Já está disponível nas plataformas digitais e em diversos formatos físicos (estes, apenas no exterior) o álbum B Sides and Rarities Vol. 2, da cantora paquistanesa radicada na Inglaterra Rumer (leia mais sobre ela e tenha mais detalhes sobre essa compilação aqui). Como essa moça é muito boa e pouco se fala sobre ela por aqui, vale destacar mais uma das faixas deste ótimo trabalho, que traz releituras de clássicos alheio e algo autoral, também.

Mona Lisa and Mad Hatters, a clássica canção em questão, é de autoria de Elton John e Bernie Taupin, e equivale a um dos destaques do excelente álbum Honky Chateau, de 1972, que atingiu o topo da parada americana e o 2º posto no Reino Unido e também traz os clássicos Honky Cat e Rocket Man.

A gravação de Rumer foi feita em 2011 e ficou de fora de seu álbum Boys Don’t Cry (2012). Uma belíssima releitura, que, no entanto, não agradou, na época a ela, que relembra: “Foi no final das sessões e eu estava cansada, sabia que era bom, mas estava esgotada no dia, simplesmente não conseguia passar da linha de chegada”.

Mona Lisa and Mad Hatters– Rumer:

Rumer lança nova compilação com boas raridades e lados B

rummer 400x

Por Fabian Chacur

Em 2011, fiz uma entusiástica resenha do 1º álbum solo de Rumer, cantora paquistanesa radicada na Inglaterra (leia aqui). Finalmente ela volta a Mondo Pop, e anunciamos o lançamento de B Sides and Rarities Vol. 2, que chegará no dia 24 às plataformas digitais e sairá no exterior em CD, vinil e vinil laranja pela gravadora Cooking Vinyl. Além das faixas raras, a compilação também traz duas faixas autorais inéditas, uma delas a belíssima Old Fashioned Girl.

Em texto enviado à imprensa, Rumer fala sobre esta canção inédita recém-divulgada: “Old-Fashioned Girl foi escrito em uma época em que eu estava viajando o mundo e tinha um desejo por estar mais em casa. Eu realmente ansiava por uma espécie de versão fantasiosa de uma vida simples.”

A nova coletânea sucede a anterior B Sides and Rarities Vol.1 (2015), e segue o mesmo espírito de incluir gravações antes só disponíveis em singles e outros trabalhos que não os álbuns de carreira da cantora. Temos releituras de canções de grandes autores da música pop, para as quais Rumer nos oferece interpretações doces, classudas e dignas dessa ótima diva pop.

Eis as faixas de B Sides and Rarities Vol. 2:

1. Roses (Rumer)

2. You’re The One (Carly Simon)

3. Mona Lisas and Mad Hatters (Elton John, Bernie Taupin)

4. Anyone Who Had A Heart (Burt Bacharach, Hal David)

5. I Wanna Roo You (Van Morrison)

6. The Windows of The World (Burt Bacharach, Hal David)

7. Never Arrive (Hugh Prestwood)

8. Old-Fashioned Girl (Rumer, Rob Shirakbari)

9. How Deep Is Your Love (Barry Gibb, Robin Gibb, Maurice Gibb)

10. My Lover Lies Under (Simon Aldred)

11. Wives and Lovers (ft. Rory More) (Burt Bacharach, Hal David)

12. The Folks Who Live on The Hill (Jerome Kern, Oscar Hammerstein)

13. Where’ve You Been? (Donald Henry, Jonathan Vezner)

Old Fashioned Girl– Rumer:

Rumer, a doce e delicada revelação do pop atual

Por Fabian Chacur

Em um mercado no qual parece que o mais importante é quanto se bebe, as roupas que se veste ou a tal de “atitude” imposta pelas Lady Gagás da vida, é bacana ver gente ficando badalada pelo simples fato de cantar e compor boas canções pop.

Esse é o caso de Sarah Joyce, paquistanesa filha de uma inglesa com um nativo daquele país nascida há 31 anos e radicada desde os 10 no Reino Unido.

Com o curioso nome artístico Rumer, a cantora e compositora estreia como artista solo com um disco que consegue ser ao mesmo tempo simples, sofisticado, pop, original e delicioso.

Seasons Of My Soul, que chegou ao mercado britânico no final de 2010 e que agora sai no Brasil pela Warner, inclui 10 composições próprias da moça e três releituras de sucessos pop.

O seu universo musical é basicamente o pop-soul dos anos 60 e 70, com nítidas e nobres influências de Laura Nyro, Burt Bacharach, The Fifth Dimension e The Carpenters.

A voz de Rumer é suave, doce e sempre muito bem colocada, enquanto suas composições trazem como marca boas melodias, letras muito simpáticas e uma capacidade de encantarem o ouvinte até hipnotizá-lo por completo.

Não é por acaso que gente do gabarito de Elton John, Jools Holland e Burt Bacharach se confessou fã de seu trabalho.

Bacharach foi além, convidando-a para gravar com ele um EP com músicas natalinas lançado em 2010 e ainda inédito por aqui.

O CD começa com a deliciosa Am I Forgiven, que parece saída de um disco de Laura Nyro, e vai se espalhando em nossos ouvidos, com maravilhas do naipe de Come To Me High, Slow, a faixa título, Saving Grace e On My Way Home, só para citar algumas do material próprio.

As releituras são de Goodbye Girl, sucesso de David Gates (do grupo Bread) e tema do filme A Garota do Adeus (1977), Alfie, de Burt Bacharach e tema do filme homônimo, e It Might Be You, sucesso de Stephen Bishop e tema do filme Tootsie. Das três, só a última não ficou tão bacana, mas ainda assim aceitável.

No geral, Seasons Of My Soul é a madura estreia de uma cantora classuda, simples, hipnótica e que tem tudo para nos proporcionar coisas ainda melhores em um futuro próximo.

Veja o clipe de Am I Forgiven:

© 2022 Mondo Pop

Theme by Anders NorenUp ↑