Mondo Pop

O pop de ontem, hoje, e amanhã...

Blondie lança trilha de doc que registra visita a Cuba em 2019

blondie vivir en la habana 400x

Por Fabian Chacur

Em 2019, o grupo americano Blondie foi à Cuba para um intercâmbio cultural planejado pelo Ministério da Cultura daquele país. A visita gerou uma apresentação ao vivo para o público local, que foi devidamente registrada. Vivir En La Habana, o curta-metragem dirigido por Rob Roth que equivale à parte audiovisual do projeto, estreou em junho nos festivais Sheffield Doc (Reino Unido) e Tribeca Film (EUA). Agora, chega a vez da trilha sonora, que já está disponível nas plataformas digitais e sairá no dia 15 de agosto, no exterior, em edição limitada em vinil azul.

A apresentação ocorreu no Teatro Mella, e contou com as participações dos músicos cubanos Carlos Alfonso, Ele Valdés, María del Carmen Ávila, Alejandro Delgado, Juan Carlos Marin, Jamil Schery, Degnis Bofill e Adel González, alguns deles integrantes do grupo Sintesis. O repertório traz os hits clássicos The Tide is High (1980), Heart of Glass (1978), Rapture (1980) e Dreaming (1979), e duas canções mais recentes, Wipe Off My Sweat (do álbum Panic Of Girls, de 2011) e Long Time (do álbum Pollinator, de 2017).

As versões ao vivo ficaram muito boas e quentes. The Tide Is High, por exemplo, ganhou vocais de apoio deliciosos de Ele Valdés e Maria Dal Carmen, além de incluir trechos de Groove Is In The Heart, hit de 1990 do trio americano Deee-Lite. Sua latinidade ficou ainda mais explícita, o que também ocorreu com Wipe Off My Sweat, que conta com letra em castelhano e inglês.

Por sua vez, a turbinada releitura de Heart Of Glass traz em sua parte final citações de I Feel Love, composição de Giorgio Moroder, Donna Summer e Pete Bellote que fez imenso sucesso na voz de Miss Summer em 1977. E A surpresa no finalzinho da longa releitura de Rapture (com quase 10 minutos de duração) nos oferece a citação energética de Fight For Your Right To Party, hitaço dos Beastie Boys em 1986-87.

Tide Is Hide (live in Cuba)- Blondie:

2 Comments

  1. Foi pouco depois das apresentações, na América do Sul, que incluiu Brasil (Popload Festival)e Argentina (Chile era pra ter, mas foi cancelado na última hora). Então estes mashups de Heart of Glass com I feel Love, The Tide Is High com Groove Is In The Heart e Rapture com Beast Boys, também teve no Brasil (e Argentina, cujo show foi maior).

    Um fator negativo foi o fundador guitarrista, Chris Stein, que por decisão médica, foi mantido fora das últimas turnê , incluindo o show de Cuba, um dos grandes incentivadores dentro da banda, já que seus pais era do PC americano nos anos 50.

    Aproveitando para indicar nossa comunidade brasileira bastante ativa, cujo os membros já se encontraram com a banda.
    https://www.facebook.com/groups/wewantblondieinbrazil

  2. Fabian Chacur

    July 19, 2021 at 3:31 pm

    Muito obrigado pelas informações, meu caro Ricardo, e parabéns pela comunidade dedicada a essa banda seminal. Grande abraço, obrigado pela visita e volte sempre que puder ou quiser.

Leave a Reply

Your email address will not be published.

*

© 2021 Mondo Pop

Theme by Anders NorenUp ↑